Justo ou protagonismo? A derrota de Kaidou | One Piece 1049

Sem capítulo essa semana após a (provável) derrota de Kaidou no One Piece 1049, resolvi fazer um post separado para comentar o fim da luta. Mas, mais do que isso, vai ser um longo post sobre o protagonismo no anime como um todo, suas construções de batalha e, ainda, algumas teorias rápidas sobre a possibilidade de Big Mom e Kaidou ainda se levantarem.

Kaidou x Luffy

Comecemos pelo alvo principal do post antes de abrirmos um pouco mais nossa discussão para o resto do anime. Kaidou e Luffy travaram sua primeira batalha quando o Yonkou estava bêbado. Com seu grande bafo de fogo, nosso protagonista acreditou que o vilão tinha transformado todos seus amigos em pó. Furiosos, Luffy partiu com tudo para cima do dragão, o acertou alguns golpes, mas, no fim, levou uma porretada na cara e caiu.


A partir dai, passamos por um longo processo de treinamento e aperfeiçoamento do protagonista antes dele alcançar seu objetivo de travar a luta novamente. Quando alcançou o teto de Onigashima, no entanto, Luffy não chegou sozinho. Ainda que Kaidou também estivesse ao lado de Big Mom, o vilão enfrentou Zoro, Os Bainhas, Yamato e o próprio Luffy. Ainda assim, Kaidou saiu vitorioso em todas. Porém, veio então o despertar da Fruta de Luffy, que pareceu ter deixado o personagem “zero bala” novamente. Se analisarmos esse contexto do ponto de vista de um RPG, podemos dizer que o vilão levou seu time todo e perdeu metade da vida no processo. Na hora de te derrotar, você encheu a vida inteira enquanto ele continua com a vida na metade.

É claro que você vai dizer que Luffy não foi totalmente curado, afinal a transformação deve trazer suas consequências. Porém, enquanto transformado, não pareceu que o personagem estava cansado ou algo do tipo. Ainda vamos trabalhar melhor outros pontos para esse argumento, mas, devido as constantes lutas pelas quais Kaidou passou e, ainda assim, ter sido capaz de derrotar Luffy antes dele despertar, podemos dizer que a vitória foi justa. Naturalmente, devido a isso, é difícil imaginar que se Luffy tivesse começado a lutar sozinho contra o vilão, teria o derrotado, mesmo com o despertar de sua fruta.

E no resto do anime?

Bom, talvez você tenha lembrado de outras lutas, vamos a elas. Para começar, a exemplo de luta contra Kaidou, Doflamingo também não foi derrotado somente por Luffy. Law deu uma ajuda durante um bom tempo, dando um dano considerável no vilão. Com isso, podemos chegar a uma conclusão muito parecida com a do Yonkou: se tivesse sido um X1 limpo, desde o início, talvez Luffy não tivesse vencido.

Bom, passado o Doffy, vamos ao grande problema do anime. Com exceção destas duas batalhas, ao longo da história tivemos muitas – muitas mesmo – vitórias ‘repentinas’, pra não sair falando mal de primeira. Talvez você argumente que isso seja comum em Shonnen, mas ser comum não esconde defeitos. A grande questão é: temos lutas aparentemente perdidas, sendo vencidas sem um motivo aparente. E isso não é um problema unicamente das lutas de Luffy, mas também as de Sanji e Zoro.

Vou começar explicando o que são as vitórias ‘repentinas’. Sabe aquela luta em que o personagem não está em vantagem em nenhum momento, não apresenta nenhuma habilidade nova e mesma assim vence? É disso que estou falando. pesar de considerar a melhor luta do anime, Luffy x Lucci se resume a isso. O protagonista não teve vantagem na batalha em momento algum e, quando estava prestes a cair, simplesmente deu seu ataque final e derrotou Lucci sem qualquer explicação aparente. Aquilo, sem duvidas, é o maior exemplo de protagonismo.

Tudo começou em Alabasta

Outra luta que entra nesse critério, porém de forma menos gritante, é a luta contra Crocodile. Luffy até conseguiu vantagem em alguns momentos, mas quando finalizou a luta, estava em clara desvantagem, todavia, mesmo assim, foi capaz de derrotar o Shichibukai. Esse tipo de vitória, sem um motivo aparente, é que incomoda. Uma boa maneira de evitar tal problema é a estratégia utilizada contra Doffy e Kaidou, o famoso ‘clash’, aqueles golpes que se encontram e que, ai sim, uma motivação a mais pode justificar a vitória. É totalmente diferente de um personagem estar em vantagem na batalha e, de repente, aceitar um golpe que irá derrotá-lo sem reagir, como ocorreu com Lucci e Crocodile.

Zoro e Sanji também passam por isso

Comecei a analisar essa questão lá em Alabasta, onde ela fica clara pela primeira vez não com Luffy, mas com Zoro. Se analisarmos as lutas do trio monstro, iremos ver um embate mais parelho entre Sanji x Bonclay e Luffy x Crocodile, apesar da maior vantagem do Shichibukai. Porém, Zoro x Mr. 1 é uma batalha unilateral quase que o tempo todo e, então, sem motivo aparente, Zoro consegue virar a luta após já dever ter desmaiado há muito tempo. A partir dai, temos uma sequência de batalhas onde o espadachim passa pelo mesmo processo: ele apanha, apanha, mas no final coloca sua bandana e passa reto pelo inimigo, o cortando e vencendo a batalha. Por qual razão? Aparentemente nenhuma!

Isso me incomoda pelo simples motivo de que não é necessário. Em Wano, por exemplo, Zoro e Sanji passam por uma evolução gigantesca em suas habilidades. Sendo assim, há justificativa suficiente para que ambos conseguissem ao menos competir durante toda a luta contra King e Queen, mas o que vemos é uma subjugação de ambos, para que, então, de repente, eles deem o golpe final. Não ficaria melhor se as lutas fossem mais parelhas e a vitória viesse no ‘detalhe?’ Pra fazer um comparativo com futebol, é como se o adversário tivesse vencendo de 3 x 0 e nos minutos finais sofresse quatro gols, sofrendo a derrota. Seria mais lógico manter um empate em 3 x 3 com o gol da vitória vindo nos acréscimos.

Novas habilidades também servem

Outro exemplo de finalização de lutas que ficam mais interessantes, são aquelas que apresentam novas habilidades. As vezes, o adversário é mais forte, mas é pego de surpresa por algum ataque que não é capaz de reagir. Vemos muito isso na batalha do bando contra a CP0, onde praticamente todos vencem suas lutas utilizando alguma habilidade diferente que justifica eles vencerem a luta. Essa clássica virada ocorre muitas vezes com transformações, mas também como se resumir a espadas novas como no caso de Zoro e alguma habilidade genética nova no caso do Sanji. Ou até mesmo uma evolução no Haki, como corre com Luffy contra Katakuri.

Enfim, lembrando que a crítica se refere a lutas viradas sem justificativas, diferentes daquelas em que a vantagem vai se alternando, ou que vemos uma luta parelha sendo vencida no detalhe.

Sanji e Zoro ainda podem fazer mais em Wano

Mudando de assunto, mas aproveitando o post. Sanji está de pé e não sei se Zoro ainda pode se levantar, mas ainda há uma coisa que, apesar de difícil, ainda pode ocorrer. Bem, não vimos nem Big Mom e nem Kaidou depois de derrotados, não é? Pois bem, ambos tem suas conexões com as Asas do Rei. Sanji, caso Big Mom invente de levantar, ainda poderia derrubar definitivamente a Mama. Assim como, Zoro, em caso de Kaidou levantar e ir atrás de Luffy, ainda poderia defender seu capitão, finalizando o Yonkou com a espada de Oden. Imagina só Sanji se vingando por tudo que a velha fez com Pudding e Zoro levando finalmente Emma a vingar seu antigo dono?

Com isso, teríamos também um paralelo legal entre Luffy x Barba Negra, Zoro x Kaidou e Sanji x Big Mom, com cada um ‘derrotando’ um Yonkou, mesmo que, obviamente, Zoro e Sanji não seriam capazes de fazer isso sozinhos agora. É uma possibilidade bem pequena, visto que Zoro está caído, mas ainda há o bando da Big Mom em Wano que provavelmente tentará resgatar sua mãe, sendo possivelmente impedidos pelo cozinheiro. Como Zoro já teve seu momento com Kaidou, seria então o momento de Sanji com um Yonkou também. É improvável, é, mas é uma possibilidade.

Bom, não vou me aprofundar nessa questão porque provavelmente teremos a resposta pra ela nos próximos capítulos, mas teorizar é uma das melhores coisas que One Piece nos oferece, afinal, Oda utiliza bastante paralelos, principalmente aqueles que envolvem o trio monstro e os “três” mais fortes em cada organização ou bando no anime.

Quem quiser saber quem sou, olha para o céu azul...Amante de infinitas coisas, desde animes, games, filmes, séries, música, futebol, literatura...Toda e qualquer uma dessas artes, mas, principalmente, a escrita, que torna minhas palavras imortais igual ao meu tricolor!

2 COMENTÁRIOS

  1. Errado, é claro que te protagonismo mas suas deduções estar erradas, ou incompletas.
    Vou so citar uma, a de Lucci. Bicho, o cara tinha velocidade, dureza, ataque a grande distancia e ainda tinha uma fruta para potencializar seus poderes e luffy nao teria ganho em parametros normais, mas no momento que ele usou o Gear Second, como assim nao tinha chance? O tanto de dano que o Lucci tava tomando e o pior, Luffy era mais rapido que Lucci. Os socos de Luffy davam muito dano em Lucci sim e eram maia fortes que os de Lucci. A univa coisa que fazia Luffy ter desvantagem era o tempo de duração da sua marcha. Entao discordo totalmente de suas colocações… Sobre Kaido eu acho que foi o mais justo e menos protagonismo, desde o inicio desde anime, essa fruta dele é o maior segredo a 7 chaves, todo mundo doido pra escobrir a historia do passado e voce vem dizer que foi puro protagonismo sendo que todos tem o despertar da fruta, por que é protagonismo, luffy ter a fruta dele? A fruta dele é roubada? Quantas outras ai tambem sao? Nao nao nao. Seus argumentos sao fracos. Concordo que tem protagonismo, mas nao é tanto assim nao.

    • Mas eu não disse que luta entre Luffy e Kaidou é protagonismo, eu fiz o post exatamente pra justificar o contrário. Inclusive, no post, eu mencionei que o surgimento de novos poderes ou habilidades durante a luta – desde que justificados – tornando a derrota mais aceitável. No caso do Luffy, o Despertar é perfeitamente aceitável naquele momento, visto que não é algo que ele possa controlar quando aconteceria ou não. Claro que poderes que o personagem poderia ter usado mais cedo na luta e espera estar a beira da morte para tirar essa carta da manga fica menos aceitável, mas ainda valem.
      Sobre Luffy x Lucci, a cena de derrota do vilão é após ele descer o cace** no Luffy, ele vira as costas(?) e qnd olha para trás aceita um golpe direto e é derrotado pelo mesmo poder que o protagonista já estava usando e se mostrou insuficiente antes, após o Luffy estar praticamente desmaiado. É uma virada na luta que ocorre sem qualquer justificativa, seja do ponto de vista do Lucci (alguma desvantagem que a fruta trouxesse, por exemplo, que o deixasse mais fraco, justificando os poderes do Luffy funcionarem de repente) ou algum poder novo do Luffy. Isso é o ápice do protagonismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here