Tomo-chan Is a Girl se estabelece uma jornada de auto-aceitação

O comportamento moleca de Tomo parece atrapalhar sua vida amorosa, mas o show sabe que ela é perfeita do jeito que é.

Tomo-chan Is a Girl

Tomo-chan Is a Girl se estabelece uma jornada de auto-aceitação

Sim, há alguns motivos para acreditar que Tomo-chan Is a Girl ser uma jornada de auto-aceitação! Cuidado, pois ainda vem alguns leves spoilers aqui. Originalmente, a obra é um mangá seinen escrito por Fumita Yanagida e que recebeu adaptação pelo Estúdio Lay-duce, com seus primeiros episódios na Crunchyroll entre os títulos a compor a nova temporada de animes de 2023. No lançamento do anime, a promessa ao público era uma comédia saudável, e que já conquistou fãs. A série está repleta de personagens peculiares e situações engraçadas, e seu protagonista, Tomo, é tão cativante quanto o previsto.

Tomo começa o ensino médio em alta, confessando seu amor a seu amigo de infância, Jun. No entanto, Jun interpreta mal a confissão de Tomo como uma declaração de amizade. Aparentemente, Jun nunca a viu como uma garota por quem ele pudesse se apaixonar, e sim como um “amigo”, “um parceiro” de escola. Conforme os memes, ela ficou na friendzone ou na parçazone. A partir desse momento, o único objetivo de Tomo passa a ser ganhar o respeito de Jun como uma garota – e possivelmente, fazê-lo se apaixonar por ela. Só que há muitas considerações sobre isso para refletirmos.

A receita para o desastre

Em primeiro lugar, poderíamos citar os amigos da protagonista. Primeiro, podemos dizer os nomes dos amigos do protagonista. Podemos chamá-los de receita para o desastre? Pode ser. O plano de Tomo para Jun vê-la como uma menina requer a ajuda de uma variedade de personagens. Outra boa amiga de Tomo, Misuzu, é fria e calculista e parece simplesmente detestar Jun. O amigo de Jun, Tanabe, parece estar ciente dos sentimentos de Tomo e está pronto para intervir.

A tensão entre Jun e Misuzu, os modos dinâmicos de Misuzu e um possível triângulo amoroso criam uma interação explosiva entre esses personagens. Tomo não apenas tem que lidar com seus próprios sentimentos, mas também pode precisar lidar com os sentimentos de seus amigos que estão envolvidos no caos. À medida que a amizade se desenvolve ou se desenvolve, também aumentam as possibilidades de situações cômicas – a vida escolar de Tomo está claramente prestes a se complicar.

Para conhecer todos os personagens da obra, confira em nosso portal: Os personagens de Tomo-chan Is a Girl!

A jornada de auto-aceitação de Tomo-Chan

O segundo ponto em questão é a auto-aceitação da protagonista. Enquanto Tomo se esforça para se tornar mais feminina – seja mudando a maneira como ela fala, se veste ou se comporta – o programa já está defendendo que ela permaneça como está. Jun valoriza sua amizade e afirma explicitamente que estaria perdido sem ela, dizendo que a vida seria chata sem Tomo nela.

Fica claro pela maneira como ele age que, apesar de não perceber os avanços românticos dela, ele está muito ciente de como ela é incrível. Ou seja, mesmo que não se apaixone nela, Jun nem teria feito amizade se não tivesse visto algo interessante em Tomo. Isso é bastante importante (até porque você não faz amizade ou se relaciona de forma romântica com o seu inimigo). Contudo, acho que ele está começando a despertar para seus encantos físicos também.

Contudo, cabe a Misaki dar voz à declaração que Tomo é perfeita como ela é e que ela é muito charmosa à sua maneira. Ou seja, Misaki não mudaria nada em Tomo; até mesmo sua surpreendente força física é algo que ele admira. O que falta é Tomo se aceitar como ela é, o que parece ser o rumo da obra.

Caroline Ishida Date
Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here