The beginning after the end (manhwa) – 1° temporada

75
Imagem de um quadro de The Beginning After The End

Com o sucesso de Tower of God que recentemente ganhou anime, Solo Leveling e de outros manhwa (ou webtoons), você talvez fique curioso sobre este ramo de “mangas alternativos”. The beginning after the end é mais um desta leva. Adaptação de uma novel americana, a história é a de um típico Isakai, mas que aproveita melhor seus personagens.

Ficha Técnica
Nome: The beginning after the endAutor: TurtleMe
Gênero: Ação, Magia, Artes Marciais, Fantasia.Capítulos: 25

Quase um Isekai…

Num geral, temos infinitas histórias contadas todos os dias sobre pessoas que foram parar em mundos de vídeo games. Normalmente, tais personagens se tornam poderosos com grande rapidez devido a seu conhecimento prévio. Além disso, acabam se apegando ao mundo fictício em que foram parar.

Tal premissa alimenta a imaginação de jogadores ao redor do mundo que se imaginam passando pela mesma situação. The beginning after the end altera a premissa ao não colocar Arthur em um mundo de um jogo, todavia o resultado é o mesmo. Isso não quer dizer necessariamente que a história é ruim, muito pelo contrário, há infinitas fantasias parecidas por aí e muitas são boas.

O grande problema nesse tipo de história é gerar engajamento, causar curiosidade sobre aquele mundo, aqueles personagens e suas peculiaridades. Tudo isso, enquanto utiliza-se de premissas batidas como as de Isekais e fantasias.

O Renascimento de um rei!

A premissa de vida após a morte é abordada e abre brechas interessantes para serem aproveitadas, principalmente envolvendo a personalidade do protagonista e como ele reage a todas as mudanças. A comédia se encontra forte e nenhuma dessas brechas é desperdiçada. Acompanhamos o renascimento de Art em um novo mundo e seu crescimento como bebê, o que gera cenas incríveis (e fofas).

Invariavelmente a história precisa andar e aí surge o desafio do autor em não tornar aquele mundo mais do mesmo. Não cair em alguns clichês e o ótimo protagonista criado segura o leitor o suficiente pra se manter interessado e a dinâmica entre os personagens também. Além disso, é nítido o esforço em explicar a dinâmica daquele mundo de forma didática e lógica. Com isso, a história anda num ritmo bastante fluído e agradável.

Enfim, a primeira temporada termina como o início de qualquer história do gênero, muita coisa pode até mesmo ser prevista. Porém, alguns elementos diferem The beginning after the end de muitas histórias parecidas e pra quem gosta do gênero, é uma alternativa a mesmice. Até o fim do capítulo 25 nada de espetacular é mostrado, mas é um começo acima da média.

ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
Nota da temporada
Quem quiser saber quem sou, olha para o céu azul...Amante de infinitas coisas, desde animes, games, filmes, séries, música, futebol, literatura...Toda e qualquer uma dessas artes, mas, principalmente, a escrita, que torna minhas palavras imortais igual ao meu tricolor!

1 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here