Sunderland Até Morrer (Netflix) – Resenha

0
227

Sunderland Até Morrer (Sunderland ‘Til I Die) – Resenha da série documental Netflix

sunderland-ate-morrer-resenha-netflix-cartaz.png

Título Original: Sunderland ‘Til I Die
Ano: 2018
Nº de Episódios: 08
Avaliação: ★★★★★ (Excelente)

Sunderland Até Morrer é mais uma parceria de um clube profissional de futebol com a Netflix, uma série documental que segue os mesmos moldes de Juventus: Prima Squadra, mostrando os bastidores de uma temporada de futebol e suas idas e vindas.

No entanto, ao contrário da série que acompanhou o time de futebol italiano – um dos mais poderosos do mundo, sempre candidato a títulos e com um elenco considerado galático -, Sunderland Até Morrer acompanha o time da cidade homônima, que é retratado em uma situação completamente: a equipe acabara de ser rebaixada para a segunda divisão do futebol inglês, após sucessivos anos na Premier League.

sunderland-ate-morrer-resenha-netflix

Logo, o time se encontra em um momento de reformulação e revisão de objetivos, deparando-se com uma série de revezes de um clube que acaba rebaixado: menor orçamento, debandada de jogadores, dificuldades para trazer reforços e, acima de tudo, uma atmosfera muito mais pesada que a encontrada na primeira divisão, uma vez que cada partida tem um peso enorme na batalha pelo acesso.

sunderland-ate-morrer-resenha-netflix-02.jpg

Mas, acima de tudo, Sunderland Até Morrer não é apenas uma série sobre um clube de futebol, mas sobre as pessoas. O time faz parte da identidade da cidade de Sunderland, no nordeste da Inglaterra. Está em tudo: nas casas, nos estabelecimentos, nos muros, até mesmo na Igreja e, sobretudo, nas pessoas. O clube é o responsável por tornar a cidade uma comunidade, que une famílias, amigos e desconhecidos; que não separa ricos dos pobres. Torcer para o Sunderland é ser parte de algo muito maior.

A famosa frase “o futebol nunca será só um jogo” fica evidente aqui, e a forma como a produção retrata isto torna a série um documentário ímpar. Sunderland Até Morrer vai muito além dos jogadores, treinadores e diretores, que não deixam de ser os atores principais, mas foca também nas pessoas que fazem o dia a dia do clube e, especialmente, em seus ilustres torcedores, que não deixam de acompanhar um único dia de jogo – mesmo que o Sunderland não canse de desapontá-los.

 

sunderland-ate-morrer-resenha-netflix-05.jpg

Além da construção imersiva proporcionada pela direção, a série conta com uma fotografia maravilhosa, que torna as passagens pela cidade de Sunderland épicas e mesmo emocionantes. A forma como os jogos são exibidos também é criativa e nos coloca praticamente dentro de campo, sentindo o drama dos torcedores, comissão técnica e jogadores.

Outro ponto altíssimo da obra é a abertura, facilmente uma das melhores produzidas pela Netflix em 2018, que ainda conta com uma linda música tema, “Shipyards“, composta e interpretada por The Lake Poets. A canção combina perfeitamente com o tom dramático e o clima proposto pelo documentário, uma ode aos corações sofredores e apaixonados de Sunderland.

sunderland-ate-morrer-resenha-netflix-04.jpg

Sunderland Até Morrer é imperdível para os amantes de futebol. Para quem não é, também, pois mostra de forma brilhante o lado humano do esporte e como ele pode mudar vidas e construir laços.

Confira outras resenhas de séries aqui. Siga o Meta Galáxia nas redes sociais e se inscreva no nosso canal!

ASSINATURA

Análise Crítica
Data
Título Original
Sunderland Até Morrer
Nota do Autor
51star1star1star1star1star

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here