A Menina do Outro Lado – Volume 1 – Resenha

A Menina do Outro Lado é um belo conto de terror permeado por momentos sutis de beleza e lirismo.

1
235
Ano: 2019
Título Original: Totsukuni no Shoujo | Peridiocidade: Especial
Mangaká: Nagabe | Editora: Darkside
Nº de Páginas: 176 páginas | Preço: R$ 54,90

“Em um país dividido entre pessoas normais e seres amaldiçoados, Shiva é uma menininha que foi acolhida por uma estranha criatura meio animal, meio humana. Sensei, como é chamado, não pode ser tocado e vive fora da cidade. Afastado do convívio com os demais e ciente dos perigos e maldições que os rodeiam, Sensei alerta Shiva para que ela não saia sozinha. Porém, quando a menininha decide reencontrar sua tia desaparecida, regras são quebradas – e a sombria verdade pode se revelar. Um mangá repleto de beleza e lirismo.

Esse é o texto de introdução do mangá “A menina do Outro Lado” (Totsukuni no Shoujo) de autoria do mangaká Nagabe. Como podemos notar pela premissa, temos um mundo divido entre duas partes: O mundo de Dentro e o de Fora. No primeiro residem os seres humanos comuns, em uma espécie de cidade fortificada e cercada por altos muros, assim deixando de ter contato com o mundo exterior. Já no mundo de fora, se encontram os seres amaldiçoados, que são uma espécie de monstros e não podem ser tocados, já que se um ser humano o fizer, ficará nas mesmas condições.

A Menina do Outro Lado - Volume 1 - Resenha-02

No meio desse contexto temos a pequena Shiva, uma criança pura e inocente que está vivendo no mundo de fora aos cuidados do Sensei, que é um destes amaldiçoados. Devido a inocência de Shiva, ela não faz ideia de toda a situação caótica deste mundo, e assim não sente nenhum tipo de repulsa para com o Sensei, muito pelo contrário. Ela o respeita e admira, já que ele cuida muito bem dela. Olhando assim de primeira esse plot, pode lembrar muito o de Mahoutsukai no Yome, porém quando entramos no detalhe, as duas obras são bem distintas. E vamos tentar mostrar porque A Menina do Outro Lado se diferencia da obra citada.

Esse mangá tem um tom sombrio e até mesmo melancólico. Apesar de não mostrar muita coisa e entregar poucos detalhes da história, Nagabe consegue fazer algo realmente tenso. Seus traços mais estilizados ajudam muito a criar essa atmosfera. Por exemplo, ao desenhar Shiva ele usa traços finos e mais delicados, onde podemos ver a luz que a menina emite. Já quando ele desenha o Sensei e todo o cenário desse mundo de fora, o traço fica mais pesado e carregado de tons mais escuros e sombrios. E também não há muitos diálogos entre os personagens e na narrativa, deixando assim espaço para o leitor sentir e interpretar todo o cenário das situações vivenciadas pelos personagens. E assim sentindo o peso desse mundo.

A Menina do Outro Lado - Volume 1 - Resenha-01

Ou seja, o clima de terror e desolação de A Menina do Outro Lado, se difere muito de Mahoutsukai no Yome. São coisas bem diferentes, apesar do plot parecido de ter dois personagens de “raças” diferentes interagindo. Aliás a interação de Shiva e Sensei é um dos pontos fortes da obra. A menina pura que só quer se reencontrar com a tia e brincar. É ingênua e sempre está com um sorriso no rosto. Já o Sensei apesar da aparência assustadora, tem um lado bom e protege a menina a todo o custo. O contraste entre luz e sombra entre eles é evidente, porém, quando olhamos a essência dos dois, vemos que eles não tão diferentes, pelo contrário, são parecidíssimos.

Muito pouco do mundo de A Menina do Outro Lado é revelado nesse volume. Ao virarmos as páginas, vamos tentando bolar algumas teorias de como o mundo chegou a esse ponto. No decorrer da história, pequenas pistas vão sendo dadas, mas ao mesmo tempo novas questões surgem. Exemplo disso é a aparição de alguns cavaleiros, que parecem seguir ordens de alguma espécie de Igreja do mundo de dentro. E podemos notar que existe muito daquela questão de temer o que não conhecemos. Já que, vemos que o Sensei apesar de ser um amaldiçoado, é um ser gentil e bondoso. E essa igreja aparentemente caça estes seres para proteger a humanidade do mal.

A Menina do Outro Lado - Volume 1 - Resenha-03

E o trabalho da editora Darkside está impecável. A edição conta com um acabamento de luxo, capa dura e tudo mais. Isso justifica o preço um pouco elevado em relação a outros títulos de mangá do mercado. Mas pesquisando você consegue achar com desconto. E só reforçando, essa edição vale muito a pena, tanto pelo conteúdo da obra quanto pelo trabalho editorial perfeito da Darkside. Aliás, esse cuidado com as edições dela (seja de livros, quadrinhos ou mangás) tem feito só trabalhos primorosos. E aqui está mais um deles.

A Menina do Outro Lado é um mangá sensacional. Com um clima sombrio mas que em alguns momentos se permite mostrar a beleza das coisas simples da vida. Esse volume 1 é muito, muito bom. Pois apresenta um mundo interessantíssimo  e cheio de mistérios a serem descobertos. Nagabe faz aqui um trabalho que merece ser apreciado, em uma obra que sabe dosar o terror e a ternura.

assinatura_andre

1 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here