Curta-metragem A Febre da Mata fará parte de première em São Paulo

Pós-produzido pela O2 Pós, filme dirigido pelo cineasta indígena Takumã Kuikuro denuncia o desmatamento na Amazônia

A Febre da Mata

Curta-metragem A Febre da Mata fará parte de première em São Paulo

A Bidou Pictures Brasil e a O2 Pós, casa de finalização da O2 Filmes, a maior produtora audiovisual do País, anunciam a exibição do curta-metragem “A Febre da Mata” na première do longa-metragem “Interactions – When Cinema Looks to Nature”. O evento ocorrerá em 27 de março de 2023, às 19 horas, no CineSesc Augusta, em São Paulo. A sessão é completamente gratuita, com retirada de ingressos na bilheteria do cinema a partir das 18 horas na mesma data.

E essa não é a única novidade! Na mesma data, o documentário estará disponível sob demanda no site do SescTV. Já a estreia no SescTV ocorrerá no dia 15 de abril, às 22 horas. É um curta-metragem documental brasileiro e que certamente não podemos perder!

Com direção pelo cineasta indígena Takumã Kuikuro e produção por Nathalia Scarton e pós-produzido pela O2, o filme denuncia as queimadas na Amazônia. “A Febre da Mata” faz parte da antologia “Interactions – When Cinema Looks to Nature” com outros onze diretores – entre eles Isabella Rossellini, Anne de Carbuccia, Idrissa Ouédraogo e Faouzi Bensaidi.

Nós conseguimos fazer um filme muito forte com imagens que fazem primeiro o espectador se conectar com a Amazônia e com os povos indígenas daquela terra, e depois se deparar com o terror — a devastação da nossa floresta e dos nossos animais.

Takumã Kuikuro

É uma honra fazer parte desta antologia e conseguir atrair atenção para as questões dramáticas que estão destruindo o nosso planeta. Foi especialmente gratificante trabalhar com o Takumã. Foram três meses intensos: escrevemos o roteiro, trabalhamos a força da música com Rodolfo Stroeter, editamos potentes imagens de Lawrence Waba, Lalo de Almeida e Christian Dimitrius, desenhamos os sons com Alan Zilli e finalizamos belíssimamente com a equipe da O2 Pós.

Nathalia Scarton
Nathalia Scarton e Takumã Kuikuro ao lado de Fernando Meirelles, sócio da O2 Filmes e apoiador do projeto "A Febre da Mata" - Crédito: Coletivo Kuikuro de Cinema
Nathalia Scarton e Takumã Kuikuro ao lado de Fernando Meirelles, sócio da O2 Filmes e apoiador do projeto “A Febre da Mata” – Crédito: Coletivo Kuikuro de Cinema

“A Febre da Mata” teve a sua estreia mundial em outubro de 2022, no Rome International Film Fest, na Itália. Em seguida, esteve presente em festivais nacionais e internacionais, incluindo o 1º Festival de Cinema e Cultura Indigena no Cine Brasília e a Convenção sobre Diversidade Biológica, das Nações Unidas, no Canadá. O filme entra no circuito nacional a partir de abril de 2023.

Este é um filme lindo e triste, que conta a realidade dos povos indígenas hoje em dia. Trabalhar na pós produção do curta foi uma experiência muito gratificante e enriquecedora. O trabalho feito pelo Takumã é incrível e conceitual, tecnicamente falando.

declara Paola Zicari, diretora de atendimento da O2 Pós

Fico feliz por ter podido colaborar com a finalização de ‘A Febre da Mata’. Ao falar sobre queimadas na Amazônia, o filme assume um ponto de vista que eu nunca tinha visto: da própria natureza. Acho fascinante ver como as aldeias cada vez mais usam o cinema como plataforma para contar suas histórias e amplificar suas vozes no país. Temos muito a aprender ao assistirmos esta outra perspectiva de vida.

Fernando Meirelles, sócio da O2 Filmes e apoiador do projeto

Sobre “A Febre da Mata”

O pajé e sua família saem para pescar. Durante a pesca, contudo, uma onça se aproxima e começa a esturrar, assustada, em busca de ajuda. Seu grito é um alerta. Dessa forma, o pajé retorna imediatamente para a aldeia e avisa o seu povo sobre o perigo que se aproxima. Ele busca força espiritual na pajelança conforme a sua preocupação cresce. O fogo invade a floresta e os animais fogem procurando abrigo, mas muitos não resistem e morrem. A floresta arde em chamas e depois a seca é extrema.

Ficha Técnica

  • Produção: Bidou Pictures Brasil em associação com O2
  • Realização: SescSP
  • Produzido por Nathalia Scarton
  • Dirigido por Takumã Kuikuro
  • Roteiro de Takumã Kuikuro e Nathalia Scarton
  • Fotografia de Takumã Kuikuro e Marrayury Kuikuro
  • Edição de Kuikuro e Nathalia Scarton
  • Música de Rodolfo Stroeter
  • Produção Executiva de Nathalia Scarton
  • Fotografia Adicional de Lalo de Almeida, Lawrence Waba e Christian Dimitrius
  • Tradução por Takumã Kuikuro e Theo Scarton Lago
  • Making off & Still por Marrayury Kuikuiro, Takumã Kuikuro e Nathalia Scarton
  • Som Direto: Kuaiaitsi Kuikuro
  • Edição de Som e Mixagem: Alan Zilli
  • Pós-produção e vfx: O2 Pós

Fonte: correspondência por e-mail

Confira aqui mais notícias em nosso portal!! O Meta Galáxia possui muito conteúdo sobre Tecnologia, HQs, jogos eletrônicos, filmes e séries, assim como animes e mangás! 

Austra Caroline
Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here