The God of High School – Resenha

Cheio de luta, efeitos e poderes, The God of High School cumpre o que todo shounen propõe.

240
Exibição Original: 6 de julho de 2020 à 28 de setembro de 2020
Título Original: The God of High School
Estúdio: Mappa | Distribuidora: Crunchyroll
Criação: Yongje Park | Animação: Kiyoko Yoshimura | Direção: Sunghoo Park

The God of High School foi uma das grandes promessas para esse ano pelo fato de ser uma adaptação de um manhwa já com um público assíduo e também por ser parte dos primeiros animes do catálogo da Crunchyroll Originals.

RESUMO

A trama entrelaça as histórias dos três personagens principais, Jin Mori, Daw-Wi e Yoo Mira. Três estudantes que ingressam no campeonato de artes marciais escolares de mesmo nome da obra. O prêmio para o ganhar é realizar um desejo que ele mais queira. O campeonato em si tem como objetivo definir o melhor lutador da região e depois competir com o melhor do país, porém essa é uma desculpa para o organizador Mujin Park através do campeonato de fachada encontrar “a chave”.

O campeonato não tem tantas regras e é aberto para qualquer tipo de arte marcial. Com o passar das lutas, também nos é apresentado alguns poderes especiais para além das habilidades dos personagens. Este poder é chamado de charyeok, que significa literalmente “poder emprestado”. Isso porque estes poderes são temporários aos personagens emprestados de deuses de diversas culturas.

A TRAMA

The God of High School cumpre um papel primordial de todo o shounen: porradaria. Obviamente, o anime é sobre um campeonato de artes marciais, mas diferente dos arcos de campeonato como o de Dragon Ball, este é literalmente briga atrás de briga. Tudo isso com altas cenas coreografadas e cheias de efeitos especiais.

Além disso, o anime conseguiu abordar uma coisa muito além dos socos e poderes. Cada um dos personagens tinham um motivo plausível para e considerável para conquistar o campeonato, seja o regional como o nacional. Em diversos casos há um certo sentimento de empatia pelos personagens, às vezes muito maior do que para com os protagonistas.

Um lance muito curioso e misterioso é quando começam a aparecer também as organizações ‘Os Seis’ e a Nox, onde passa a mostrar que há uma briga muito maior do que a chave e o campeonato escolar.

A ADAPTAÇÃO

Uma das coisas que mais foram comentadas e por muitas vezes criticada nas redes sociais foi a forma como o anime adaptou e contou parte inicial da trama. A grande questão é que o anime de The God of High School escolheu uma forma muito mais dinâmica de contar e desenvolver as coisas. Ao invés de parar para contar o que seria o campeonato, o que é o charyeok, qual a origem de Jin Mori, o que seria a chave, os Seis e a organização Nox, a adaptação feita pelo estúdio Mappa tratou de contar todas essas coisas enquanto as lutas e o campeonato acontecia.

Neste caso ficou tudo mais dinâmico e quem assiste o anime precisou pegar todos esses elementos enquanto as lutas com diversas acrobacias e poderes acontecem. Por vezes pareceu muito confuso, mas foi uma forma do estúdio adaptar e animar as diversas páginas que contam essas coisas.

EFEITOS E TRILHA

Com o passar dos episódios somos apresentados a muitos e muitos mais poderes e pessoas poderosas, isso é uma das coisas que mais chamou atenção no anime. Se por um lado a adaptação pecou, as cenas de lutas e seus efeitos ganharam os corações dos fãs de shounen. As lutas finais foram o que deram ainda mais gás para o anime com toda a magnitude dos chayreoks dos personagens.

A opening e ending de The God of High School são só elogios. Por vezes em que a opening tem um tom mais dinâmico, utilizando da música eletrônica (mais difícil de se encontrar nos animes) e o dinamismo dos personagens e cores utilizadas. A ending traz aquele tom de suavidade e uma vibe mais tranquila do que já é padrão. Uma música mais chilling e pop, utilizando de cores mais suaves traz uma calmaria pra toda a adrenalina já passada.

EXPECTATIVAS

Até o momento que esta resenha é escrita, não tivemos nenhuma novidade sobre uma segunda temporada, mas é mostrado que ainda tem muito mais coisas para acontecer. Aparentemente haverá um grande arco de treinamento para os protagonistas, principalmente para Jin Mori, e ainda mais aprofundamento do que é a Nox e Os Seis. Isso deixa uma grande expectativa positiva para que o anime faça um grande feito e que se ajuste nas adaptações.

Siga o Meta nas redes e confira mais resenhas sobre animes.

Análise Crítica
Data
Título Original
The God of High School
Nota do Autor
41star1star1star1stargray

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here