Conheça a página: Objetos Reais como Itens de JRPG

Sucesso no Twitter, página já conta com quase 200 mil seguidores em menos de três meses de existência

0
134

De ralinho de pia com comida a sanduichera: conheça os itens de JRPG da vida real

Uma combinação perfeita de humor, criatividade e uma boa dose de inspiração nos RPGs clássicos de consoles como PS1 e Nintendo 64. Essa é a receita que deu origem à página Objetos Reais como Itens de JRPG, que conta atualmente com mais de 170 mil seguidores no Twitter.

Originada na rede social, que conta hoje com o maior poder de viralização entre as principais plataformas do gênero (especialmente em virtude da forma de distribuir seu conteúdo na timeline dos usuários), o perfil logo caiu nas graças da galera pela ideia original e inusitada de apresentar objetos do cotidiano como itens especiais ao melhor estilo de jogos como Final Fantasy, The Legend Of Zelda, Pokémon, entre outros.

Os itens, inclusive, contam com atributos bem peculiares. A primeira publicação da página foi o rolo de papel higiênico quase acabando, que confere ao portador +11 em coceira.

Outros itens tiveram bastante repercussão, como a lendária nota de Dez reais de plástico e o bom e velho chinelo (ou chinela, se preferir). Como uma página que valoriza o cotidiano da vida brasileira, a Objetos Reais como itens de JRPG não poderia deixar de fora o famoso o filtro de barro.

A página também traz outros elementos clássicos dos JRPGs, como a combinação de itens para a geração de um novo item, e, ainda, diálogos e desafios típicos de uma boa quest.

A conta traz publicações quase diárias, sempre trazendo itens e elementos novos – imagine o tanto de possibilidades que ainda podem ser exploradas?

Se você curte jogos e humor, não deixe de acompanhar a Objetos Reais como Itens de JRPG no Twitter (@objetosjrpg) e também no Instagram (https://instagram.com/objetojrpg/).

Acompanhe o Meta Galáxia e fique por dentro de novidades, curiosidades e análises sobre games.

ASSINATURA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here