Arco Vila Syrup – One Piece (análise)

3
44
Vila Syrup

Seguindo os arcos do pequeno East Blue, Luffy para na vila Syrup, em busca de recursos para conseguir um navio de verdade. Lá é onde encontra logo na entrada o protetor do local, Usopp, que já demonstra sua maior característica logo de cara com mentiras absurdas. Enquanto isso, Luffy acredita em todas imediatamente, piada essa repetida ao longo da história inúmeras vezes, mas sem nunca perder a graça.

Um Grande vilão na Vila Syrup

O arco apesar de servir de introdução ao novo tripulante, é focado totalmente no vilão. Este, por sua vez, é mais desenvolvido e muito mais profundo que Buggy, que já era muito mais vilão que Morgan e Alvida. Toda a parte relacionada a Kaya é chata e clichê e o arco se sustenta em cima do interessante vilão, que possui uma humanidade pouco vista em personagens de One Piece ao longo da obra. Eu diria até que ele é extremamente mal aproveitado por Oda que costuma trazer quase todos seus personagens de volta, mas jamais trouxe Kuro. Talvez para manter a imagem do personagem intacta, o que eu concordo se for a razão de seu sumiço.

Kuro é sem dúvidas o melhor vilão do East Blue, suas motivações fazem sentido e fogem do que foi apresentado até aqui. Apesar de Oda usar de Luffy para tentar considerar tudo que ele faz errado, sua intenções de fugir do mar, seu grande plano e sua relação conturbada com Kaya são mais humanos do que qualquer coisa no arco. Ele demonstra até ter um pouco de carinho pela garota, mas acaba se perdendo nas suas ambições longas e no seu espírito vilanesco. Tudo isso para abandonar a vida e a fama que Luffy esta tentando ter.

Fora isso…

Terminado isso, vamos aos demais pontos, que são negativos. Começando por Usopp, que é um bom personagem, mas que no seu recrutamento possui uma personalidade pouco atraente e até chata, conquistando a empatia de quem assiste posteriormente. Sendo assim, toda o arco do personagem que deveria servir para que passemos a nos acostumar com ele falha. E talvez essa seja a razão de Oda ter dado uma atenção a mais ao personagem em Water 7. Lá ele consegue um arco dramático mais eficiente e traz alguns dos momentos mais “piratas” relacionados ao bando até agora.

Lutas

As lutas ganham cada vez mais tempo e passam a ser mais elaboradas na Vila Syrup, mas começam a se mostrar um pouco incoerentes. Começando por Jango, o hipnotizador, que de alguma forma consegue dar forças sobre-humana aos personagens. Não faz sentido nenhum os piratas ganharem forças para quebrar pedras somente por que acreditam que são capazes disso. E esse poder do personagem tira um pouco da importância das Akuma No Mi na história, já que as frutas deveriam ser a razão de alguns possuírem poderes. Pelo menos nesse início da história ver um personagem fazendo coisas mágicas sem uma razão para isso tira a magia das frutas, que deveriam ser especiais. Isso seria resolvido com uma Akuma no Mi com tais poderes, que ai sim seria aceitável ela ser capaz de hipnotizar os outros e no processo lhes conceder capacidades de acordo com a hipnose.

Todavia a luta de Luffy e Kuro é normal e divertida e as habilidades do personagem são interessantes. Mas considerando a fama do capitão, Oda poderia ser mais pé no chão e ter encontrado uma maneira de Luffy vencer com ajuda de Usopp, dando mais importância ao poder do vilão e ao novo membro do bando. Também neste arco começa a chamar a atenção a incapacidade de Oda de matar seus personagens. Meri ter sobrevivo é o mesmo que Oda chamar Kuro de burro algo que vai contra a personalidade manipuladora e meticulosa do personagem. Afinal, ele deixou o único na mansão que poderia avisar Kaya do perigo vivo, depois de demonstrar sua verdadeira natureza. Um erro difícil de engolir.

Conclusão sobre a Vila Syrup

Em conclusão, caso o personagem de Kuro volte a ter importância na obra (o que ainda pode acontecer, se atente a data da análise), eu diria que vale a pena assistir ao arco. Mas por se tratar da única coisa relevante até o momento ele se torna completamente descartável. Caso opte por assistir o primeiro e último episódio do arco, não perderá nada.

Para mais sobre One Piece, clique aqui!

3 COMENTÁRIOS

  1. Olha acho qie o review foi um pouco infeliz. Afirmae que o ussop e desinteressante(sei que isso parte da sua experoencia mas…), e quase um crime. E um personagen(ja ai),objetivamente, bme construido. Ele tem motiviçaoes,defeitos,dilemas…. no arco demostra muitos deles(todos tematocamente coesos com o resto do manga), um mentiriso que mente por que quer o bem(como chicò); ele e ambiçioso(coisa muuuuito vañorizada no manga). Sobre o kuro; kuro casa bem com o ussop- e um mentiriso fisolgico,individuañista, mente por seus interres, para fazer o “mau. Ja o ussop mente pelo bem comun. pelo mundo dos sonhos- mas e um personagem desinterresante. A nivel de disgn e habilidade(semelhante a dom creg), e simples. Por isso nao revisitado.

    • Ah não entenda errado, eu falei que durante o arco o Usoop é desinteressante e isso é devido a sua personalidade diferente do que ela se torna com o passar dos episódios que ai sim ele se torna um personagem muito melhor. Porém, como você mencionou, isso faz parte da experiência pessoal. Concordo com a questão dele ser um mentiroso diferente do Kuro e é uma bela vertente de análise. Sobre o design e habilidade, talvez seja esse o motivo, o Krieg também nunca mais voltou mesmo, mas talvez seja só coincidência (ainda acho que o Gin deve voltar, por exemplo).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here