Análise de Rogue Lords

Análise de Rogue Lords, o roguelike de fantasia sombria que nos convida a jogar com vilões e a usar poderes sombrios para obter a vitória

117

Análise de Rogue Lords

Análise de Rogue Lords, o roguelike de fantasia sombria que nos convida a jogar com vilões e a usar poderes sombrios para obter a vitória

Boas vindas ao Inferno, mortais! Rogue Lords é um roguelike sombrio de fantasia em que você NÃO joga com os heróis, mas sim com o Diabo e seus discípulos! A proposta básica: lidere gênios do mal em eventos e combates para espalhar o terror. Além disso, crie sinergias entre seus discípulos, use seus poderes malignos e vingue-se dos infelizes Caçadores de Demônios.

Rogue Lords é um jogo muito legal e nada clichê, afinal você jogará com os vilões e enfrentará os Caçadores de Demônios. Sua expectativa é de jogar com o Van Helsing? Lamento, pois a luta é contra ele! Ainda mais que é o próprio Diabo desejando dominar a humanidade!

O jogo está disponível pela Steam e foi desenvolvido pela Leikir Studio e pela Cyanide Studio e distribuído pela Nacon. Rogue Lords é um jogo bem recente, lançado para computador em 30 de setembro de 2021. No início de 2022, o jogo estará disponível nas plataformas PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch.

Os Gráficos de Rogue Lords

Captura de tela da entrada de Rogue Lords
Captura de tela da entrada de Rogue Lords

Creio que, caso existam reclamações sobre o jogo, então não serão muitas. Afinal, Rogue Lords cumpre tudo o que promete, com a sua aventura realmente bela e sombria. Os gráficos colaboram com isso, ainda mais que não é um daqueles jogos brilhantes em exagero ou escuros demais.

Além disso, Rogue Lords possui uma arte tão bem trabalhada onde você enxerga bem todo o cenário, os personagens, os poderes… enfim, tudo é nítido! E o melhor: não é um jogo muito pesado. Mesmo não sendo um jogo tão pesado, não deixe de conferir se seu computador é compatível com a descrição do jogo na Steam.

Jogabilidade e mecânicas

Análise de Rogue Lords
Personagens jogáveis iniciais: Bloody Mary, Conde Drácula e Cavaleiro-Sem-Cabeça

Neste roguelike sombrio, os combates são feitos por turnos. Para quem não está habituado com o estilo de combate: em suma, você tem os momentos certos em que pode atacar o oponente, e após atacar você terá que aguardar todos os movimentos do oponente. Seu turno, você ataca. Turno do oponente, ele te ataca e você poderá fazer nada a respeito.

No início de cada fase, você monta a sua equipe com os três Discípulos do Diabo. Os personagens têm habilidades únicas de ataque e defesa, e nenhum deles se limita a um único papel. Por exemplo, Bloody Mary tem como principal estratégia o uso dos poderes psíquicos, mas você não precisa se limitar a isto. Sendo assim, então escolha a sua equipe com base em seu estilo favorito e adapte o arsenal de habilidades de seus Discípulos aos eventos para conseguir derrotar os inimigos mais poderosos.

Cada discípulo tem suas próprias habilidades especiais, ou seja, cada um possui uma jogabilidade específica. Você precisará escolher diferentes combinações de feitiços e maldições para criar sinergias diabólicas.

Captura de tela de Rogue Lords
Captura de tela de Rogue Lords

Entenda mais sobre os discípulos do Diabo e a jogabilidade interessante do jogo:

De início, começamos Rogue Lords com os personagens Bloody Mary, Conde Drácula e Cavaleiro-Sem-Cabeça. Com essa equipe, entendemos toda a questão da sinergia. Por exemplo, Conde Drácula foi criado para ser um dos discípulos mais fortes do jogo, possuindo principalmente poderes psíquicos e espirituais. Ele tem ataques interessantes, alguns desses ataques são para roubar o sangue dos oponentes, e além disso, possui poderes que interagem com os outros discípulos, servindo para aumentar o ataque ou para permitir utilizar novamente os seus poderes. Bloody Mary já usa um espelho como uma de suas mecânicas de batalha, enquanto o Cavaleiro-Sem-Cabeça já faz o estilo de chegar logo na porradaria.

Os discípulos poderão utilizar diretamente do poder do próprio Diabo para abrir portais ou em suas batalhas, mas use isso com cuidado! Se não, você gasta tudo de uma vez e, posteriormente, pode precisar para batalhas mais árduas!

Com o tempo, podemos jogar com os outros discípulos do Diabo: Barão Samedi, Doutor Frankstein e sua criatura, White Lady, Lilith e Hecate. Não se esqueça que cada um tem um estilo de batalha, e escolha-os conforme seu estilo favorito!

Há apenas uma coisa que eu creio que poderia melhorar na jogabilidade para computador: a forma de caminhar. Você andar e pegar as coisas pelo mouse é meio estranho, sendo que poderíamos perfeitamente caminhar utilizando as setas do teclado.

Captura de tela de Rogue Lords
Captura de tela de Rogue Lords

Em conclusão da Análise de Rogue Lords

Em conclusão, essa é a nossa análise do jogo Rogue Lords. Certamente, você irá se divertir bastante após adquirir pela Steam. E aproveite, porque não é um jogo caro e é diversão garantida! A única parte que poderá ser triste para muitos: o jogo é totalmente em inglês.

Leiam também em nosso portal: Análise de Labyrinth City: Pierre The Maze Detective.

Para quem desejar maiores informações sobre Rogue Lords:

Site oficial do jogo: Rogue Lords (rogue-lords.com)

Twitter: @RogueLords

Assista ao trailer do jogo:

Assista também aoGameplay com os discípulos:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here