Quais foram os SEUS jogos favoritos em 2020?

280
Super Mario Galaxy e Metroid Other M podem chegar ao Nintendo Switch -  Combo Infinito

2020 não foi um ano muito bom, esta é a frase mais clichê que você viu este final de ano, mas eu precisava iniciar a postagem com algo. Videogames fizeram parte da vida de muitos nesse período, certamente nem todos puderam jogar o jogos do ano. Mas isto não importa, não estamos aqui para tentar ocupar o lugar do The Game Awards. Venho aqui para compartilhar com vocês, os meus jogos favoritos que eu joguei este ano, não importando o ano de lançamento ou mesmo quesitos técnicos, apenas o quanto me diverti.

Another Metroid 2 Remake

Grupo lança remake (colorido!) do Metroid 2 - Meio Bit

Um dos jogos que eu realmente não esperava nada, mas me surpreendeu positivamente foi Metroid 2 para o Gameboy. (Inclusive, em breve, vou preparar uma série de reviews especificadas para cada um dos Metroid). Gosto bastante da série Metroid, mas nunca tive interesse em jogar o segundo, acabei me dando conta que ignorei um ótimo jogo.

Diferente do Super Metroid, este é bem linear e com uma proposta levemente diferente, pois além de explorar também é preciso caçar e exterminar os Metroid. Apesar de na versão original não contar com mapa, o jogo não deixa o jogador confuso, mesmo com a paleta limitada do Gameboy, pois a progressão é muito bem conduzida.

Se tornou um dos jogos que eu faço questão de indicar para qualquer fã de Metroidvania. Porém, como eu sei que jogos do Gameboy podem afastar gente por causa de gráficos, deixo aqui a menção ao Another Metroid 2 Remake. Um projeto de remake feitos por fãs, com gráficos baseados em Super Metroid e Zero Mission, que podem chamar bastante atenção, além de várias adições bem legais, como chefes e áreas.

Assassin’s Creed (2007)

Assassin's Creed™: Director's Cut Edition no Steam

Uma série que eu sempre tive um enorme interesse em conhecer, mas não tinha até então onde jogar foi Assassin’s Creed. Eu particularmente nunca gostei de jogos Sandbox, mas também Assassin’s Creed me surpreendeu positivamente.

Tematicamente falando a franquia me atrai, pois mistura tecnologia, com viagem no tempo, história se passando por várias gerações, entre outras coisas. O jogo em questão se passa em meados da Idade Média, mas especificamente durante a 1191, época da terceira cruzada. Agora se quer saber o que aconteceu nessa época, tem que resolver com seu professor de história, pois eu sou de matemática.

Algo que particularmente me incomodou durante o jogo são as missões, que são bastante repetitivas. Felizmente o jogo tem poucas fases, com bastante conteúdo, então eu só fui perceber que tava ficando repetitivo nas fases finais. Missões como subir em torres e salvar cidadãos, são as que mais irritam. Felizmente, nem todas as missões são necessárias, então fica a cargo do jogador escolher se quer ou não.

Ace Combat 2 (1997)

Ace Combat 2 Playstation 1-Review - WiseGamer

Uma franquia bem pouco popular que nasceu no PlayStation, mas que lança jogos até hoje, sendo o mais recente Ace Combat 7 : Skies Unknown, lançado em 2019, para PC, Xbox One e PS4. O que eu joguei foi o lançado para o PlayStation, em 1997.

No geral o jogo é um simulador de combate aéreo, onde você precisa destruir um certo número de inimigos, suas bases entre outras coisas especificas em cada mapa. Não é um jogo que eu tenho muito a falar, mas é bastante divertido, porém, eu achei este título muito fácil e acabei terminando ele com um gostinho de quero mais.

BioHazard (1997)

Resident Evil 1 para PS1 • Classe Nerd

Adoro deixar gente doida falando o nome japoneses dos jogos, e para os mais informados, este é o título japonês de Resident Evil. Um fato marcante de 2020, foi que eu finalmente comecei a jogar jogos apenas em japonês. Apesar de Resident Evil não mudar muita coisa, afinal o jogo está dublado em inglês, mesmo na versão japonesa.

Eu particularmente nunca joguei nenhum dos Resident Evil clássicos por mais de 30 minutos, e resolvi pegar este para testar. Foi uma experiência muito interessante, o primeiro, principalmente a primeira versão do PlayStation, pode não ser considerado um dos melhores da série. Contudo, a ambientação, a historinha que é contada, a dificuldade, a exploração me deixaram bem emerso no jogo e fechei a campanha da Jill bem rápido, depois vou tentar fechar com o Chris que é um modo mais difícil.

Super Mario Galaxy (2007)

Revisão do Super Mario 3D All-Stars: uma viagem ao passado

No finalzinho de 2019 eu comprei um Nintendo Wii, que aproveitei melhor em 2020. Claro, ainda a títulos e títulos para conhecer, a medida que for conseguindo joga-lós, talvez venha falar um pouco sobre. Entretanto, se eu tivesse que citar uns dos que mais me divertiu foi Super Mario Galaxy. Um jogo que primeiramente encanta pelo visual extremamente bonito, mas encanta ainda mais com suas ideias.

No jogo, a princesa Peach foi raptada mais uma vez, desta vez junto com o castelo e levada ao espaço, que é onde o jogo se passa. Durante o jogo o Mario vai viajando entre várias galáxias e entre os pequenos planetas destas galaxias. Planetas que variam em formatos, inclusive plano. É um jogo que tem muitas ideias bastante criativos, principalmente brincando com eixos de gravidade de cada planeta, perspectivas, certamente uma das experiências mais divertidas que tive ano passado.


Este ano eu não cheguei a jogar muitos jogos, ou mesmo cheguei a zerar muitos. Tinha uma vontade de conhecer mais fundo títulos desconhecidos em vários consoles, principalmente os da SEGA, que eu não tenho tanta familiaridade, talvez este ano. Por enquanto, quero que vocês digam para mim qual foram os melhores jogos de 2020 para você, não importando o ano de lançamento. Até breve!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here