Disney/Nick: As Visões da Raven – 1° Temporada | Análise

218

Seguindo uma sequência de posts inspirada no possível retorno de iCarly, continuaremos a falar das séries da Disney e as da Nick. Marcando gerações, muitas dessas obras foram feitas especialmente para o público adolescente, mas atingem adultos até hoje através da nostalgia. Primeiro, falamos de Drake e Josh e hoje falaremos da mais famosa dessa safra: As Visões de Raven.

Isso é tão… Raven!

As Visões da Raven segue diversas premissas básicas das séries da Disney. Tudo está lá, atores novos – sempre em busca de talentos – o humor bem inocente e vez ou outra alguma tentativa de mensagem social. Assim, é bem fácil de você entender o que esperar da série, mas há algo diferente: As Visões.

O roteiro aproveita bastante a premissa da habilidade da protagonista para criar diversas situações engraçadas, claro, mas, principalmente, para brincar com a expectativa do telespectador. A visão irá de concretizar ou não? Em que contexto ela se encaixa? É um jogo básico de roteiro de criar curiosidade para o depois. Já que está no roteiro, bem justificada, a premissa não soa apelativa.

Para completar, a série apela bastante para números musicais, aproveitando o talento de sua protagonista como cantora. A dublagem se esforça, mas desperdiça muitas dessas cenas, porém as traduções das músicas são muito bem feitas.

As visões da Raven

Um grande mérito da série está em seu elenco. Bem variado, a série foge dos personagens apelativos, ainda que conte com seus clichês – como Cory, por exemplo. A dinâmica imediata e as ótimas atuações até para os padrões baixos desse tipo de obra agradam para quem está com expectativas baixas. O humor em diversos momentos ameaça escapar a série adolescente e se aproxima de séries mais ambiciosas. Todavia, fica só na ameaça.

Assim sendo, temos na série tudo de bom que as séries da Disney eram capazes de nos oferecer. Como se trata de uma análise da primeira temporada, não vou atribuir o resto para efeito de critica, mas a segunda temporada da série evolui muitos aspectos dessa primeira. Raven é uma ótima protagonista e sua premissa diferente a coloca numa situação diferente das suas irmãs de emissora e as da concorrente. É, é ela!

Quem quiser saber quem sou, olha para o céu azul...Amante de infinitas coisas, desde animes, games, filmes, séries, música, futebol, literatura...Toda e qualquer uma dessas artes, mas, principalmente, a escrita, que torna minhas palavras imortais igual ao meu tricolor!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here