Kanojo Okarishimasu: review sem spoilers

Nessa review, comentarei as minhas impressões finais sobre Kanojo Okarishimasu: uma das comédias românticas mais populares de 2020.

68

Olá pessoal. Tudo bem com vocês? Depois de alguns meses sem postar por conta dos estudos, finalmente voltei para fazer a minha review sobre Kanojo Okarishimasu (Rent a Girlfriend) uma das principais comédias românticas lançadas em 2020.

Informações:

  • Diretor: Kazuomi Koga (Ame-iro Cocoa: Rainy Color e Youkoso!).
  • Estúdio: TMS Entertainment (Dr. Stone, ReLIFE).
  • Gênero: comédia, romance.
  • Material fonte: mangá.
  • Sinopse: Um universitário que, para esquecer sua ex, contratou uma namorada de aluguel para passar alguns dias com ele. Entretanto, o rapaz a apresentou para o seus amigos e parentes como se fosse um relacionamento real, ficando cada vez mais difícil revelar a verdade. Enquanto tentam manter as aparências, surge um vinculo forte e verdadeiro entre eles.

Review:

Apesar das diversas críticas do público desde sua estreia, admito que me interessei inicialmente pela premissa. Não estou dizendo que Kanojo Okarishimasu possui uma história inovadora e também concordo em relação a antipatia do protagonista, porém a ideia de desenvolvê-lo durante a trama enquanto aborda um assunto contemporâneo me cativou o bastante para continuar acompanhando.

A princípio, até que o roteiro parecia que iria explorar essa proposta de forma minimamente competente. Logo na primeira metade, somos apresentados aos defeitos do personagem principal e, ao invés do anime tratá-los como uma mera piada, os consideraram também um problema por meio de uma autocrítica do mesmo e pelo questionamento de seus amigos. Além disso, mesmo não sendo o foco, o enredo mostrava sinais que falaria sobre a questão dos aplicativos e sites de namoro logo na primeiro episódio, trazendo uma discussão interessante e atual sobre as motivações e consequências negativas de sua utilização.

Só que, infelizmente, na segunda metade o anime praticamente deixou de lado tudo que estava construindo. A partir do aparecimento de uma nova personagem, a série passou a se preocupar mais em executar clichês de comédias românticas do que continuar contanto sua história. O romance também não foi conclusivo e até o cast em geral ficou comprometido com um mal desenvolvimento, só se salvando a garota principal.

No entanto, a produção pelo menos não fez feio. O visual, com destaque aos cenários, ficou bem agradável e a trilha sonora compôs de forma correta as cenas quando necessário. A direção também fez um bom trabalho, tanto nos momentos cômicos (com um bom timing, vale dizer) como em alguns mais sérios.

Conclusão:

Diante do exposto, é possível tirar algum proveito de Kanojo Okarishimasu? Bom, mesmo o protagonista sendo bem irritante, o anime ainda conseguiu me divertir com a interação dos personagens, gerando até umas cenas engraçadas. Contudo, a série quase se entrega unicamente aos fanservices na parte final e esqueceu de desenvolver os temas propostos pela mesma. Além disso, não foi dessa vez que tivemos uma boa conclusão para uma comédia romântica (pelo menos nessa temporada,caso tenha mais), tornando a obra genérica e decepcionante.

Com vocês, o protagonista de anime mais vergonha alheia de 2020.
Aliás, para que serviu essa personagem, além de fazer fanservice?

Vejam a opening, ficou bem divertida.

No último episódio, vejam o pós-crédito para se decepcionarem ainda mais.

Esse anime está disponível na Crunchyroll.

Clique aqui caso queira saber mais sobre os personagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here