One Piece Capítulo 0 – Strong World | Análise

129

Aproveitando a semana sem One Piece após o capítulo 1001, quero trazer a análise de Strong World, o capítulo 0 do anime que serve de prévia para o filme Strong World – que trarei análise assim que possível. Tal capítulo é importante por contar com vários flashes de pessoas importante para o anime e mostrar alguns momentos interessantes. Porém, causa duvidas até hoje em algumas questões, principalmente sobre a linha do tempo do anime.

Capítulo 0 não é só sobre Shiki

Barco de Roger x Frota de Shiki no capítulo 0.

Para começar, a criação e desenvolvimento de Shiki como um dos grandes é feita de maneira majestosa por Oda. Para variar, ele consegue encaixar um personagem poderoso em meio a tudo que já estava estabelecido e isso só é possível pela consistência e perfeito controle de Oda em sua obra. Além disso, a batalha de Ed Wor serve para compor mundo, mostrando que não só existia um mundo antes de Luffy, mas antes da própria Era dos Piratas. Tudo contribui para o andamento natural e fluído do universo de One Piece.

Sabendo disso, Oda mostra vários personagens ao longo do passar do tempo. Com exceção das cenas de Shanks, as demais servem só de curiosidade, mas agradam aos olhos e valoriza mais ainda os coadjuvantes – Nenhum dos cinco Mugiwaras originais é mostrado, por exemplo. Tudo em apenas 22 páginas.

O grande problema, decerto, acaba se tornando o próprio Shiki. O personagem em si é bom, ainda que seja o clássico vilão querendo dominar o mundo. Todavia, sua função na história acaba subutilizada pelo filme Strong World. Não sabemos se Oda mantém algum plano para o personagem afim de ignorar o filme, mas duvido muito disso. Já que se trata de um problema do filme, não podemos agregar tal defeito ao capítulo 0, que mantém sua qualidade.

Garp, Aokiji e outros marinheiros famosos no Capítulo 0 de One Piece.
Ver Aokiji puxando o saco de Garp é hilário.

Em conclusão, o capítulo 0 de One Piece é uma leitura obrigatória pra qualquer fã da obra de Oda e é muito mais do que um simples complemento, ainda que tenha sua relevância subutilizada na obra como um todo. Além disso, serve também para humanizar o personagem e a tripulação de Roger e dar aquele gostinho de ver bons personagens que pouco aparecem.

1 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here