Ela é Demais – Resenha

0
260

Ano: 1999
Título Original: She’s All That
Dirigido por: Robert Iscove
Avaliação: ★★★☆☆ (Bom)

Em Ela é Demais, Zack é um garoto super popular e que namora a garota mais famosa da escola (Taylor). Quando ela o troca por um ator, a popularidade de Zack começa a ruir e para não ficar para trás e dar a volta por cima, ele aposta com seu amigo (Dean) que consegue conquistar qualquer garota e transforma-la em rainha do baile. Dean escolhe um alvo difícil, Laney, uma garota que vive em seu mundo e não se interessa por fama, popularidade ou algo do tipo. E o que deveria ser uma aposta, acaba tomando ares muito mais profundos do que ambos esperavam.

O roteiro pode até ser clichê (o garoto popular que se interessa pela garota CDF), mas funciona perfeitamente, tanto no período em que foi lançado (quando as coisas pareciam mais simples no cinema juvenil), como agora, para sentirmos um pouco da nostalgia jovem que invadiu as telonas no início dos anos 2000.

É um daqueles filmes que você sabe como começa, qual será o meio e qual será o fim. Porém, mesmo assim é possível se encantar pelo longa. O fator principal é a relação entre Zack e Laney, que, conforme vai crescendo, transforma o filme em algo bonito e profundo. Alguns diálogos são interessantes também, e mostram um sentimentalismo necessário à trama.

Ela é Demais é um filme jovem muito bom e tranquilo de se assistir.

Análise Crítica
Data
Título Original
Ela é Demais
Nota do Autor
31star1star1stargraygray

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here