O Rei Leão (2019) – Resenha

Nova versão celebra os 25 anos do clássico com muita nostalgia e uma animação de altíssima qualidade

1
474

O Rei Leão (2019) – Resenha da nova versão do clássico Disney dos anos 90

o-rei-leão-2019-resenha-poster

Ano: 2019
Título Original: The Lion King
Dirigido por: Jon Favreau

O Rei Leão marcou toda uma geração de crianças nascidas entre os anos 80 e 90 como uma das mais cativantes animações já criadas pela Disney. Vinte e cinco anos depois, Simba, Pumba, Timão e cia. recebem uma nova roupagem e, mais que isso, uma merecida homenagem ao seu legado.

Aquém da discussão sobre o longa ser ou não considerado um “live-action”, uma vez que se trata de uma produção absolutamente em computação gráfica, trata-se sim de uma versão “realista” do clássico de 1994, mas que mantém toda a essência da obra original.

Conheça os dubladores brasileiros de O Rei Leão

THE LION KING
THE LION KING – Featuring the voices of James Earl Jones as Mufasa, and JD McCrary as Young Simba, Disney’s “The Lion King” is directed by Jon Favreau. In theaters July 29, 2019. © 2019 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

O Rei Leão apresenta a estória de Mufasa e seu filho Simba, recém-nascido e futuro herdeiro do reino dos animais. Mufasa ensina a Simba sobre todas as coisas do reino e o ciclo da vida, com o intuito de transmitir seu legado ao primogênito no futuro.

Enquanto isso Scar – seu irmão e sucessor do trono antes do nascimento de Simba – começa a tramar um golpe para assumir o reino e, para isso, conta com a ingenuidade e curiosidade do sobrinho. Com a ajuda das hienas – há muito banidas do reino -, o leão renegado trai seu irmão e muda definitivamente o destino do rei leão.

o-rei-leão-2019-resenha-04

É preciso saber que o novo O Rei Leão não possui pretensões em substituir a animação original e que, na realidade, nada mais é do que uma celebração ao clássico, uma homenagem ao saudosismo na nossa infância e uma carta de apresentação da obra a um público mais novo, nascido nesta nova geração.

A essência da obra segue intacta, não só no que diz respeito à trama. Os personagens estão todos lá, com suas mesmas personalidades e características, de Scar a Mufasa, de Simba às hienas. É impossível não se emocionar com momentos chave como a cena de Mufasa no desfiladeiro e mesmo a abertura, que parece mais linda que nunca nesta nova animação.

o-rei-leão-2019-resenha-02

As canções originais estão presentes, e as novas interpretações – que contam com Beyoncé na versão original e Isa e Ícaro Silva na versão brasileira – são fantásticas, fruto de um trabalho realmente feito com o coração e por artistas que são fãs confessos da obra. O filme une os musicais às cenas correntes da trama de modo natural e muito bem executado. Confira a linda trilha sonora aqui.

Quanto à produção visual, O Rei Leão é simplesmente um espetáculo. Os ambientes e cenários respiram, e é possível mesmo contar os pelos dos animais, tamanho o nível de detalhes. A combinação de character design do desenho original com o visual real das espécies apresentadas na estória é agradável e as expressões das criaturas estão impressas especialmente em seus olhares, um recurso bem utilizado quanto à limitação no que diz respeito à comparação com a animação em 2D.

A maior parte das mudanças está de fato nas dublagens, novas interpretações das músicas e uma ou outra nova cena adaptada, o que não compromete o roteiro. O carisma da dupla Timão e Pumba e a evolução narrativa de Simba seguem sendo o ponto alto do filme. O longa consegue arrancar risadas, gerar tensão e emocionar na medida certa.

o-rei-leão-2019-resenha-03

Se esta nova versão era ou não necessária, isto é outra discussão. O fato é que O Rei Leão de 2019 é uma linda e merecida homenagem à obra original, feita por uma série de artistas e produtores fãs da animação, e que certamente pode marcar também uma nova geração de crianças com um filme bonito e cativante em seus mais diversos aspectos.

Confira outras resenhas de filmes aqui. Siga o Meta Galáxia nas redes sociais!

ASSINATURA

1 COMENTÁRIOS

  1. ESSE FILME SIGNIFICA MUITO POIS ELE FALA QUE SIMBA LARGA TUDO POR CAUSA DO SEU TIO ESCAR, ESCAR ACUSA SIMBA DE TER MATADO SEU PAI ENTÃO SIMBA FOGE DOS SEUS PROBLEMA E DEIXA O REINO TODO PRA TRÁIS, PASSA ANOS E SIMBA VOLTA PRO SEU REINO PRA GOVERNA E ELE EXPULSA ESCAR DO REINO E TUDO VOLTA SER COMO ERA ANTES.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here