Biografia: Ekko, o Rapaz que Estilhaçou o Tempo, de League of Legends e Arcane

ekko league of legends

Biografia: Ekko, o Rapaz que Estilhaçou o Tempo, de League of Legends e Arcane

Ekko é um campeão fictício do jogo League of Legends, desenvolvido e publicado pela Riot Games. Ele foi lançado em maio de 2015 como um assassino ágil e versátil. Assim como Jinx, ele aparece em Arcane, uma série de animação da Netflix que quero muito novas temporadas!

Ekko, um talento extraordinário nas perigosas ruas de Zaun, utiliza habilmente o poder temporal para reverter qualquer situação desfavorável ao seu favor. Por meio de sua invenção revolucionária, o Revo-Z, ele navega pelas diversas ramificações da realidade em busca do momento perfeito. Embora preze imensamente por sua liberdade, Ekko não hesita em tomar medidas extremas para proteger seus amigos quando estão ameaçados. Aos olhos dos simples espectadores, Ekko parece ser capaz de realizar o impossível logo de primeira.

Ekko, o Rapaz que Estilhaçou o Tempo

Ekko, o Rapaz que Estilhaçou o Tempo

Nascido com uma mente genial, Ekko já construía máquinas simples antes mesmo de engatinhar. Seus pais, Inna e Wyeth, prometeram garantir um futuro promissor para seu filho. No entanto, eles sabiam que Zaun, com toda a sua poluição e criminalidade, apenas o sufocaria, e sentiam que seu filho merecia as oportunidades e a prosperidade de Piltover. Durante sua juventude, Ekko testemunhou seus pais envelhecerem diante de seus olhos, trabalhando longas horas em condições perigosas nas fábricas sufocantes. Enquanto eles recebiam salários miseráveis, os gananciosos proprietários das fábricas e os compradores de Piltover lucravam enormes fortunas à custa do suor alheio.

No entanto, seus pais justificavam tudo isso, acreditando que valeria a pena se seu filho pudesse escapar para a cidade acima.

Ekko, por outro lado, enxergava as coisas de maneira diferente. Além das falhas de Zaun, ele via um lugar dinâmico transbordando energia e potencial. A indústria, a determinação e a resiliência dos zaunitas criavam um berço de pura inovação. Eles haviam construído uma cultura próspera em meio à adversidade e florescido onde outros certamente pereceriam. Esse espírito fascinante cativava Ekko e o impulsionava a uma juventude repleta de invenções e inovações radicais.

Ekko não estava sozinho, pois acabou fazendo amizade com órfãos delinquentes, fugitivos curiosos e empreiteiros ávidos. Os zaunitas tinham o hábito de abandonar a educação formal para se tornarem aprendizes de algo, mas essas “Crianças Perdidas de Zaun” tinham as ruas labirínticas da cidade como suas mentoras. Eles passavam seu tempo de forma jovial e gloriosa, apostando corridas nos mercados ou desafiando uns aos outros a escalar do Sumidouro ao Calçadão. Corriam livres e soltos, sem prestar contas a ninguém.

Uma noite, durante uma caminhada pelos destroços de um laboratório recentemente demolido, Ekko fez uma descoberta fantástica: um fragmento de cristal verde-azulado que brilhava com uma energia mágica. Todas as crianças de Zaun já ouviram histórias sobre a tecnologia hextec, que se dizia capaz de fortalecer armas e heróis. Aquilo poderia mudar o mundo, e agora ele tinha em suas próprias mãos um fragmento quebrado. Ele procurou incessantemente, tentando encontrar mais pedaços, mas o som de passos pesados o fez perceber que não era o único com aquela intenção. Ekko escapou por pouco e voltou para casa.

Suas experiências com o cristal foram incansáveis. Durante uma tentativa não muito científica, a pedra explodiu em um vórtice de poeira cintilante, desencadeando turbilhões de distorção temporal. Ekko abriu os olhos e viu diversas realidades fragmentadas, com várias versões “eco” de si mesmo, entrando em pânico diante daquele tempo contínuo quebrado.

Dessa vez, ele conseguiu.

Depois de uma tensa coordenação entre Ekko e seus paradoxos, eles conseguiram conter e reparar o rasgo que ele havia criado no tecido da realidade. Com o tempo, ele aprendeu a aproveitar os poderes temporais do cristal quebrado, usando um dispositivo que o permitia manipular pequenos deslocamentos temporais… pelo menos teoricamente.

No dia de seu aniversário, seus amigos o desafiaram a escalar uma antiga torre de relógio conhecida como Velho Faminto, e Ekko levou consigo o dispositivo.

As Crianças Perdidas subiram, fazendo pausas ocasionais para desenhar caricaturas obscenas de poderosos piltovenses. Quando estavam próximos do topo, um dos apoios cedeu, fazendo com que um dos amigos de Ekko caísse para a morte. Instintivamente, como se já tivesse feito isso milhares de vezes, Ekko ativou seu dispositivo. O mundo se fragmentou ao seu redor e ele foi arrastado para trás, entre partículas temporais em espiral.

Então, Ekko voltou alguns instantes no tempo, retornando ao momento em que via seus amigos se aproximando novamente da mesma tábua apodrecida. A tábua se quebrou e o garoto caiu, mas Ekko estava preparado: correu até a beirada e segurou o amigo pela camisa. Ekko tentou puxá-lo de volta para cima, mas o amigo ficou preso nas engrenagens da torre e…

Parar. Retroceder.

Após várias tentativas, Ekko finalmente conseguiu salvar a vida de seu amigo. No entanto, seus companheiros acreditavam que os reflexos sobrenaturais de Ekko foram responsáveis por resgatá-lo antes que os demais percebessem o perigo iminente. Ekko revelou a existência do cristal e fez com que todos jurassem manter segredo. Em vez disso, eles desafiavam uns aos outros a se meterem em situações cada vez mais arriscadas, confiando que Ekko os tiraria de qualquer perigo.

A cada tentativa, e após muitos erros, o dispositivo que Ekko apelidou de Revo-Z se tornava mais estável. O único limite era o número de vezes que ele poderia voltar no tempo antes de seu corpo sucumbir à exaustão.

As habilidades de manipulação temporal de Ekko o tornaram uma pessoa de interesse para alguns dos indivíduos mais criativos, poderosos e perigosos de Zaun e Piltover. No entanto, seu foco estava em seus amigos, sua família e sua cidade. Ele sonhava com o dia em que sua cidade natal se ergueria e superaria a Cidade do Progresso, amada por todos, quando a aparência dourada de Piltover seria ofuscada pela grandiosa engenhosidade e coragem implacável de Zaun, uma cidade que não foi construída em gerações de privilégio, mas sim na mais pura audácia. Ekko talvez não tivesse um plano definido, mas tinha todo o tempo do mundo.

Afinal, se o Revo-Z de Ekko podia mudar o passado, como seria difícil mudar o futuro?

Trailer oficial de Arcane

Caroline Ishida Date
Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here