THE MEDIUM – ANÁLISE

370

The Medium é um jogo de Survival Horror lançado em 2021 exclusivamente para o XBOX SERIES S/X e para PC. O jogo foi desenvolvido pela Blooper Team (Layers of Fear, Blair Witch) e chega sendo o primeiro grande exclusivo da Microsoft na nova geração. Vamos conferir então se o jogo vale a pena:

O game conta a história de Marianne, uma Medium que consegue viver entre dois mundos, o Real e o Espiritual, que acaba de perder o pai adotivo e recebe uma ligação de um homem chamado Thomas a chamando para o hotel Niwa, onde ele diz que revelará o que aconteceu no passado da protagonista para ela se tornar a pessoa que ela é hoje, Marianne então parte para o hotel para encontrar as respostas que esteve se perguntando a vida inteira.

Este é um jogo extremamente focado na história e exploração, é muito importante explorar tudo no mapa para encontrar mais objetos e cartas que complementam a história. A história de The Medium é muito mais pesada do que aparenta ser e ainda toca em assuntos sérios como depressão e abuso infantil.

Na parte de terror, The Medium também se sai bem, o game conta com assustadoras perseguições contra monstros e até momentos que precisamos nos esconder, o jogo lembra o Clássico Haunting Ground do PlayStation 2, onde você não pode enfrentar os inimigos, apenas se esconder deles. A protagonista conta com poderes sobrenaturais que a ajudam a resolver os puzzles durante o jogo.

Uma coisa extremamente interessante sobre o jogo é a possiblidade de jogar entre os dois mundos ao mesmo tempo, em vários momentos do jogo será necessário fazer isso, e o que você faz em um mundo tem influência no outro. A Blooper Team revelou que foi graças ao poder do XBOX SERIES X/S que eles conseguiram fazer essa tecnologia funcionar sem problemas.

Graficamente o jogo é muito bonito na maior parte do tempo, apesar de em outras partes o gráfico ficar bem feio. E conta, na opinião desse que vos escreve, com um dos melhores cenários que eu já vi em um jogo, o mundo espiritual de The Medium da um show de direção de arte, já o mundo normal não se destaca em nada.

Agora vamos a talvez a melhor coisa de todo o jogo: A trilha sonora. Ela foi feita por Arkadiusk Reikowski e por Akira Yamaoka, Akira fazia as trilhas sonoras de Silent Hill desde o primeiro jogo e finalmente voltou a fazer uma OST desde o fim da série por culpa da Konami. Sem dúvidas a trilha sonora ficara na sua cabeça depois de jogar.

Para quem estava com saudade de um Survival Horror clássico da era do PS1 e PS2, poderá matar a saudade em The Medium, a câmera com jogabilidade clássica vai fazer você sentir nostalgia por essa era. The Medium é um excelente exclusivo da Microsoft e se encontra disponível para jogar pelo GAME PASS, que talvez seja o melhor serviço de Games atualmente Então vá lá e teste para ver se ele é seu estilo de jogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here