Um Tal Daneri (Comix Zone) – Resenha

Um clássico argentino, Um Tal Daneri é a primeira colaboração entre Carlos Trillo e Alberto e traz uma incrível e sombria ambientação noir

capa de um tal daneri, trazendo o personagem título em efeitos de preto, branco e azul

Desde seu nascimento em 2019, a Comix Zone tem investido forte no mundo das historietas argentinas e Um Tal Daneri, lançado por ela em 2021, faz parte do belo catálogo de HQs hermanas que a editora vêm somando.

Um Tal Daneri é antes de tudo um artigo raro e precioso, pois trata-se da primeira colaboração entre os lendários autores Carlos Trillo (roteiro) e Alberto Breccia (arte), e reúne as histórias publicadas publicadas pela dupla entre 1974 e 1978. Vale lembrar que Trillo e Breccia também assinam Buscavidas, Viajante de Cinza e Era Outra Vez: O Lado Sombrio dos Contos de Fadas, também lançados pela Comix Zone no Brasil.


SINOPSE DE UM TAL DANERI

Somos apresentados ao misterioso e sombrio detetive particular Daneri, um sujeito tão imponente quanto discreto, que parece ter, ao longo dos anos, somados afetos e principalmente desafetos em suas aventuranças pelas ruas de um bairro periférico inspirado em Mataderos, em Buenos Aires. Testemunha e cúmplice de enganos trágicos e paradoxos estranhos, Daneri envolve-se em tramas que unem o destino e a morte, o amor e a vingança, a coragem e a covardia, mostrando que seus limites são tênues.

PRATO CHEIO PARA OS FÃS DE NOIR

sequência de quadros de um tal daneri, mostrando o personagem ao lado da acompanhante Turca

Em suas breves e impactantes histórias, Um Tal Daneri se mostra uma deliciosa HQ para quem curte obras noir, com um visual tão sombrio quanto sua narrativa e a estética de época pelo qual a expressão é notoriamente marcada. Reflete, também, a atmosfera violenta e desnudada da Argentina setentista, que foi afundada pela ditadura militar.

Daneri literalmente se esgueira pelas sombras dos becos e antros da periferia onde atua, executando todo tipo de serviço pelo qual é contratado, desde cobranças a acertos de contas, sem se preocupar em deixar um rastro de sangue. Seus clientes, bem como os destinatários dos serviços, são figuras com motivações ambíguas, que não necessariamente representam o certo ou errado. E esta condição, muitas vezes, faz com que Daneri também pondere sobre a situação e mude o curso do que está para acontecer.

Esta ambiguidade de caráter e narrativa é um grande diferencial da obra: seus personagens, bem como as cores de suas páginas, são predominantemente cinzas, com algumas camadas mais negras ou brancas. Reflete o espírito de Daneri e os diversos personagens apresentados a nós: uma amante que deseja vingança, um pugilista que vende sua luta, vítimas de agiotagem. Pessoas marginais, como o próprio Daneri, que por fim, não é nem um pouco diferente de seus contratantes ou alvos.

sequência de quadros de um tal daneri

A combinação Trillo + Breccia é realmente uma coisa linda de se ver. Trillo possui um texto ágil, sem pudores, que combina perfeitamente com o traço único de Breccia, forte, carregado no nanquim e que traz em sua assinatura uma técnica única de colagem que dá à estética da HQ exatamente o que ela precisa para criar o ambiente das histórias.

Um dos únicos defeitos de Um Tal Daneri, se assim podemos colocar, seja o quão rápido sua leitura acaba. Infelizmente são poucas histórias; é inevitável um “gostinho de quero mais”, ainda mais após começarmos a nos habituar ao personagem e seu universo. Fica também a vontade de se conhecer mais sobre o próprio protagonista, como sua origem.

Pelo fato de as histórias serem isoladas e, neste compilado, não terem interferência direta uma na outra, não há exatamente um início ou fim na forma em que é apresentada (diferentemente de Paracuellos, por exemplo).

UM TAL DANERI VALE A PENA?

Se você também é um entusiasta das historietas argentinas e não perde uma boa HQ de ambientação urbana, Um Tal Daneri é um quadrinho que precisa ocupar um espaço na sua estante!

A linda edição da CZ já segue o padrão de qualidade imposto pela editora desde seu primeiro lançamento. Você pode adquirir com desconto no site da Loja Monstro.

Confira mais resenhas de HQs aqui e siga o Meta Galáxia nas redes sociais!

ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
Um Tal Daneri
Escritor, publicitário, louco por esportes e entretenimento. Autor de A Última Estação (junto com Rodolfo Bezerra) e CEP e um dos fundadores do Meta Galáxia.
Um clássico argentino, Um Tal Daneri é a primeira colaboração entre Carlos Trillo e Alberto e traz uma incrível e sombria ambientação noirum-tal-daneri-comix-zone-resenha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here