Laura Dean Vive Terminando Comigo – Resenha

Um quadrinho incrível e necessário!

80
Título Original: Laura Dean Keeps Breaking Up with Me | Lançamento no Brasil: Dezembro de 2021 (Original em Maio de 2019)
Editora: Intrínseca | Número de Páginas: 304 | Preço: 44,90
Roteiro: Mariko Tamaki | Arte: Rosemary Valero-O’Connell | Tradução: Rayssa Galvão

Sinopse

Freddy Riley só quer que Laura Dean pare de terminar com ela. O dia em que começaram a namorar foi o melhor de sua vida, mas agora parece apenas uma lembrança distante. Laura Dean é popular, engraçada e MUITO LINDA… mas também pode ser insensível e bem cruel. O relacionamento cheio de idas e vindas deixa Freddy desnorteada, e seus amigos não entendem por que ela sempre aceita reatar. A situação se mostra cada vez mais insustentável: o coração de Freddy está se despedaçando em câmera lenta, e ela corre o risco de perder a melhor amiga junto com o que resta de sua autoestima. Mas, quando Freddy se consulta com uma misteriosa vidente, recebe um conselho capaz de mudar essa história para sempre.

O LABIRINTO DOS  “TÉRMINOS”

Em Laura Dean Vive Terminando Comigo, a roteirista Mariko Tamaki (Aquele Verão) traz à tona discussões bem interessantes sobre as consequências advindas de relacionamentos abusivos /tóxicos. Partindo da premissa apresentada na sinopse, podemos notar que a adolescente Freddy é perdidamente apaixonada pela sua namorada, a tal Laura Dean. Ela sabe de todas as qualidades que sua namorada tem, e assim quase a idolatra. Mas em contrapartida, ela também sabe muito bem dos defeitos de Laura Dean.  E por mais que defeitos e mágoas que ela tenha lhe imposto, Freddy não consegue se desvencilhar desse relacionamento.  

Laura Dean é em diversos momentos fria, manipuladora e cruel. E isso não é pouco, pois, quando avançamos as páginas, vamos notando que a situação do namoro delas é muito pior do que imaginávamos pela premissa. Pois, sempre que acontece algo ruim, ou seja, sempre que ela faz algo que acaba ferindo a Freddy, no dia seguinte Laura Dean acaba conseguindo consertar as coisas. O término de ontem é o recomeço do namoro de hoje. E isso vira um ciclo vicioso que simplesmente não tem fim. Mas se Freddy, seus amigos, e nós leitores temos a consciência de que esse namoro não está dando certo, porque Freddy não consegue sair dele?

A PERDA DA ESSÊNCIA

Ao se ver em um labirinto como esse, Freddy pouco a pouco está perdendo sua essência. Então, isso pode acarretar consequências terríveis não só para a pessoa, mas para todas que fazem parte da sua vida. Este é um dos grandes pontos que Tamaki aborda aqui: a perda da nossa identidade e  do nosso amor próprio. E conforme a trama avança, Freddy vai ficando cada vez mais magoada e envolta em espinhos. E também ter consciência disso, só piora a situação. Freddy não consegue ter forças pra sair disso e pouco a pouco, vai perdendo sua identidade, sua personalidade e acaba também se afastando de pessoas que lhe são importantes. Pessoas estas, que realmente se importam com ela.

Do jeito que as coisas andam, Freddy caminha cada vez mais para ser apenas “a namorada de Laura Dean”, ao invés de ser apenas ela mesma. Ela está se perdendo de si mesma e sabe que está rumando para algo bem ruim. Tamaki faz toda essa construção de uma maneira muito bem executada, sem ficar uma narrativa enroscada, muito pelo contrário, a história flui muito bem, mesmo tratando de assuntos sérios e pesados.  Aliás, muita dessa fluidez, se dá por conta da arte espetacular de Rosemary Valero-O’Connell. Sério, que arte linda. Combina demais com o tom do roteiro de Tamaki. E há todo um cuidado com os ângulos e expressões dos personagens. Isso dá um peso enorme para a obra, pois a cada virada de página somos fisgados pela combinação certeira de roteiro e arte.

REDESCOBRINDO O MUNDO

Infelizmente, por mais conselhos que a pessoa receba, e tendo a ciência de todo o cenário, não é fácil sair de um relacionamento assim. Olhando de fora a solução é muito simples, e se formos olhar friamente, é bem simples mesmo. Mas quando se trata de sentimentos envolvidos, a coisa da lógica acaba caindo por terra. Freddy sabe muito bem de tudo, mas quando Laura Dean apronta, termina com ela (o título da HQ não é a toda) e no dia seguinte volta cheia de amor, carinho e esperança, Freddy volta a baixar a guarda e deixa Laura Dean entrar de novo em sua vida. Laura Dean sabe muito bem todos os atalhos para lidar com Freddy, faz isso de forma natural e fria. Sai quando quer, fica com outras pessoas e por aí vai. Usa a Freddy quando lhe convém.

Recuperar a nossa essência, e retomar a nossa coragem de viver e tomar as nossas próprias decisões não é um caminho fácil. Mas em determinado ponto, isso se faz necessário. O quadrinho nos mostra isso de uma maneira muito dolorida e singela, que em algum momento temos que reagir contra isso, por mais dolorido que seja. É algo ruim, mas que vai ter que passar. Pode demorar um pouco, mas a página precisa ser virada. Um caminho tortuoso, porém necessário para a mudança dessa situação. E claro, torcendo para que não seja tarde demais.

VALE A PENA?

Laura Dean Vive Terminando Comigo é uma obra no mínimo sensacional. Mais do que isso, é um quadrinho necessário. Isso se deve tanto pela qualidade dela como história de quadrinhos, quanto pela mensagem que ela traz consigo. E não é à toa que a obra foi vencedora de 3 Eisner Awards. Além de tudo isso, a edição da Intrínseca está bem bonita e é daquelas que dá gosto de deixar na coleção. 

Ao acompanharmos o relacionamento de Freddy e Laura Dean, é impossível não se compadecer com o que nos é mostrado. Todos nós já passamos por algo similar, ou pelo menos conhecemos alguém que já viveu isso. Laura Dean Vive Terminando Comigo, nos faz refletir sobre se redescobrir, a nos valorizarmos (amor próprio) e reconhecer as pessoas que nos querem bem e que nos são importantes. E sobre ter força e coragem para romper laços que ao invés de nos ligar, acabam nos aprisionando.


E aí meu caro(a) leitor(a) do Meta Galáxia, espero que vocês tenham gostado da resenha. Laura Dean Vive Terminando Comigo é um quadrinho que traz discussões muito importantes. Reflexões mais do que necessárias. Então, se tiver a oportunidade de ler, não hesite, pois é uma obra que agrega muito. E só para constar, a tal Laura Dean realmente é um filha da…. deixa pra lá. Até o próximo post e forte abraço!

Clique aqui para mais resenhas de quadrinhos no Meta Galáxia!

ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
Laura Dean Vive Terminando Comigo - Resenha
Contador formado e atuante de profissão. Grande fã da cultura pop em geral. Amante da cinema, quadrinhos e animes, e através disso tentando entender um pouco mais da realidade através da ficção. Considero Os Cavaleiros do Zodíaco a melhor coisa já feita pela humanidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here