As formas em que Zom 100 abraça os clichês do apocalipse zumbi

Zom 100 se diverte explorando clichês de filmes de zumbis, como sangue excessivo e armadura espessa para os personagens principais, tudo em nome da comédia.

Zom 100 Bucket List of the Dead

As formas em que Zom 100 abraça os clichês do apocalipse zumbi

Zom 100: Bucket List of the Dead é um emocionante anime de terror com comédia da temporada de anime do verão de 2023 que habilmente funde diversos gêneros em uma narrativa simples, mas aparentemente profunda. O protagonista, Akira Tendo, e seus novos amigos enfrentam uma luta desesperada pela sobrevivência em meio a um apocalipse zumbi, mas o anime Zom 100: Bucket List of the Dead adiciona reviravoltas para equilibrar os clichês e tropos comuns dos filmes de zumbis, proporcionando uma experiência fresca e emocionante que mescla elementos tradicionais e contemporâneos.

Zom 100 também funciona como uma reflexão sobre a cultura de trabalho opressora e como os jovens adultos de hoje se sentem aprisionados no mundo corporativo. Para Akira Tendo e muitos outros, somente um apocalipse zumbi parece ser capaz de libertá-los desse pesadelo. Ao longo da narrativa, Zom 100: Bucket List of the Dead subverte de forma inteligente o gênero zumbi, revelando o genuíno prazer de Akira ao enfrentar as hordas de mortos-vivos, enquanto presta uma homenagem carinhosa aos clichês típicos dos filmes de zumbis, seja para proporcionar momentos cômicos ou para garantir que a subversão permaneça cuidadosamente equilibrada. Atualmente, o anime está disponível via Crunchyroll.

O herói confuso desperta para o apocalipse zumbi

Zom 100

Alguns protagonistas de filmes e séries de zumbis se veem de repente no meio de um apocalipse zumbi em pleno andamento, e observar suas reações de choque e incredulidade pode ser bastante cativante. Um exemplo disso é Rick Grimes em The Walking Dead, quando ele acorda sozinho em um hospital em Atlanta e precisa enfrentar a situação sozinho.

Zom 100 segue uma abordagem semelhante, com o protagonista Akita Tendo saindo desanimado pela porta de seu apartamento em uma manhã aparentemente comum, apenas para esbarrar em um zumbi. A mente sobrecarregada pelo estresse do trabalho de Akira gradualmente processa o que ele está testemunhando, e então ele entra em ação, navegando corajosamente na onda zumbi em um mundo agora desprovido de empregos.

Sangue e violência excessivos

Zom 100

A grande maioria dos filmes de terror com zumbis apresenta cenas de gore, com pessoas sendo desmembradas pelos mortos-vivos ou zumbis tendo suas cabeças divididas ao meio por facões ou explodindo sob tiros de espingarda. Espera-se um certo nível de violência gráfica nesse tipo de filme, mas Zom 100 conseguiu abordar esse clichê de maneira perspicaz, indo além das expectativas.

Graças ao surto de zumbis que marcou o fim de sua carreira profissional, Akira Tendo finalmente começou a enxergar o mundo com clareza, e as manchas de sangue ao seu redor simbolizavam essa transformação. No contexto do anime, o sangue era retratado como uma tinta multicolorida, transformando um elemento repulsivo do apocalipse zumbi em um cenário vibrante e cheio de vida. Dessa forma, a série usou o gore não apenas como um elemento obrigatório, mas como uma representação visual inteligente da jornada de Akira.

Suprimentos e acumulação para sobrevivência

Zom 100

Embora um pequeno grupo de sobreviventes de um apocalipse zumbi tenha poucas pessoas para alimentar, manter todos bem alimentados e saudáveis é uma tarefa desafiadora em meio à sociedade em colapso. As cadeias de abastecimento estão interrompidas e muitas lojas estão sitiadas por zumbis, o que significa que apenas os sobreviventes mais astutos conseguem coletar alimentos, água, medicamentos e ferramentas de forma eficiente.

No episódio 2 de Zom 100, a série fez um uso leve e divertido desse conhecido cenário zumbi. Foi quando Akira Tendo cruzou o caminho de Shizuka, um sobrevivente esperto e solitário que estava segurando uma cesta cheia de água mineral. Shizuka, em geral, se destacou na coleta de suprimentos e na gestão do estoque, enquanto Akira e Kencho também fizeram um bom trabalho garantindo que todos se mantivessem satisfeitos com comida de qualidade.

Encontrando bandidos oportunistas

Zom 100

Muitos filmes de terror sobre zumbis fazem questão de lembrar aos espectadores que, apesar da ameaça mortal e aterrorizante dos zumbis, os seres humanos vivos também podem se transformar em verdadeiros monstros. Quando a sociedade entra em colapso e a luta pela sobrevivência se torna a norma, alguns indivíduos abraçam seus lados mais sombrios, tornando-se bandidos cruéis e invasores, explorando ao máximo o caos reinante.

Os heróis tradicionais dos filmes de zumbis personificam valores como confiança, cooperação e justiça. No entanto, como Zom 100 ilustrou de forma vívida, pessoas como o antigo chefe de Akira preferem agravar uma situação já terrível apenas para garantir sua própria sobrevivência. De fato, Zom 100 levou essa dinâmica para um nível extremo, transformando a exploração desse ex-chefe em uma volta inesperada à horrível vida profissional que Akira já havia experimentado.

Zumbis Concentram-se em Uma Única Vítima

 Zom 100

Os zumbis nunca lutam de maneira justa porque são movidos por instintos selvagens para capturar e devorar humanos vivos, não importa o que aconteça. Isso significa que os zumbis podem e irão atacar um único sobrevivente em um encontro cruelmente injusto, tudo para provar o cérebro. Isto também sublinha, numa escala íntima, a enorme desvantagem numérica dos sobreviventes.

Zom 100 brincou com esse clichê horrível de uma forma divertida no episódio 5. Akira visitou um local de anime familiar, um aquário, e vestiu seu próprio traje de super-herói que poderia resistir a picadas de tubarão. Akira entrou em pânico quando um esquadrão de zumbis o cercou, mas seu traje salvou sua vida e ele finalmente escapou, embora com alguns hematomas novos.

Apenas alguns personagens principais sobrevivem a tudo

zom 100

Mais do que os filmes de ação convencionais, os filmes de terror de zumbis proporcionam aos personagens principais uma armadura narrativa incrivelmente resistente e não têm hesitação em destacá-la. Os protagonistas dessas histórias sobrevivem a uma série de encontros quase fatais contra todas as probabilidades, persistindo quando 99,9% da humanidade já foi aniquilada pelos mortos-vivos.

Zom 100 abraça essa abordagem com alegria, apresentando a dupla dinâmica de Akira Tendo e Kencho, que continuam sobrevivendo a tudo, mesmo em meio a uma situação terrivelmente séria, tudo isso com um toque de comédia, é claro. Afinal, o anime não teria muito humor se o melhor amigo de Akira, Kencho, ou Shizuka, para ser mais preciso, fossem vítimas fatais da trama.

Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here