WandaVision Ep 3 – Review

SWORD? Ultron? As pontas soltas começam a se conectar

836

A era da TV a cores chegou a WandaVision em seu terceiro episódio. A série ainda mantém, aqui, seu tom cômico e, agora, ambientada nos anos oitenta/noventa com uma abordagem com toda pinta e estética de séries como Três É Demais, Seinfield e outras de grande sucesso do período. Veja os detalhes e nossas impressões sobre WandaVision Ep 3.

VEJA AQUI AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES DE WANDAVISION

Trilha e visual

Mais uma vez ponto forte, a trilha sonora, com uma abertura fortemente nostálgica dos grande seriados do fim dos anos 80 despertam desde o princípio a curiosidade sobre o que Wanda e Visão farão nesta época (e o porquê de estarem lá???), além de uma série de alívios cômicos com ganchos típicos das produções da época. Os figurinos também dão toda tônica.

Nova era em WandaVision

A repentina ambientação oitentista/noventista em WandaVision ep 3 mostra que a passagem de tempo na realidade de Wanda e Visão parece algo fluído, não diretamente relacionado ao que se passa com eles. Wanda está grávida – e sua gravidez parece causar efeitos colaterais em toda cidade de WestView, mas, de modo especial, em sua casa. 

E lá vamos nós – surpreendidos mais uma vez por reviravoltas – que são mais ágeis neste episódio. Os vizinhos começam a se comportar de modo estranho – e por muito pouco não revelando um segredo – bem como a ligeira e quase inexplicável gravidez de Wanda, que traz um desequilíbrio quase total aos seus poderes, gerando situações ainda mais surreais. 

Visão passa a suspeitar, cada vez mais, de que algo está fora do lugar, mesmo já acostumado aos diversos absurdos de sua rotina com Wanda. A Feiticeira Escarlate, por sua vez, ainda deixa a cargo do mistério seu real conhecimento sobre a realidade em que estão inseridos.

Wanda é ou não a responsável?

WandaVision ep 3 ainda não parece suficiente para trazer esta resposta. Algumas das reações de Wanda parecem mostrá-la no controle, especialmente quando seu marido se aproxima “da verdade” – ou ao menos da verdade que ela conhece. A Feiticeira também parece ciente de suas lembranças, ao falar sobre seu irmão.

O grande destaque é a menção a Pietro, o Mercúrio – fato mencionado por outra personagem e que faz a conexão definitiva com a realidade que conhecemos do universo MCU. 

Uma outra possibilidade é que, uma vez dentro deste simulacro cheio de surrealidades, os gêmeos de Wanda poderiam até mesmo ser, de algum modo, ela e Pietro.

O que esperar para o quarto episódio?

A teoria mais próxima é a de que Wanda esteja sob tutela da S.H.I.E.L.D, ou ainda, da S.W.O.R.D (note a referência no colar da personagem Geraldine) – agência contraterrorista de ameaças alienígenas – e que WestView seja de fato uma bolha fictícia sob a qual ela está sendo mantida e observada – bem como seus poderes controlados. Muito possivelmente, então, seremos apresentados a S.W.O.R.D no próximo episódio (e à organização dentro do MCU como um todo).

WandaVision ep 3 é tão bom quanto os dois primeiros; diverte com piadas muito bem colocadas e, paralelamente, avança ao que parece ser o real plano da série. Que tipo de mistério o episódio 4 ainda nos reserva? Veremos Wanda e Visão em outra época distinta? Fato é que a Marvel está realmente conseguindo prender até aqui e utilizar ótimos ganchos para encerrar seus episódios.

O que está achando de WandaVision? Quais são suas teorias? Conta pra gente!

Confira outras resenhas e matérias de séries aqui. Siga o Meta Galáxia nas redes sociais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here