Mais uma análise sobre a obra de Gege Akutami, desta vez, falaremos sobre o mais novo episódio do anime, lançado hoje na crunchyroll. Jujutsu se aproxima do seu final, com apenas mais três episódios restantes, fechando atualmente o arco de intercambio.

Gostaria de destacar nesta análise, o quanto o autor desta obra é extremamente talentoso, ao tonar um episódio de transição de arco, algo cômico, bem-apresentado e interessante de se ver. E isso se deve tanto ao criador, que usa elementos característicos de cada personagem, como Todou, Gojo, Itadori entre outros, que naturalmente despertam o riso de quem acompanha; tudo isso no meio de uma partida de beisebol, repleta de momentos divertidos. 

Mas também a direção, que continua utilizando muito bem da animação, trilha sonora, mesmo em um episódio mais parado, sem nenhum acontecimento de grande relevância para a história.

Análise
Episódio focado em partida de beisebol

Mahito

O vilão do anime é perspicaz, sabemos que ele tem planos para selar Gojo, e assim facilitar o acesso ao itadori. Durante o ataque que ele e Hanami provocaram, foram capazes de adquirir um dos dedos do sukuna, que estavam no colégio. 

A força e os poderes de Satoru Gojo são tão absurdos, que a única alternativa possível para as maldições de nível especial é selar o feiticeiro. Não é atoa que é considerado o mais forte da obra, uma luta entre ele e sukuna seria incrível.

Análise
Mahito e Geto planejando ações contra Gojo

Diretor

Ficou bem claro também, que o diretor da escola de Kyoto, Yoshinobu Gakuganji, realmente tinha o desejo de acabar com o protagonista, e suas convicções são bem explicadas. Ele argumenta que a existência de Itadori contraria as regras Jujutsu, e que ele representa uma ameaça a vida de muitas pessoas.

Análise

Masamichi Yaga, o diretor da escola de Tóquio, contraria dizendo que Itadori foi responsável por salvar muitas vidas, e que lutou junto aos outros alunos para derrotar a maldição de interrompeu o evento de intercambio.

A minha análise sobre isso é a seguinte! Itadori tem consigo uma maldição muito poderosa, e que é maligna, representando uma grande ameaça a sociedade. Ter ela sobre a posse de Itadori proporciona um controle maior, já que é possível acompanhar de perto o demônio, e Itadori é uma boa pessoa, teria sido muito pior se outro aluno inconsequente tivesse comido o dedo. 

Além disso, até o momento, sukuna não demostrou nenhuma reação, fora que Itadori nunca utilizou o sukuna para fazer algo ruim. Então, logo, desde que o sukuna esteja sobre controle, e o Itadori não faça nada de errado, não há motivos para matá-lo. 

Partida de beisebol

O episódio foi focado em uma partida de beisebol entre os alunos de ambas as escolas,  durante um lance, Kamo conversa com Itadori, perguntado o que levou ele  se tornar um feiticeiro jujutsu, o protagonista obviamente, explica que seu desejo é ajudar o maior número de pessoas possíveis, assim como vimos no primeiro episódio, ele continua herdando a vontade de seu avô.

Análise
Alunos durante a partida

Conclussão

Como disse anteriormente, este foi um episódio de transição, entraremos em um novo arco, que provavelmente fechara o anime, restando saber o que irá acontecer com itadori, Gojo e o vilão Mahito. Será que ele realmente irá alcançar seus objetivos? Gojo será selado? Só espero que tudo seja bem explicado, que o final não faça com que a qualidade da obra decaia.

Mas independente disso, teremos uma segunda temporada, então ainda tem muita coisa para acontecer no anime, e uma segunda temporada é muito provável, devido ao sucesso que vem recebendo. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here