Quando o Palmeiras vai ter um time de eSports?

38

Palmeiras Lol

Entenda o que o Palmeiras e eSports poderiam render de frutos ao clube, e o que se perde em não ter essa modalidade em suas categorias.

Eu sempre me pergunto quando o Palmeiras vai ter um time de eSports. Aliás, isso parece ser a pergunta de muitos palmeirenses também. Já pensou em ver o Palmeiras Free Fire, Palmeiras LOL, Palmeiras Valorant?

Em 2020 o time alviverde chegou a abrir conversas com a Simplicity, a mesma empresa que gere os times da Flamengo eSports, mas a conversa não foi pra frente. Aliás, sabe-se que o motivo desse acordo não ter saído foi por questões que envolvem as licenças com desenvolvedoras e publishers de games, como Konami (PES) e Fifa (EA).

Quais clubes hoje também tem times de eSports? Flamengo, Corinthians, Santos e Cruzeiro são alguns deles. Além disso, recentemente o Corinthians anunciou a abertura de um departamento especializado em eSports.

Foto de times nos esports Quando o Palmeiras vai ter um time de eSports?

O Futebol perdendo espaço para os eSports – E o Palmeiras perde tempo

É de conhecimento geral que a indústria dos Games é a que mais cresce no mundo, falamos um pouco sobre isso aqui nessa matéria O Poder da Indústria dos Games. Além disso, é legal dizer também que cada vez mais jovens jogam games online em consoles, pcs e celulares.

Jogos como League of Legends, FreeFire, PUBG e o mais recente sucesso de FPS, Valorant, arrastam milhões (sim, milhões) de pessoas para a jogatina todos os dias. Contudo, ao passo que os eSports crescem, aparentemente os esportes físicos perdem espaço e novas adesões.

O futebol vem perdendo praticantes? Com certeza. O Futebol tem muito menos crianças aderindo ao esporte do que há 15 ou 20 anos atrás. Além disso, a pandemia de COVID-19 foi um grande agravante para que o esporte perdesse ainda mais espaço no mundo, apesar de ainda ser a maior modalidade.

Apesar de ser o maior esporte do mundo, o mais cultuado, é muito provável que em 20 anos os esportes eletrônicos esteja movimentando mais dinheiro e contando com mais praticantes (e espectadores) do que qualquer esporte físico. E galera, isso é natural.

allianz parque

Mas afinal, quando o Palmeiras vai ter um time de eSports? E o que isso traria de benefícios ao clube?

O Palmeiras está perdendo muito tempo, muito espaço e muitos torcedores no campo dos eSports, e isso claro se reflete em muito dinheiro. Com esse movimento natural do esporte físico para o esporte eletrônico, cada vez mais novos torcedores aderem a clubes que tem sua história começando nos eSports.

Imagine a criançada que tem entre 7 e 13 anos, jogando FreeFire e PUBG e acompanhando campeonatos com os times como Flamengo. Para qual time essa galera vai torcer? De quem eles vão comprar camisetas? Além disso, com o grande rival Corinthians também entrando para pegar essa fatia importante de mercado, como o Palmeiras vai se posicionar se demorar muito?

Inclusive vale dizer que o Corinthians tem um mundial de FreeFire, em 2019. ACORDA PALMEIRAS, o espaço para oportunidades a curto, médio e principalmente longo prazo são gigantescas.

O Verdão perde futuros torcedores para outros clubes, mas principalmente perde em visibilidade de marca.

Será que a Leila Pereira, nova presidente do Palmeiras, vai mudar isso?

A nova presidente do Palmeiras, Leila Pereira, tem aí uma grande oportunidade em mãos. Além de ser a primeira presidente mulher do clube, espera-se que ela traga sua visão de empresa e de mercado para a gestão do clube. Quem sabe também com o novo diretor de marketing?

Existem grandes oportunidades como envolver o programa de sócio torcedor em ações promocionais, em eventos, campeonatos e até ações in-game como acontece muito nesse tipo de jogo.

Os eSports são o futuro e em 2019 éramos 2,4 BILHÕES de jogadores no mundo. Aliás, em 2020 a final da LBFF (Liga Brasileira de Free Fire) teve mais de 1 milhão de expectadores simultâneos. Imagina tudo isso de gente vendo sua marca (Crefisa?), ou seu clube?

Por último, vale lembrar que a grande mídia está de olho nessas modalidades. Rede Globo (com a SporTV), ESPN e outros canais estão dando cada vez mais espaço para os esportes eletrônicos.

VAMOS ACORDAR, PALMEIRAS! ALÔ TIA LEILA! Queremos ver o Palmeiras Free Fire!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here