Mulheres estão se destacando no PUBG MOBILE

Mulheres estão se destacando no PUBG MOBILE; embora a participação feminina esteja crescendo, ainda há bastante espaço para elas

Mulheres estão se destacando no PUBG MOBILE; embora a participação feminina esteja crescendo, ainda há bastante espaço para elas

As mulheres estão se destacando no PUBG MOBILE. Para quem pensa que o mundo dos games é exclusivamente masculino, elas estão mostrando que há espaço para a diversidade.

O mercado dos games para mulheres, inclusivo, está em crescimento. Um estudo feito pelo Pesquisa Game Brasil (PGB Brasil) em 2021 mostrou que 72% dos entrevistados têm o costume de jogar. Destes, mais da metade são mulheres (51,5%). Delas, 62,2% preferem jogar utilizando o smartphone.


Para incentivar ainda mais a participação das mulheres no mundo dos games, o PUBG Mobile tem promovido iniciativas que têm foco no público feminino. Entre elas, campeonatos como o Artemis e o Valkirias, além das casters, analistas e pro players femininas em torneios oficiais majoritariamente masculinos.

Um dos destaques é Pauli, apelido da uruguaia Paulina Pigurina, de 19 anos, que compete pelo time brasileiro Influence Range, em uma line-up mista. Embora tenha conhecido o PUBG MOBILE em 2018, sua paixão por jogos começou bem cedo, por volta dos sete.

“O PUBG MOBILE mudou muito minha vida, eu estava estudando e em 2019 eu decidi deixar isso para me dedicar mais. Quando alguém é profissional, tem que se dedicar muito e eu não sou fã de fazer as coisas pela metade”, explicou.  

A uruguaia já passou por outras organizações como INTZ, Loops, BRK. Para ela, a maior conquista é o respeito e a admiração adquiridos.

“Tanto faz se eu ganhar alguns campeonatos ou tanto faz se ganho muito ou pouco dinheiro, o que eu realmente quis desde que iniciei foi ter isso [respeito e admiração] e eu acho que tenho essas coisas, então essa é minha conquista”.

Mais mulheres em destaque

Mulheres estão se destacando no PUBG MOBILE; embora a participação feminina esteja crescendo, ainda há bastante espaço para elas

Daniela Leona Dantas, host e caster do Brasil Open de PUBG MOBILE é outro destaque entre as mulheres. Nascida no Ceará, ela faz parte do staff do time Honored Souls, também é dentista, streamer e a primeira mulher a ser narradora de um campeonato oficial aberto.

Durante a pandemia, as atividades ligadas ao PUGB Mobile ganharam ainda mais força. “Hoje, além de dentista, me vejo também como gamer, descobri um outro ramo que me identifico e gosto”, conta.

Para ela, embora o número de mulheres no cenário competitivo e gamer esteja em crescimento, ainda há espaço para o interesse feminino na área. “Fica aqui minha chamada para as mulheres a abrirem mais o leque de possibilidades para que cada vez mais busquem novas formas de entretenimento e novos hobbies que antes eram exclusivos dos homens”, finaliza.

Veja outras publicações sobre o universo feminino aqui. Acompanhe as novidades nas nossas redes sociais: Instagram, Twitter e Linkedin.

Ana Cunha é jornalista e cientista política, tem mais de 20 anos de experiência em comunicação empresarial e, nos últimos anos, migrou para o Marketing Digital. É curitibana, mãe de gêmeos, apaixonada por séries e filmes baseados em histórias da vida real.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here