House Of The Dragon: As melhores coisas sobre a jovem Alicent

Como Rainha Consorte de Westeros em House of the Dragon, Alicent Hightower conseguiu permanecer fiel a si mesma e ao seu reino. Pelo menos até agora...

Emily Carey como a jovem Alicent Hightower de House Of The Dragon
Emily Carey como a jovem Alicent Hightower de House Of The Dragon (Imagem: HBO)

House Of The Dragon: As melhores coisas sobre a jovem Alicent Hightower

Cuidado! O texto sobre as melhores coisas sobre a jovem Alicent Hightower contém spoilers de House Of The Dragon, da HBO Max!

Enquanto House of the Dragon contém personagens de todos os tons morais, Lady Alicent Hightower ainda consegue impressionar o público por seu potencial transbordante como personagem formidável. Embora ela possa inicialmente parecer ingênua em sua juventude, Alicent Hightowerpode ser tão astuta quanto gentil. Na série, quem a interpreta é a atriz Emily Carey na versão jovem e, depois, Olivia Cooke!

Enquanto a série se desvia um pouco de Fogo e Sangue de George R R Martin, a lealdade de Alicent para proteger aqueles que são queridos por ela soa verdadeira a partir de seu material de origem. Embora Alicent não possa se comparar a outros personagens de Westeros em termos de força física, ela possui outras qualidades que são tão cortantes quanto uma fatia de aço valiriano. Essas qualidades só vão se aguçar quando ela se tornar uma mulher capaz de desafiar qualquer um que ouse questionar seu valor como rainha.

O seu coração e sua intenção de ajudar os outros são puros

Em um lugar tão sedento de poder quanto Porto Real, é raro encontrar pessoas genuinamente interessadas em ajudar os outros. Alicent Hightower é um desses raros indivíduos. Isso se torna aparente nas breves interações mostradas entre Alicent e a princesa Rhaenyra, enquanto sua melhor amiga desabafa suas frustrações sobre sua reivindicação ao Trono de Ferro. Mais tarde, quando Alicent se torna a esposa do rei Viserys, sua ternura para com o marido doente vai além de seus esperados deveres de esposa. A verdadeira natureza de Alicent vem de sua devoção em ser um pilar essencial de força para seus pares.

Alicent Hightower pode ser jovem, mas não é tão ingênua

Apesar de sua juventude, qualquer um está longe de conseguir se aproveitar facilmente de Alicent Hightower. Ela está dolorosamente ciente de quando seus colegas estão planejando um golpe no poder.

Quando o pai de Alicent, Otto Hightower, sugere que ela dê conforto a um rei Viserys de luto após a morte de sua esposa, Alicent sabe imediatamente que o pedido não é para o benefício de seu governante. Ela é sábia o suficiente para saber que seu pai a está usando como um peão para quando Viserys eventualmente escolher sua nova rainha. Mesmo em situações que ela não pode controlar totalmente, Alicent entende completamente as circunstâncias, bem como quaisquer segundas intenções.

Alicent Hightower tenta fazer o melhor em cada circunstância

Enquanto Alicent não tem escolha a não ser se tornar a nova rainha, ela tira o melhor proveito de sua situação. Isso inclui lidar com a tensão esperada que sua união com o Rei Viserys traz para sua amizade com Rhaenyra.

Apesar das lutas de Alicent com seu novo status de rainha, ela cumpre seus deveres esperados e conquista um lugar para si na corte entre as outras damas. Mesmo que ela não se sinta em casa ao lado do rei, ela entende o que pode controlar e o que deve enfrentar sozinha para preservar a ordem natural de Porto Real.

Alicent se mostra uma amiga leal para Rhaenyra

Casar-se com o pai de uma melhor amiga é um obstáculo difícil de superar, mesmo para os companheiros mais próximos, mas a devoção de Alicent a ela e a amizade de Rhaenyra superam essa situação compreensivelmente difícil. As interações entre os dois são rígidas nos anos seguintes ao seu casamento com o rei. Ainda assim, Alicent continuamente procura Rhaenyra para assegurar-lhe que seus sentimentos por ela permanecem os mesmos. Apesar do desgaste natural do relacionamento, ela fica ao lado da amiga sem pensar duas vezes, em qualquer situação.

Uma das melhores coisas sobre a jovem Alicent é que ela sabe dar bons conselhos

Porque Alicent é perspicaz para os motivos e emoções daqueles ao seu redor, ela dá conselhos perspicazes para aqueles que o procuram, até mesmo o governante dos Sete Reinos. Quando seu marido desabafa suas frustrações sobre encontrar um casamento para Rhaenyra, Alicent é capaz de fornecer a ele uma nova perspectiva.

Alicent lembra Viserys da natureza independente de Rhaenyra e enfatiza que ele deve reconhecer isso ao considerar a perspectiva de seu casamento. Como resultado, seu conselho é a influência motivadora para Viserys decidir inicialmente que sua filha deveria escolher seu próprio parceiro para seu noivado.

Alicent está disposta a defender a si mesma e seus valores

Embora Alicent seja generosa em seu âmago, isso não significa que ela não esteja disposta a se defender quando for contrariada. Isso se torna mais aparente quando ela defende suas ações para apoiar Rhaenyra a seu pai antes de sua partida por ordem do rei.

Otto Hightower culpa sua filha por sua defesa de Rhaenyra, alegando que suas ações foram a causa direta de sua remoção como Mão do Rei. Alicent o rejeita, apontando que na verdade foram as ambições de seu pai de arrebatar o poder que resultaram em sua queda em desgraça com o rei. Embora esteja lidando com uma mistura de emoções em relação à saída de seu pai, Alicent não se deixará culpar por manter seus próprios valores.

Uma das melhores coisas sobre a jovem Alicent é que ela protegerá ferozmente aqueles de quem ela cuida

Nos breves vislumbres que os espectadores viram de Alicent como rainha, tornou-se evidente que por baixo de seu coração bondoso há uma ferocidade que deve fazer os inimigos parar. O público já sabe que ela defenderá a honra daqueles com quem se importa, então é lógico que ela também fará qualquer coisa ao seu alcance para protegê-los de danos físicos.

Quando seu pai a avisa que seus filhos com Viserys são uma ameaça à reivindicação de Rhaenyra ao trono, Alicent deve fazer uma escolha difícil. Ela pode ignorar as implicações de que sua melhor amiga matará seus filhos ou pode agir. Possivelmente, ela escolheria pessoalmente renunciar a seus laços com Rhaenyra para proteger aqueles que ela cuida.

Alicent vai lutar pelo que é melhor para o reino

Alicent sempre foi inabalável em sua amizade com Rhaenyra. Entretanto, nem mesmo ela pode negar a improbabilidade do povo de Porto Real aceitar a princesa como seu legítimo governante. Esse reconhecimento não apenas coloca seus próprios filhos em perigo, mas também o modo de vida de Westeros.

Se Alicent acredita que Rhaenyra será uma rainha justa, não importa se o povo de Porto Real não abraçar Rhaenyra. Alicent reconhece essa difícil verdade! Ao fazê-lo, ela deve se preparar para a luta inevitável que virá com a ascensão de Rhaenyra, mesmo que isso signifique abandonar partes de seu passado em favor de um futuro melhor para o reino.

Caroline Ishida Date
Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here