A prequela de Zelda: Breath of the Wild tem viagem no tempo

Não sabemos mais o que esperar

Hyrule Warriors: Age of Calamity - A prequela de Zelda: Breath of the Wild tem viagem no tempo, eis por que isso importa

A prequela de The Legend of Zelda: Breath of the Wild tem viagem no tempo, eis por que isso importa

Isso mesmo! A prequela de The Legend of Zelda: Breath of the Wild tem viagem no tempo.

Hyrule Warriors: Age of Calamity tem uma nova demo da eShop disponível para download, que dá aos jogadores uma amostra do próximo jogo de hack-and-slash. Embora grande parte da demo tenha você lutando contra bandos de Bokoblins, a abertura da demo provoca algumas possibilidades tentadoras para a totalidade do jogo.


Na cena inicial, Hyrule Warriors: Age of Calamity começa no futuro, quando Zelda impede Ganon de continuar sua fúria em Hyrule. Isso é notável porque tecnicamente, Hyrule Warriors: Age of Calamity deveria ser uma prequela.

Mas quando o poder de Zelda desperta, vemos um mini guardião ligar e, de repente, pular em um portal. O portal leva o tyke ao passado, onde acontecem os eventos de Hyrule Warriors: Age of Calamity. A viagem no tempo não é novidade para a franquia Zelda – em The Legend of Zelda: Majora’s Mask, é uma mecânica em si. Mas a razão pela qual esta é uma decisão curiosa para Hyrule Warriors: Age of Calamity é que isso significa que não podemos supor o que acontecerá durante o jogo.

Todo esse tempo, os fãs pensaram que a prequela inevitavelmente terminaria em tragédia. Afinal, em Breath of the Wild, os campeões estão mortos há muito tempo. Em Age of Calamity, os campeões estão todos vivos e se preparando para defender Hyrule da ameaça de Ganon.

Se a viagem no tempo estiver na mesa, os desenvolvedores da Koei Tecmo não precisam seguir os eventos que levam ao Breath of the Wild. Eles poderiam, de fato, apenas abrir uma nova linha do tempo na qual algo mais acontece. Já, mudando a tapeçaria de mitos que vemos no início de Breath of the Wild, há especulações de que Age of Calamity pode apresentar mais campeões – as imagens originais mostravam apenas um campeão por Divine Beast. Agora são dois! O que isso significa? Os campeões vencerão contra Ganon desta vez? Não importa, é claro, que o mini guardião que coloca tudo em movimento nem exista em Breath of the Wild.

Além disso, os mineradores de dados que examinaram os arquivos do jogo encontraram ícones pertencentes a várias inclusões de personagens surpreendentes (e spoilers). Embora esses ícones possam significar qualquer coisa e não impliquem necessariamente que poderemos jogar com essas figuras, a combinação de viagem no tempo e sua aparente inclusão no jogo significa que tudo é possível.

Prepare-se, pois The Legend of Zelda: Age of Calamity, para o Nintendo Switch, pode ser um passeio.

Confiram aqui mais notícias em nosso portal!

Goiana. Arqueóloga, focada em Educação Patrimonial. Redatora. Escritora. Apaixonada pela Cultura Brasileira e pela Cultura Geek. Cosplayer nas horas vagas gótica e gamer. Aqui no Meta Galáxia, colaboro com matérias sobre o universo geek: notícias, entrevistas com cosplayers, listas de filmes e animes, análises de animes e jogos, curiosidades e muito mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here