Fire Force (primeiras impressões) – Resenha

Fire Force (Enen no Shouboutai) é mais uma obra de Atsushi Okubo que promete atrair ainda mais os fãs de shounen.

0
38

Resenha sobre o anime Fire Force

Exibição Original: 06 de Julho de 2019 – presente
Título Original: Enen no Shouboutai | 炎炎ノ消防隊 | En’en no Shōbōtai
Estúdio: David Production
Criação: Atsushi Ōkubo

Outro dos animes mais esperados dessa temporada é Fire Force (Enen no Shouboutai). Lançado no dia 6 de julho, a obra é do mesmo criador de Soul Eater, Atsushi Okubo, e já vem angariando fãs e criando certas polêmicas no mundo dos animes.

O enredo do anime de Fire Force passa-se em um mundo onde brigadas de incêndio especiais (conhecidas como Companhias Especiais) estão lutando contra uma série de acidentes chamados de combustão espontânea que vem atingindo os humanos e os transformando em “demônios” conhecidos como Infernais.

Dentre esses infernais há uma separação denominada de gerações. Infernais de primeira geração entram em combustão espontânea, já as gerações posteriores conseguem manipular essas chamas e manterem-se em suas formas humanas. O jovem protagonista Shinra Kusakabe é um desses que consegue acender e expelir chamas de seus pés a sua vontade.

Shinra acaba se juntando a 8ª Companhia Especial e passa a trabalhar para tornar-se um herói, descobrir quem está por trás das combustões e acabar com ela e descobrir o mistério por trás do incêndio que causou uma tragédia à sua família.

Nos primeiros cinco episódios já exibidos, a série já mostra um enredo muito inusitado e interessante. Apesar de se assemelhar em certos casos com os animes Ao no Exorcist e o próprio Soul Eater, Fire Force ainda assim traz certos elementos que os torna atrativo de se ver. Um exemplo disso são os próprios personagens que de certa forma cativam logo de início.

A estética dos personagens de Fire Force lembra em muito Soul Eater, o que pode agradar certos fãs de anime. As cenas de luta são envolventes e cheias de efeitos. Logo no primeiro episódio a mistura do 2D com um pequeno toque 3D inserido tornam as cenas muito agradáveis de serem assistidas. O Estúdio que produz o anime é o David Production, responsável por animes como Jojo Bizarre Adventure e Capitão Tsubasa.

A polêmica levantada por alguns fãs de anime é que Fire Force em certos casos pode ser machista e sexista, como no caso também de Soul Eater. Tudo isso por conta de algumas cenas ecchi exibidas em pontos dos episódios. Isso não foge muito do que diversos outros shounens já produzidos já fazem.

A polêmica levantada por alguns fãs de anime é que Fire Force em certos casos pode ser machista e sexista, como no caso também de Soul Eater. Tudo isso por conta de algumas cenas ecchi exibidas em pontos dos episódios. Isso não foge muito do que diversos outros shounens já produzidos já fazem.

Espero que tenham gostado da resenha e dessas primeiras impressões. Siga o Meta nas redes e leia mais outros reviews de animes e mangás aqui.

Análise Crítica
Data
Título Original
Fire Force
Nota do Autor
41star1star1star1stargray

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here