Resenha do 6º episódio de Metallic Rouge – Convidado desconhecido

Anime produzido pelo estúdio Bones faz parte da temporada de Janeiro de 2024 e está disponível na plafatorma de streaming Crunchyroll.

Metallic Rouge

Resenha do 6º episódio de Metallic Rouge – Convidado desconhecido

Em um cenário onde humanos e seres artificiais compartilham o mesmo espaço, embarcamos em uma emocionante jornada ao lado de Rouge Redstar, uma garota andróide, e a investigadora Naomi Orthmann, enquanto desbravam Marte em uma missão crucial. O objetivo delas é neutralizar a ameaça representada pelos Nove Imortais, um grupo de andróides rebeldes que se opõem agressivamente ao governo estabelecido. Esta é a proposta de Metallic Rouge. Esta é a proposta que chamou a atenção de muitos fãs de animes – e estou inclusa nisso. Por isso, hoje decidi trazer a resenha do 6º episódio de Metallic Rouge – Convidado desconhecido. Será que está compensando assistir? Venha conferir! O anime faz parte da temporada de Janeiro de 2024 e está disponível na plafatorma de streaming Crunchyroll.

6º episódio de Metallic Rouge – Convidado desconhecido

Metallic Rouge

Rouge e Naomi seguem para a Terra, mas vários crimes ocorrem dentro da nave em que elas viajam. Elas e o detetive Ash devem trabalharem juntos para resolver o incidente.

Rouge e Naomi decidem embarcar em um luxuoso cruzeiro de volta à Terra, enquanto Ash recebe um chamado de seus superiores e também se junta à viagem. Surpreendentemente, Giallon consegue infiltrar-se na nave, graças ao seu ato brutal de assassinar e assumir a identidade de um tripulante que estava trabalhando ali. Coitado, podia nem mesmo trabalhar em paz. Aliás, esse episódio acontece muita coisa. Paralelamente, Gene tem um encontro com seu superior, Chefe Chau, que o alerta sobre a presença de uma agente infiltrada da Ochrona em Alethia. Não expecificou quem seria o espião, deixando a gente no suspense e com várias teorias. Enquanto desfrutam das comodidades da nave, Rouge e Naomi conhecem e conversam com os irmãos gêmeos Aes e Alice, ampliando suas conexões. Aes é um rapaz gentil, enquanto sua gêmea faz o estilo mandona.

Nunca há um único dia de paz

Metallic Rouge

Entretanto, Giallon inicia uma série de assassinatos indiscriminados entre os convidados e tripulantes, utilizando diversos disfarces para semear caos e pânico a bordo. A maior parte do tempo, ele usa a forma do rapaz que assassinou no início do episódio. Depois, foi mudando de forma várias vezes (até mesmo para um cachorro) para confundir a tripulação. Chegou ao ponto dele usar a forma de Naomi, o que gerou algumas consequências desagradáveis. Assumindo o controle da investigação, Ash prende Naomi, enquanto Rouge se lança em uma busca frenética por Giallon. Em uma emboscada, Ash é ferido pelo criminoso, enquanto Naomi escapa e se reúne com Rouge. Juntas, conseguem rastrear e encurralar Giallon, obrigando-o a um confronto com Rouge no exterior do navio.

E é muito bom quando chega na parte das porradarias. São muitas lutas boas no anime. Durante a batalha, Giallon revela sua responsabilidade pela morte do pai de Rouge, Roy Junghardt. Consumida pela raiva, Rouge o expulsa da nave, deixando-o à deriva no espaço. Testemunhando o confronto, Ash finalmente percebe a verdadeira identidade de Rouge como o Nean vermelho que ele estava procurando. Finalmente, já que ele chegou a fazer um acordo com Naomi nos episódios anteriores só para descobrir essa informação.

Contudo, o episódio termina com um problema ainda maior para Rouge. Ao reunir-se com Naomi, esta revela ser uma agente da Ochrona, colocando Rouge sob prisão e lançando uma reviravolta surpreendente na trama. Isso foi de surpreender qualquer um, na real. Inclusive, uma observação que não posso deixar de falar aqui. Em primeiro lugar, nos episódios anteriores, já se foi falado várias vezes que Neans teoricamente não podem atacar outros Neans e muito menos os humanos. Seria da programação dos Neans serem assim. O problema? Algo que Rouge fez neste episódio foi justamente bater em um monte de gente. Em segundo lugar, fala-se que há um espião por aqui. Então, não sei porquê algumas pessoas ficaram tão confusas com essa prisão de Rouge, já que só poderia ser graças a uma dessas duas opções.

Trailer

Obrigada por ler até aqui! Você sabia que o portal Meta Galáxia possui muitas resenhas e análises? Se procura por mais animes legais, você também poderá conferir em nosso portal: Resenha de Bureau of Paranormal InvestigationResenha da 1ª temporada de Black Summoner (2022)Resenha de Trigun Stampede (2023) e Resenha da 1ª temporada de Chainsaw Man: Compensou acompanhar?? Nós também temos as resenhas da 1ª temporada de Tokyo Revengers2ª Temporada de Tokyo Revengers (2023) e da Resenha da 3ª temporada de Tokyo Revengers. Além disso, você também pode ler a nossa matéria: Critérios – Como fazemos Críticas e Análises.

ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
6º episódio de Metallic Rouge - Convidado desconhecido
Caroline Ishida Date
Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕
resenha-do-6o-episodio-de-metallic-rouge-convidado-desconhecidoMetallic Rouge, produzido pelo renomado estúdio Bones, brilha como uma adição notável ao universo de animes de ficção científica. Com uma trama envolvente e personagens cativantes, a série entrega uma experiência visualmente deslumbrante, combinando a qualidade de animação característica da Bones com uma narrativa intrigante. A habilidade do estúdio em criar mundos futuristas e aprofundar conexões emocionais entre os personagens contribui para o apelo geral da obra, deixando os espectadores ansiosos por mais reviravoltas emocionantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here