Melhores aberturas de Dragon Ball (Lista)

82
Melhores aberturas de Dragon Ball

Antes de irmos para a lista de melhores aberturas de Dragon ball, vamos contextualizar.

Primeiramente nostalgia define escrever esta matéria, apesar de Dragon Ball ser muito mais velho que eu. Mas com o “atraso” da televisão brasileira e a ausência da Internet na época, muitos nos vimos se apaixonando por coisas que não são da nossa época devido a chegar bem depois aqui, ou serem repetidas como algo “novo”.

Todavia mesmo sendo da geração de Naruto, eu ainda assim me vi apaixonado por Dragon Ball e parte desta paixão vem de suas maravilhosas aberturas. Particularmente, é o único anime em que eu gosto de absolutamente todas e mesmo sob um olhar técnico não consigo avaliar nenhuma como “ruim”, a pior delas ainda é “boa”.

A fim de revisitar esta nostalgia, decidi trazer hoje uma lista com as melhores aberturas de Dragon Ball.

Critérios

Dragon Ball possuí ao todo 8 aberturas, somando todos seus cinco animes (incluindo Kai e Gt). Mesmo sendo um anime grande, não era costumeiro trocar suas aberturas, algo que se manteve até mesmo no Super, que só possui duas em seus 131 episódios. Parte do motivo de não trocar as aberturas se dava pelas adaptações que eram feitas conforme a história ia avançando e cada saga possuía sua abertura com cenas diferentes, mas a mesma música e parte da abertura se mantinha (Diferente de HxH, por exemplo, que trocava todas as imagens e mantinha a música).

Toda essa explicação é para esclarecer dois pontos:

1° É um Ranking, já que não tem aberturas suficientes para fazer um Top 10 como na lista de One Piece, por exemplo.

2° Não irei levar em consideração as variações da mesma abertura que mencionei ali em cima, portanto todas serão consideradas a mesma.

Vamos aos critérios então:

  • Música
  • Imagens
  • Contexto

Analisarei a maneira com que a música (letra) e as imagens se conectam entre si e no contexto do momento da história.

OBS: Avaliarei as versões originais, mas é sempre bom lembrar que as versões dubladas são, na maioria absoluta das vezes, tão boas ou melhores que as originais.

Ranking de aberturas de Drago Ball:

8° Chozetsu Dynamic (DBS 1)

Primeira abertura do último anime de Dragon Ball, “Chozetsu Dynamic” sofreu com alguns pontos. O primeiro deles é a óbvia ausência de revelância dos dois primeiros arcos, que contribuem para que a abertura fosse associada a momentos nem tão relevantes assim em nossas memórias. Além disso, há problemas na versão brasileira da musica que conta com algumas traduções estranhas. O grande mérito, no entanto, é seguir o padrão das aberturas do Kai, que terminara um pouco antes e possuir uma letra que condiz perfeitamente com o que esta prestes a ocorrer com o anime, mas talvez não com a animação necessária.

7° Makafushigi Adventure (DB Clássico)

Correr e pegar, as Esferas do Dragão! A clássica abertura das aventuras de Goku tem a missão de apresentar a história e faz isso muito bem. A animação até que continua bonita, mas o áudio não envelheceu muito bem. Apesar disso, a letra apresenta o conceito que resume a história: aventuras em busca das esferas do dragão. Os frames usados apresentam todos os personagens revelantes desde o primeiro episódio, só questiono a aparição do Shenlong na abertura. Claro que hoje em dia todo mundo conhece a aparência do dragão, mas na época era um grande spoiler.

6° Dragon Soul (DB Kai 1)

Com uma pegada diferente, Dragon Soul representava a aposta da Toei em reviver a franquia que ficou em descanso após o fim de GT. A intenção era trazer uma versão mais fiel ao mangá e, consequentemente, mais compacta, além de em HD, da maior franquia da empresa. O que também serviria para testar o engajamento da velha geração além da aceitação dos mais novos. A abertura tinha um papel obvio nisso.

O tom da abertura é mais sério do que o normal, seguindo uma tendência da nova geração, mas ainda conta com alguns costumes das antigas, como a adaptação a cada nova saga mantendo a maior parte dos framas intactos. É uma música divertida e com alguns momentos nostálgicos, mas não passa muito disso.

5° Cha-La Head-CHA-LA (DBZ 1)

Apesar de não fazer sentido nenhum, CHA-LA-HEAD-CHALA é cantado por muitos até hoje em alto e bom tom, com orgulho e muita nostalgia. A abertura conta com um ar mais aventureiro do que a de Dragon Ball Kai (a comparação é inevitável já que as duas seguem basicamente as mesmas premissas e englobam os mesmos arcos).

Esse ar ajuda a não causar estranheza e conta com algumas cenas mais sérias, algo ausente na abertura do clássico, o que representa também a mudança do anime, que ao entrar no “anime Z” muda um pouco seu tom e seu jeito de contar histórias. É uma transição bem feita, que sofre somente com o problema da adaptação (a musica poderia se manter a mesma, mas bem que podiam trocar mais imagens com o passar dos arcos, né? De novo, HxH faz isso muito bem!).

4° We Gotta Power (DBZ 2)

A saga de Boo tem todo um ar diferente, muita coisa muda na história. Goku está morto, Gohan ta quase adulto e assume o protagonismo, Bulma e Vegeta estão casados e surgem Goten e Trunks. Todo o ar de novidade obrigou a Toei a também trazer uma nova abertura para a saga final de Z. Todas essas mudanças são apresentadas nesta abertura, que praticamente ignora Goku e foca em seu novo protagonista, mostrando cenas do passado e a transição do personagem ao longo do anime.

A musica define o tom da saga também, que é manter lutando independente dos novos perigos, algo que evidenciava um pouco também o cansaço que a história já apresentava, mesmo que intenção não fosse essa.

3° Kuu-Zen-Zetsu-Go (DB Kai 2)

Uma bela surpresa, a abertura da saga Boo muda o tom em comparação a sua anterior, já que tem a responsabilidade de abordar somente uma saga. Diferentemente da sua “irmã” de Dragon Ball Z, esta não precisa enganar ninguém: Gohan não é o protagonista da Saga Boo, mesmo que tenha havido esforços para isso. Sem medo de spoilers e muito mais democrática, os frames apresentam diversos personagens, as versões de Majin Boo e os novos guerreiros Z, como fusões e etc.

Com tanta coisa sendo apresentada ao mesmo tempo, uma música frenética era necessária e é incrível como a letra consegue passar quase a mesma mensagem que We Gotta Power, casando, igualmente à mencionada, com o que está ocorrendo no anime.

2° Dan Dan Kokoro Hikareteku / Sorriso Resplandescente (DBGT)

Eis a abertura mais famosa da franquia, dos animes e talvez até do mundo. Não é só no Brasil que sorriso resplandescente é reverenciada, o mundo inteiro possui suas versões de Dan Dan kokoro e em todo lugar ela é lembrada. Isso aumenta o mérito da original em dezenas de vezes. A maioria dos brasileiros só conhece a versão brasileira, achando que é mérito local que a abertura tenha ficado legal, mas é errado, já que a original é muito boa.

O grande demérito da musica é que ela simplesmente não tem absolutamente nada a ver com o anime. Dragon Ball, assim como a maioria dos Shonnen é sim sobre amizade, sobre amor e tudo mais. Mas a intenção de GT, que era trazer o ar de aventura do Clássico de volta exigia uma música mais “aventureira”. No final, ganhamos uma música muito bonita, nostálgica e memorável, mas não diria o mesmo da abertura como um todo.

1° Limit Break X Survivor (DBS 2)

OLHA OS DEUSES MANO! Há todo uma análise a ser feita a respeito de Dragon Ball Super, que possui diferenças significativas em relação a seu mangá, tanto em história quanto em qualidade. A saga do torneio do poder gerou expectativas gigantescas e, apesar de eu considerar um desperdício utilizar todos os personagens de uma vez, da um tom épico ao que, até agora, é o final da história de Goku (em anime, pelo menos). A abertura cumpriu perfeitamente seu propósito, na época em que foi lançada, gerou diversas teorias, expectativas.

Seu tom claramente diferente apresentava os personagens, novos e antigos, ao mesmo tempo que ia mostrando o confronto principal (em frames que foram até reutilizados no anime depois). A música da diversas dicas e explica muito do que está para acontecer. O torneio do poder tem um conceito único, diferente e eficiente e a abertura é mais um dos acertos deste “evento” que se tornou a luta entre Goku e Jiren ao redor do mundo.


Enfim

Em síntese, tentei analisar o máximo possível por critérios técnicos, por isso Sorriso resplandescente não ficou em primeiro, apesar de ser a favorita da maioria. Além disso, também não é minha favorita a vencedora (prefiro Kuu-Zen-Zetsu-Go). Mas os critérios são subjetivos e qualquer um pode concordar e discordar. Qual seria sua lista de melhores aberturas de Dragon Ball?

1 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here