Por Trás da Inocência – Resenha (Netflix)

A realidade começa a se misturar com a ficção depois que Mary necessita contratar uma babá para seus filhos enquanto ela tenta escrever um novo best-seller.

Ano: 2020
Título Original: Deadly Illusions
Dirigido e roteiro por: Anna Elizabeth James

Chegando ao catálogo da Netflix em março deste ano (03/2021), o filme “Por trás da inocência” (Deadly Illusions) já divide muitas opiniões nas redes sociais sobre atuações, trama e plot twist. Sendo categorizado como um suspense erótico ou terror psicológico, o filme é de deixar a pulga atrás da orelha desde o primeiro, até o último minuto de atuação.

RESUMO

‘Por Trás da Inocência‘ em si conta a história de Mary (Kristin Davis), uma mãe e escritora de best-sellers que, após receber uma grande proposta para mais um livro, procura uma babá para seus filhos pequenos. Ao encontrar Grace (Greer Grammer), o que parecia a pessoa perfeita para ocupar este cargo, Mary lida com seu bloqueio criativo. Agora, ao mesmo tempo que enfrenta este problema, também precisa lidar com o clima anormal que se instaurou na casa. A ficção passa a se misturar com a realidade da vida daquela família. 


TRAMA

Inicialmente somos apresentados a um ambiente estadunidense bem padrão e tradicional do que se vende culturalmente. Uma família feliz, bem sucedida, em um lugar muito bonito onde tudo dá certo. A partir da inserção de Grace à trama, ‘Por Trás da Inocência‘, já é possível ver uma quebra incrível daquele clima. A obra é mais uma daquelas que faz pensar o que pode ser ou se tornar real ou não.

A todo momento o filme provoca uma dúvida imensa na cabeça de quem assiste, o que é real? O que está acontecendo? Quem é quem?. Essas são grandes dúvidas que pairam enquanto o tempo vai passando. E isso acontece em diversos momentos e por vezes muito lento e arrastado. Apesar da curiosidade deixar muito grudado a tudo o que acontece e por toda eroticidade misturada ao terror, o final ainda deixa a dúvida na cabeça do spec.

PERSONAGENS

‘Por Trás da Inocência‘ exibe muitos padrões já falados e trabalhos em diversos outros filmes de terror ou drama estadunidense. A família feliz com Mary, Tom (Dermot Mulroney) e seus filhos. O personagem recatado e inocente vindo do interior de Grace. A amiga e personagem de suporte (geralmente sempre sendo negro) que sempre mantém a centralidade da situação representado por Elaine (Shanola Hampton). O interessante de se observar no meio disso é como todos esses personagens se envolvem.

TRILHA

A trilha escolhida para ‘Por Trás da Inocência‘ mistura o drama com suspense. Além disso, utiliza muito dos sons naturais do local (principalmente da casa) e também do silêncio, deixando tudo mais tenso para o que pode acontecer ou o que de fato pensar sobre o que está acontecendo.

CONSIDERAÇÕES

Apesar de ‘Por Trás da Inocência‘ manter por muito tempo entretido quem assiste, ainda assim o final é daqueles que ficam no ar. É um final em aberto que deixa para o espectador escolher sua realidade. O que é interessante pelo contexto. Porém, tudo o que foi apresentado foi bem arrastado, levando até mesmo as atuações no final serem quase cômicas do que aterrorizantes.

Siga o Meta no Twitter e Instagram e veja aqui mais resenhas sobre filmes.

https://www.youtube.com/watch?v=wT5jAksi1CY
Análise Crítica
Data
Título Original
Por Trás da Inocência
Nota do Autor
31star1star1stargraygray
ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
Por Trás da Inocência
Do começo ao fim o filme nos emerge em uma dúvida e mistério intenso, mas arrastado. Ao mesmo tempo que gera a curiosidade, também nos deixa cheio de dúvidas em relação as ações da trama.por-tras-da-inocencia-resenha-netflix

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here