Filme de Terror M3Gan mostra o poder da sugestão

M3GAN pode ser um clássico cult em formação. Seu sucesso prova que os filmes de terror PG-13 podem ser tão fortes ou melhores do que os classificados como R.

M3Gan

Filme de Terror M3Gan mostra o poder da sugestão

O recente lançamento do M3GAN recebeu muitos elogios dos críticos e credibilidade instantânea entre os fãs, devido ao seu enredo selvagem e senso de humor perverso. Tanto que ainda está nos cinemas, mas notícias recentes dizem que M3GAN retorna para sequência prevista para 2025! Nada disso requer o excesso de violência explícita de uma classificação “R” (restrito, ou seja, menores de 17 anos requer um acompanhamento dos pais ou responsáveis). Isso desmente a noção de que um filme de terror precisa ser completamente sangrento para ter sucesso.

A violência é o foco dos filmes de terror

Em primeiro lugar sobre esse tema, é valido enfatizar que estou falando diretamente da violência explícita, pois M3GAN trabalha justamente com a violência psicológica. Isso difere de muitas franquias famosas. Ao falarmos de sucessos de gênero como O Massacre da Serra Elétrica e Sexta-Feira 13, são obras deixaram sua marca com representações inovadoras – e altamente perturbadoras – da violência explícita na tela. Ou seja, mostrando mesmo o derramamento de sangue.

No entanto, dezenas de filmes muito menos íntegros usam a técnica como um atalho, substituindo a narrativa sangrenta por sangue e obtendo uma bilheteria confiável em resposta. Esta tendência tornou-se particularmente verdadeira nos últimos anos. Isso sugere que, embora uma classificação R nunca garanta um bom filme, ainda é necessário ser considerado terror “adequado”.

Uma das razões pelas quais filmes de terror com classificação R são bem-sucedidos é porque eles sabem como e quando atingir o público com coisas pesadas. A violência funciona em conjunto com as técnicas dos cineastas, em vez de chocar o valor por si só. It: Chapter One, por exemplo, envolve uma cena no banheiro de Beverly March, onde o sangue literalmente explode da pia. O que realmente nos amedronta? As cenas com poder de sugestão: a incapacidade de Beverly March quando está perto de seu pai abusivo.

M3GAN é um exercício de poder de sugestão

M3GAN entende essa lição de que as cenas com violência psicológica são muito mais tensas. É como falarmos também dos antigos filmes Nosferatu, por exemplo, em que sabíamos sobre todas as mortes, só que nunca víamos tudo o que acontecia. Na época, era um terror absurdo que amedrontava o público em geral. Ou seja, são obras que exercem o poder de sugestão, puxando muito do que é o abuso e da violência psicológica.

As maiores questões do filme M3GAN dependem de métodos técnicos testados e comprovados, em vez de algo explícito. Em um ponto, por exemplo, M3EGAN persegue um garoto valentão no caminho de um carro que se aproxima. O filme usa a velocidade do veículo e o contato influenciado para sugerir em vez de revelar. Da mesma forma, o assassinato da desagradável velha vizinha vem das mãos de sua própria lavadora de alta pressão.

Os resultados fizeram do filme um destaque inicial em 2023, com algumas das melhores críticas para um filme de terror em anos e uma bilheteria saudável no fim de semana de estreia.

Austra Caroline
Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here