The Beginning After the End (manhwa) – 2° Temporada

64
Quadro da segunda temporada de The Beginning After The End

Após o fim da primeira temporada, The Beginning After the End deixou uma possibilidade de um salto temporal que se confirmou. Após isso, qualquer coisa poderia acontecer e até certo pontos fomos surpreendidos com esta segunda temporada que aprofunda mais e mais este mundo em pouquíssimo tempo.

Ficha Técnica
Nome: The beginning after the endAutor: TurtleMe
Gênero: Ação, Magia, Artes Marciais, Fantasia.Capítulos: 30 (26 ao 56)

Não mencionei muito nada sobre a arte na análise da primeira temporada, então vamos começar por ela.

Este estilo de quadrinhos, onde você vai descendo conforme lê ao invés da troca de páginas, permite alguns pontos de vista e sequências interessantes e diferentes. Acredito que muito espaço em tela é desperdiçado e alguns capítulos ficam extremamente curtos. Todavia, se trata de um problema de quem desenha e não do formato em si. As artes, as cores bastante chamativas, características marcantes deste estilo de quadrinho, são muito bem feitas. Não costumam ficar extremamente detalhadas, é verdade, mas fica o crédito a ótima fluidez das sequências de quadros, onde podemos visualizar exatamente os movimentos que os personagens fazem e com isso não nos perdemos nem durante as lutas (algo comum em mangás).

Peças na mesa

Sobre a história, sofrendo constantes interrupções por lutas, não andou muito. Além disso, claro que Arthur é protagonista, mas tudo sempre ocorre de maneira conveniente demais a ele o que tira qualquer possibilidade de sensação de ameça que o autor venha a tentar causar no futuro. Ademais, o autor tratou estes capítulos como uma forma de introduzir diversos conceitos, sobre a população e sua dinâmica, e introduzindo diversos personagens. Se tratou, no fim de um posicionamento no tabuleiro da história para que, futuramente, ela venha a se movimentar.

Assim, somos levados até o momento em que Art inicia sua aventura, que deve ser o foco da próxima temporada. Tanto o futuro (provável) arco envolvendo a escola na qual ele foi aprovado, quanto este das missões soam extremamente clichês, porém, desde que se mantenha a lógica e bons personagens, não deve se tornar um problema.

Concluindo

Assim como na primeira temporada, The beginning After The End não mostrou nada espetacular nesta segunda, mas manteve sua capacidade de criar interesse e engajamento. Seu protagonista tem tudo que um protagonista precisa ter e consegue carregar a história sem grandes problemas. Ainda, muitos elementos são introduzidos e um mundo vai se formando de maneira natural. É uma história divertida de se ler, desde que não se espere nada revolucionário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here