Jigoku Shoujo (Anime) – Levando dores para o inferno!

77
Cena de Jigoku SHoujo

Jigoku Shoujo (A Donzela do Inferno), conta a história de pessoas que buscam vingança. Resumidamente, os 26 episódios se referem a isso. Por diferentes razões, muitos sofrem e ficam encurralados. Tendo a Donzela do Inferno, que é contactada pela Linha Direta Inferno a meia noite através de uma site da Internet, como sua ultima escapatória.

Os mesmos vinte e seis episódios…

Baseado no resumo acima, você deve ser capaz de imaginar como é a história. Basicamente, temos mais de vinte episódios com essa premissa. Todavia, há um pequeno desenvolvimento da Donzela do inferno através de um personagem, que começa a ser feito lá pela metade do anime. Tal desenvolvimento, no entanto, é incapaz de tirar a sensação de cansaço que pode advir do roteiro repetitivo.

Ainda que repetitivo, cada episódio traz um novo caso de uma pessoa querendo vingança. Descobrir suas motivações e suas histórias, a maioria bem desenvolvida, é um atrativo. Mas não era repetitivo? Sim, o roteiro é covarde muitas vezes e traz a mesma solução sempre, evitando arriscar. Somente uma vez vemos um caso em que a pessoa não merecia (ou não queria) ir ao inferno e acabou indo mesmo assim. Sequer vemos alguém se arrepender.

Todos merecem o inferno? Parece que sim!

Na maioria da vezes, o roteiro procura uma maneira de mostrar o alvo da vingança como um monstro um pouco irreal. O que acaba fugindo um pouco da proposta de abordagem humana da vingança, que muitas vezes pode ser vista como um ato egoísta. Literalmente a maioria daqueles que procuram a Donzela, não tinham outra opção.

Ignorando esta “covardia”, a maioria dos casos costuma abordagem situações interessantes. Há criticas a sociedade e costumes japoneses, além dos problemas humanos em si. Situações e pessoas ruins existem ao monte. Fica então o questionamento de até onde o inferno é pior do que a terra, já que muitos preferem a danação eterna apesar de experimentarem um pouco desta dor. Como é citado pela própria Jigoku Shoujo, em que momento o inferno virou um desejo?

Gosta de animes de terror? Confira nossa análise de Ghost Hunt!

A vingança nunca é plena…

A marca que fica na pele daqueles que se vingam é uma lembrança eterna de sua corrupção, uma clara mensagem de que, independente de suas razões, não deveriam procurar vingança. Afinal, acabam com a mesma punição daqueles que punem, mostrando não serem tão diferentes assim. Um questionamento é feito ao longo dos episódios pelos protagonistas, se é certo ou não. Nesse quesito, devo elogiar o roteiro por evitar assumir um lado e deixar o questionamento sobre ser certo ou não ao telespectador. Afinal, a injustiça do mundo e a sociedade são as razões da maioria dos chamados para Jigoku Shoujo.

Ainda que tenha tecido algumas criticas, acredito que o anime é bom, sim. Todavia, é impossível não sentir a sensação de que foi um pouco conservador, havia potencial pra mais. Se você se interessar pelo script do primeiro episódio, provavelmente gostará dos demais. É uma semi-antologia, contando na maioria dos episódios com personagens novos e um novo desenvolvimento que começa e acaba ali mesmo. Um bom passatempo, mas não ideal para maratona.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here