Resenha de Um Contrato com Deus, de Will Eisner

Um Contrato com Deus, de Will Eisner, é uma obra intrigante que explora temas profundos e humanos por meio de histórias em quadrinhos.

Um Contrato com Deus

Resenha de Um Contrato com Deus, de Will Eisner

Lançado originalmente em 1978 e chegando ao Brasil em 2023, Um Contrato com Deus de Will Eisner desempenhou um papel crucial na definição do termo “graphic novel” e serviu de inspiração para uma geração inteira de novos “artistas sequenciais” ao redor do globo. Este trabalho, juntamente com “A Força da Vida” (1988) e “Avenida Dropsie” (1995), representa de maneira atemporal a quintessência das histórias em quadrinhos. Agora reunidas em um volume luxuoso, essas narrativas são fundamentadas nas experiências de Eisner sobre vida, morte e na persistente batalha das pessoas comuns que escolhem sobreviver às adversidades do destino, mesmo quando tudo parece perdido.

William Erwin Eisner nasceu em Nova York em 1917 e iniciou sua carreira em 1936 na revista “WOW What a Magazine!”. No ano seguinte, co-fundou o Eisner-Iger Studio com Bob Iger, proporcionando emprego a artistas renomados como Jack Kirby, Bob Kane e Lou Fine, enquanto prestava serviços para várias editoras da época. Em 1939, criou o icônico personagem Spirit. A primeira graphic novel de Eisner, “Um Contrato com Deus”, foi publicada em 1978, revolucionando a indústria de quadrinhos. Will Eisner faleceu em janeiro de 2005. O Eisner Awards, estabelecido em 1988, permanece como a mais prestigiada premiação na indústria de quadrinhos dos Estados Unidos até os dias de hoje.

Um Contrato com Deus

Ficha técnica

Obra de Will Eisner
Lançamento no Brasil: setembro de 2023
Editora Devir
Título original: The Contract with God trilogy
Editora original: W.W. Norton
Roteiro e desenhos: Will Eisner
Tradução: Marquito Maia
Área de interesse: drama familiar, judaísmo, imigração, Nova York
Público: adulto

Obra disponível à venda via Amazon. Clique aqui para adquirir o seu exemplar.

Um Contrato com Deus

A obra é dividida em três grandes partes: Um Contrato com Deus e Outras Histórias de Cortiço, A Força da Vida e Avenida Dropsie, todas contendo crônicas sobre pessoas comuns. Tudo se começa no humilde cortiço da Avenida Dropsie, no Bronx, Nova York. O Cortiço surgiu em 1920, relativamente próximo a uma estação de trem, pensado principalmente para acomodar imigrantes que invadiram a cidade de Nova York após a Primeira Guerra Mundial. Ali, nós conhecemos o homem que fez um Contrato com Deus: Frimme Hersh. Contudo, o mesmo homem depecciona-se com Deus, ao precisar enterrar a sua filha Rochele, que morreu de uma doença. Por que a sua filha?

Ao decorrer das páginas, podemos ver tanto o resultado desta história de Frimme Hersh, aflito em seu luto, quanto as histórias de várias pessoas que vivem ali no cortiço. Pessoas comuns, em seus momentos alegres e em seus momentos de aflição. É uma obra grande, com quase 600 páginas em seu total, mas repleta de personagens intrigantes. Decidi não trazer sobre todos estes personagens que fazem parte da comunidade do cortiço, pois correria o risco de estragar a magia da obra para os novos leitores. Contudo, posso dizer que é uma comunidade que poderá chamar a atenção de muitos públicos – e te fará reletir e notar como é a vida de pessoas verdadeiramente comuns. Afinal, nem tudo é um conto de fadas…

Um Contrato com Deus, de Will Eisner, é uma obra intrigante que explora temas profundos e humanos por meio de histórias em quadrinhos. Embora eu reconheça o valor artístico e narrativo da obra, ela não conseguiu capturar completamente minha atenção. Como poderíamos dizer? Não tornou-se a minha nova HQ favorita. A abordagem única de Eisner pode não ter ressoado totalmente comigo, mas acredito que os apreciadores do gênero encontrarão na obra uma rica fonte de reflexão e apreciação.

Se você é um grande fã de quadrinhos, portanto você também gostará de conferir nossas resenhas: Resenha de Sin City: O Assassino Amarelo, de Frank MillerResenha de Vênus Invisível: Coleção de Histórias Curtas, com o Melhor de Junji Ito e Resenha de Hitler, mangá de Shigeru Mizuki publicado pela Editora Devir!! Você também pode conferir: Resenha crítica de Érica, a Magnífica, HQ da franquia Stranger Things e Resenha da HQ Vote Loki, por Christopher Hastings, Stan Lee e Larry Lieber. Além disso, você também pode ler a nossa matéria: Critérios – Como fazemos Críticas e Análises.

ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
Um Contrato com Deus, de Will Eisner
Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕
resenha-de-um-contrato-com-deus-de-will-eisnerUm Contrato com Deus, de Will Eisner, é uma obra intrigante que explora temas profundos e humanos por meio de histórias em quadrinhos. Embora eu reconheça o valor artístico e narrativo da obra, ela não conseguiu capturar completamente minha atenção. Como poderíamos dizer? Não tornou-se a minha nova HQ favorita. A abordagem única de Eisner pode não ter ressoado totalmente comigo, mas acredito que os apreciadores do gênero encontrarão na obra uma rica fonte de reflexão e apreciação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here