Game review: Panda Punch, o mais novo jogo de plataforma com gráficos pixel-art clássicos

Panda Punch

Game review: Panda Punch, o mais novo jogo de plataforma com gráficos pixel-art clássicos

Panda Punch é um jogo retrô de plataforma e quebra-cabeça no qual você deve controlar um gracioso panda vermelho e salvar o mundo de robôs alienígenas. Sendo um jogo com uma estética fofa e uma proposta puxando de ficção científica, como não jogar? Hoje, aqui estou com a game review de Panda Punch, o mais novo jogo de plataforma com gráficos pixel-art clássicos!

Panda Punch

Ficha técnica de Panda Punch

Desenvolvedora: Ninja Rabbit Studios

Publicação: Ratalaika Games (Site oficial: Ratalaika Games S.L.)

Gênero: plataforma

Lançamento no Brasil: 16 de dezembro de 2022 para PlayStation 4 e PlayStation 5, Xbox Series X/S e Xbox One. Você também poderá encontrar para PC via Steam!

Enredo de Panda Punch

Panda Punch

O jogo tem uma proposta que achei bastante interessante, com uma pegada dos gêneros de ação e de ficção científica. Conforme vimos acima, os jogadores de Panda Punch controlam um panda vermelho, mas que se machuca durante a invasão alienígena. Ele perde a pata em meio à confusão. Felizmente, seu pai é um ferreiro que possuía peças sobressalentes constrói uma pata mecânica para o filho. E é com essa nova ferramenta que nós vamos aniquilar robôs inimigos, assim como ativar interruptores e mover caixas. Posteriormente, o herói panda aprende novas habilidades que o ajudam a superar abismos e outros obstáculos.

Jogabilidade e mecânicas

Panda Punch

De maneira geral, a jogabilidade e as mecânicas do jogo são relativamente simples. Talvez, seja perfeito para quem não quer um jogo que clica vários botões ao mesmo tempo, mas ainda assim precisa ser rápido para pular nos lugares ou atacar robôs que estão te atacando antes que te matem. No console PlayStation, é só clicar o ‘quadrado’ para atacar. Pule, ataque e solucione quebra-cabeças! Lembrando que o herói panda aprende novas habilidades que o ajudam a superar abismos e outros obstáculos. Dessa forma, você poderá voltar algumas fases anteriores para pegar os colecionáveis e acessar áreas escondidas.

Colecionáveis e áreas escondidas

Panda Punch

Onde Panda Punch se destaca é quando você tenta encontrar as moedas especiais, que estão escondidas (algumas melhores que as outras) e requerem habilidades para encontrá-los. Como tal, você não pode localizá-las todas até ter progredido no jogo. Esses itens colecionáveis e as cartas para atualizar seu equipamento. Ou seja, é só você voltar para onde está seu pai e pedir um upgrade no equipamento (ou na sua vida também, se assim preferir). Portanto, encontrar cada um é essencial e é um desafio divertido de superar.

Infelizmente, há poucos outros desafios legais em um total de 58 leveis. Sim, há chefes e uma pequena lista de monstros para derrotar, mas não são batalhas intensas e poderia ter mais quebra-cabeças legais no decorrer do jogo.

Panda Punch é legal para passar o tempo sim, mas há algo que poderia melhorar

Panda Punch

Eu estaria mentindo se eu dissesse que Panda Punch não tem um potencial enorme para ser um jogo excelente. Um jogo todo bonito, uma música interessante, um herói fofinho em uma pegada ficção científica? Muito bom. Dessa forma, estou pontuando com 5 estrelas porque me diverti bastante jogando. Entretanto, preciso dizer que Panda Punch poderia ter algumas atualizações para se tornar algo tão sensacional como os recentes lançamentos Jitsu Squad e Absolute Tactics: Daughters of Mercy.

Em primeiro lugar, constantemente lemos em alguns portais de venda que o jogo é do gênero quebra-cabeças. Para se adequar melhor ao gênero, poderia ter mais puzzles além de simplesmente achar as moedas especiais escondidas em algum lugar. Talvez, até outros itens especiais escondidos ou mais enigmas, mas não unicamente as moedas. E ter mais puzzles poderia ser mais interessante a alguns jogadores do que simplesmente ter mais robôs para derrotar, mas mais robôs diferentes parece uma boa ideia.

Além disso, há características que poderiam melhorar. Se a gente cai em determinados locais, a gente fica travado. Impossível continuar porque ficamos preso em um cantinho. Só podemos sair dali se reiniciarmos a fase por completo ou simplesmente morrer para algum robô. A dificuldade poderia consistir em, justamente, mais puzzles para resolver e robôs para destruir, e não ficar travado em algum canto. Se tiver alguma atualização em Panda Punch, preferencialmente com algum novo desafio, será um jogo que fará o público se apaixonar bastante!

Obrigada por ler até aqui! Você sabia que o portal Meta Galáxia possui muitas resenhas e análises? Se procura por mais jogos legais, então leia algumas de nossas últimas publicações: Review Resident Evil 4 Remake e Review Diablo IV: O que achamos do novo lançamento da Blizzard?? Também não poderia faltar Review de Affogato, o RPG estratégico de anime e magia! Além disso, também temos Análise de The Quarry, o mais novo jogo eletrônico de suspense interativoReview de Sunshine Manor: O que achamos do novo jogo de terror da desenvolvedora Fossil Games e Análise de Rogue Lords, o roguelike sombrio que nos convida a jogar com vilões! Além disso, você também pode ler a nossa matéria: Critérios – Como fazemos Críticas e Análises.

ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
Panda Punch
Austra Caroline
Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕
game-review-panda-punch Game review: Panda Punch, o mais novo jogo de plataforma com gráficos pixel-art clássicos Panda Punch é um jogo retrô de plataforma e quebra-cabeça no qual você deve controlar um gracioso panda vermelho e salvar o mundo de robôs alienígenas. Sendo um jogo com uma...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here