Pokemon em portugues? Nintendo e a dificuldade em traduzir games para a nossa língua

Quando teremos Pokemon em Portugues? E Zelda? Resposta da Nintendo não é a que os fãs e consumidores querem ouvir.

Quando teremos Pokemon em Portugues? E Zelda? Resposta da Nintendo não é a que os fãs e consumidores querem ouvir.

Um dos países que mais consomem Nintendo, e um dos idiomas que mais consomem games é negligenciado pela empresa ainda não tem Pokemon em portugues

Há um tempo atrás, logo que foram anunciados os Pokémons Violet e Scarlet, houve um movimento dos fãs que levantaram a campanha “Localize to Portuguese” que significa, em português, “Localize para o português”. Essa campanha puxa o coro para que a Big-N faça traduções de seus games, mais especificamente Pokémon, para a nossa língua.

Essa campanha teve grande repercussão, e chegou a ser top trends no Twitter. Aliás, o movimento foi tão grande que criaram até “logo” para o pedido, e envolveram a campeão do BBB 21, Juliette, que gravou um vídeo no seu Stories do Instagram.


A Nintendo respondeu, mas não foi a resposta que queríamos

Depois de alguns dias, a Nintendo resolveu responder, e o porta voz da empresa foi Jorge Vieira, chefe da Nintendo em Portugal.

Sua resposta foi o oposto do que os fãs queriam ouvir, e completamente na contra mão do que os fãs da Nintendo merecem. O que esperamos da Nintendo é que, depois de 25 de existência, 9 gerações de monstrinhos, a Nintendo não teve a coragem, ou não se deu ao trabalho de traduzir o game para Português (PT e PT-BR).

Essa tarefa, na teoria, é uma das mais simples a serem executadas na produção de um game desse porte. Não estou desmerecendo a Localização, que obviamente deve ser um trabalho muito bem feito, mas sim levando em conta a proporção do trabalho perante o tamanho da franquia Pokemon, o tamanho do game e o tamanho da Nintendo.

Além disso, os games da Nintendo em suma maioria não possuem dublagem, que é o caso de Pokémon e Zelda, o que tornaria a localização muito mais simples.

Para eles, sim, deveria ser algo simples.

E senhor Jorge Vieira, a resposta que queríamos não era essa que vem logo abaixo, e sim “Vamos conversar com a matriz e tentar viabilizar isso para os nossos fãs”. Aliás, veja abaixo a declaração do chefe da Nintendo em Portugal:

A localização é um tema que não cabe a cada país. Obviamente, se a decisão dependesse apenas de nós aqui em Portugal, teríamos os jogos localizados, mas é um processo que envolve muita gente na decisão. Não é tão fácil como às vezes leio, com alguma ingenuidade, que é pegar três ou quatro pessoas, traduzir e está tudo certo. É um processo sistemático que precisa cumprir um certo padrão de qualidade não só da tradução, como da revisão, algo que envolve muitas pessoas e leva o seu tempo.”

Jorge Vieira, Líder da Nintendo Portugal
juliette pokemon
@dodiskins

Pokemon em portugues, Zelda em portugues? Não vem tão cedo

Infelizmente, a Nintendo abandona a língua portuguesa, com 255 milhões de falantes, NONA mais falada no mundo, praticamente empatada com as 4 antecessoras Russo (258mi), Bengali (265mi), Árabe (274mi) e Francês (277mi). Detalhe, para Russo e Francês o game possui tradução.

A resposta de Jorge Vieira e a postura da Nintendo causa revolta para os fãs das franquias como Pokémon, Zelda, Mario, Metroid, Animal Crossing e tantas outras marcas exclusivas da gigante japonesa. Além disso, os fãs acabam sendo alvo de chacota e piada na comunidade gamer, por adorar franquias ao passo que a empresa cobra valores absurdos por seus jogos e faz pouco caso de seus consumidores.

Gostaria de deixar aqui o aviso para a BIG-N e para o senhor Jorge Vieira: temos grandes empresas de tradução e localização que fariam um trabalho excelente, valorizem seus consumidores e fãs, eles que fazem a empresa de vocês, ou voltem a vender cartas de baralho.

Enquanto isso, se você estiver ansioso para conhecer um pouco mais sobre o próximo lançamento, confira Pokemon Scarlet e Violet e seus monstrinhos já confirmados.

Publicitário e "marketeiro digital" de profissão, desenhista e ilustrador totalmente amador. Palmeirense, amante de basquete, admirador da cultura japonesa, viagens e Coca-Cola. Vale dizer que considero videogames a arte mais completa que existe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here