One Piece 1000: “Luffy do Chapéu de Palha” | Análise

402

Após muita expectativa, muitas teorias e muita enrolação nos capítulos anteriores, finalmente descobrimos o que Oda preparava para One Piece 1000 e era…bem… Nada demais. Claro, toda a culpa da expectativa é nossa, mas assim como no post das teorias que eu mencionei, o capítulo era um marco e merecia algo diferente, único. Uma coisa eu acertei, que é o fato de o capítulo ser focado em seu protagonista. Mas, ainda assim, foi pouco.

Como o capítulo inteiro teve basicamente um único foco (com exceção de Marco x King e Queen), vou focar mais na análise do que parte por parte como é de costume. Afinal, acredito que você deve ter lido o capítulo, não é?

Marco, King e Queen

Sobre Marco levando Zoro até o telhado, já era algo esperado. Eu particularmente, apostei que King não deixaria que ele subisse, mas inesperadamente, Marco deu conta de segurar os dois personagens ao mesmo tempo, mostrando o nível do primeiro comandante do Barba Branca (R.I.P). Por eles também é mencionado o fato de Marco ser aparentemente invencível, o que se questiona muitas vezes em teorias da Internet. Naturalmente, Big Mom o segurou do pescoço alguns capítulos atrás, então dificilmente é verdade. Além disso, duvido muito que Marco continue lutando com os dois sozinho e um deles deve ficar para Sanji.

Outra coisa a se mencionar, é o pescoço de Queen que parece ser mecânico, o que é bem estranho mesmo para uma Zoan. As regras das frutas e das anatomias são todas de Oda, claro, mas é bizarro até mesmo para o padrão One Piece. Por outro lado, combina perfeitamente com as características do personagem e vão contra todo o tema ancestral das frutas de Wano, causando uma boa quebra de expectativas.

Mugiwara no Luffy

Até mesmo a conversa de Yamato e Momonosuke tiveram a ver com Luffy e isso é o interessante de One Piece 1000. Tudo, desde o começo, envolve o momento final e as últimas palavras de Luffy. Podemos dizer que foi uma homenagem de Oda para seu protagonista e uma revisitação de tudo que o anime é. Ainda que tenhamos dez companheiros, o anime é sobre um jovem que sonha em ser o Rei dos Piratas, seu nome é Luffy do Chapéu de Palha e Oda fez questão de reafirmar isso.

Como eu disse, toda a preparação foi para este momento, tanto é que, apesar de estarem presentes, Zoro, Killer, Law e Kid não mexem um dedo para atacar Kaido ou Big Mom, nem mesmo verbalmente. Luffy, no entanto, mostra todo seu amadurecimento e sua imponência ao passar entre os dois Yonkou despreocupado e ir até os bainha que, infelizmente, nenhum parece estar morto. É claro que o momento representa toda a expectativa criada em cima de Luffy, tanto pelo povo de Wano, quanto por Ace – sendo lembrado no flashback – e, consequentemente, por Yamato. Assim como por nós, seus leitores e torcedores para que este homem atinja seu objetivo. O protagonista já disse mil vezes que será o Rei dos Piratas, mas este é após uma evolução, tanto em poder, quanto em objetivo. Além de que, é na cara de dois Yonkou.

O Amadurecimento de Luffy

Por falar no amadurecimento de Luffy, é fácil notar ao vê-lo manter a calma mesmo diante dos corpos dos bainhas, sem que ele atacasse Kaido descontroladamente – o que o permitiu desviar do ataque do Yonkou, provavelmente com haki. O contra-ataque veio de uma despreocupação que Kaido já demonstrou em seu primeiro encontro com Luffy, mas desta vez ele conseguiu o ferir. Duvido que a superioridade vista aqui se mantenha por mais do que algumas páginas do próximo capítulo, mas confesso que tudo que vemos neste é bem encaixado e gera um ótimo hype para a luta.

Conclusões

Enfim, ainda que não tenha atendido as expectativas, Oda nos presenteia com um ótimo capítulo e que homenageia seu protagonista e sua obra. Naturalmente, a culpa de criar expectativas é do leitor e em momento algum foi prometido mais do que vemos nas páginas. No fim, One Piece 1000 é só um ótimo capítulo – em aspectos técnicos -, sem nada que represente a grandiosidade de seu número.

1 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here