O que é Otaku? Você é um?

O que é Otaku? Você é um?
Foto: Projeto Otaku

O que é Otaku? Você é um?

Você já sabe o que é Otaku? Além disso, você é um? Afinal, se você está ligado no mundo dos animes e mangás, certamente já deve ter ouvido falar nos otakus. Se você cresceu entre as décadas de 1990 e 2000, provavelmente você cresceu assistindo animações como Pokémon, Beyblade, Cavaleiros do Zodíaco e Naruto na televisão. Você sabia que você pode ser um otaku, ou já ter sido um?

O que é otaku?

Itens colecionáveis no Saga Goiânia Geek 2022
Itens colecionáveis no Saga Goiânia Geek 2022. Imagem: Projeto Otaku.

Ok, mas o que é otaku? Otaku é uma expressão bastante usada para definir as pessoas que se interessam pela cultura pop japonesa. Isso em especial os animes (as animações japonesas) e mangás (histórias em quadrinhos). Além disso, os otakus costumam consumir bastante produtos culturais japoneses: além dos mangás, costumam colecionar chaveiros, miniaturas dos personagens favoritos, posteres, doces asiáticos e muito mais.


Muitos dos otakus também possuem como hobby o cosplay de personagens japoneses. Uma marca dos otakus é a obsessão pelos produtos culturais populares do Japão. Há quem descreva os otakus como um fenômeno global de consumo de cultura japonesa.

Cosplayers na Feira Otaku 2020 (DF)
Cosplayers na Feira Otaku 2020 (DF). Imagem: Projeto Otaku

O que significa otaku, originalmente?

O termo se disseminou pelo mundo com o significado de quem é aficcionado por cultura japonesa, por animes e por mangás. Entretanto, não é esse o significado original da expressão otaku. Na língua japonesa, a palavra otaku representa todo e qualquer hobby. Ou seja, a pessoa pode ser viciada em animes e mangás; mas também pode ser um otaku de jogos eletrônicos, um otaku de espadas, um otaku de livros, ou qualquer outro hobby.

Só que não é aquele hobby tipo “ok, eu faço no tempo livre e de boa”. No sentido original, é uma obsessão estranha, que a pessoa chega a ter dificuldade de se socializar com outras pessoas, pois precisa estar sempre ligado naquele hobby. “Eu não consigo falar contigo, pois preciso estar com minhas plantas.”

Por estar relacionado a uma obsessão, muitos japoneses ainda veem a expressão otaku como algo ofensivo. Então, cuidado se você conversar sobre esse tema com uma pessoa de lá!

Quando surgiu a expressão??

Como já vimos anteriormente, o termo já existia na língua japonesa. Entretanto, o novo sentido relacionado ao mundo dos mangás e animes apareceu um conto do escritor Akio Nakamori de 1983. O conto é “Otaku” no Kenkyuu (Uma investigação de “Otaku”), publicado na revista lolicon Manga Burikko. Nesse conto, o autor identificou características peculiares dos jovens em uma feira bienal de revistas em quadrinhos em Tóquio.

Em uma narrativa divertida, ele descreve um grupo social formado por jovens diferentes que usam cosplay e ficavam em filas para ver um filme de animação no dia da estreia, ou então pegar um autógrafo de seus ídolos. O autor também os descreve como pessoas que gostam muito de tecnologia, como por exemplo equipamentos eletrônicos e computadores.

O que é preciso para ser otaku?

O que é otaku naruto
Naruto faz sinal de mão nos corredores da CCXP 2017. Imagem: Mariana Pekin/UOL

Atualmente, os otakus é um dos movimentos que está começando a ser bem aceitos dentro do Japão. O movimento também está sendo muito bem aceito pelo mundo, e os animes, mangás e bandas de pop e de rock japonesas fazem parte do universo otaku. Os otakus também amam frequentar eventos geeks e eventos de animes e mangás, além de fazer cosplays de seus personagens favoritos.

Assim como os geeks, os otakus tendem a mergulhar no universo dos heróis. Eles estudam cada detalhe, assim como acumulam conhecimento específico sobre determinado assunto, objeto ou história.

O que é preciso para ser um otaku? Ser fã de todo isso! Lembrando: infelizmente, há sempre aquela pessoa que fala que você precisa gastar um absurdo com mangás, cosplays e itens colecionáveis. NÃO OUÇA ESSA PESSOA! Você precisa sim ser fã de animes e mangás, mas tudo bem se você não tem condições financeiras de consumir muito!

Caso queira começar a assistir animes, há alguns serviços de streamings que oferecem muitos títulos. Entre eles: Crunchyroll, Netflix e Prime Video.

Como os otakus chegaram ao Brasil?

A dúvida de muitas pessoas: como a cultura japonesa chegou ao Brasil? Está noutro continente! Entretanto, é simples: a vinda de imigrantes japoneses trouxe ao Brasil a cultura do país. A imigração começou no início do século 20. No Japão, o consumo de mangás e animes faz parte do cotidiano. Portanto, muitos desses e outros produtos foram trazidos pelos imigrantes para manter viva a cultura entre os descendentes. Com isso, muito da cultura japonesa foi incorporada pela cultura jovem brasileira.

Qual a diferença entre otaku e otome?

Falar de otome pode ser um pouco complicado, pois a expressão no Brasil tem um sentido MUITO diferente do sentido original no Japão. Conforme o portal Significados:

Otome é uma expressão de origem japonesa que significa literalmente “donzela” ou “moça virgem”, “delicada”, “senhorita” (menina educada e comportada). Em alguns casos, dependendo do contexto, a palavra otome também pode significar “princesa”.

Significados

Entretanto, muitos ocidentais usam a expressão como o feminino de otaku. Nem todos usam a expressão dessa maneira, mas pode acontecer, inclusive no Brasil!

Em conclusão, essa é a nossa matéria sobre os otakus! Conte para a gente: você é um otaku?

Leia também em nosso portal: O que é Waifu e o que é Husbando?

Goiana. Arqueóloga, focada em Educação Patrimonial. Redatora. Escritora. Apaixonada pela Cultura Brasileira e pela Cultura Geek. Cosplayer nas horas vagas gótica e gamer. Aqui no Meta Galáxia, colaboro com matérias sobre o universo geek: notícias, entrevistas com cosplayers, listas de filmes e animes, análises de animes e jogos, curiosidades e muito mais!

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito boa a matéria porém esqueceu de falar e boa parte dos japoneses não gostam de ser chamados de Otaku, por conta dos acontecimentos de 1989.
    Até eu mesmo não gosto de ser chamado de Otaku, não pela expressão, mais sim por conta do seu pejorativo.

    • Olá, tudo bem? Não aprofundei nesses acontecimentos de 1989 por não ter encontrado boas referências falando sobre isso. E é um ótimo ponto, por sinal! Ainda assim, eu coloquei em um dos tópicos que muitos japoneses veem como ofensivo por ser muito associado a obsessão. Muitos otakus japoneses chegam a se isolar da sociedade, porque são muito obsecados e querem ficar só naquele hobby.
      É triste você sequer gostar de ser chamado dessa forma, por conta dessas coisas. 🙁

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here