The Promised Neverland 2×01 – A terra prometida | Análise

921

The Promised Neverland 2×01 estreou essa semana e com ele tivemos um total de zero respostas, porém, uma ótima introdução aos novos desafios das crianças.

Para começar, vamos falar da ótima concepção de mundo. Ainda que fosse esperado algo diferente no mundo devido a existência dos demônios, a história não se acomoda em sua premissa e tenta inovar. Isso é algo interessante, já que mencionei no post das expectativas que a dinâmica da segunda seria bem diferente da primeira. Porém, com esse mundo diferente em algo, as descobertas que acompanhamos na primeira se mantém, e continuamos descobrindo tudo junto com Emma e cia. Tal paralelo evita uma troca imediata de ritmo e gênero de uma temporada para outra, mantendo alguma linearidade.

Novidades em The Promised Neverland 2×01

Ainda é cedo para bolar teorias, mas o enredo nos deu algumas sobre o futuro, que deve envolver encontrar Willian Minerva. A procura pelas crianças me pareceu muito fácil e envolveu somente alguns guardas, o que deu a impressão de que não eram tão importantes. Fora isto a floresta é linda e todos os animais que vimos dão um tom único ao local. As árvores grandes e a fauna diferenciado indicam que o mundo pode ter sido invadido há muito tempo e evoluiu de maneira diferente.

Agora resta descobrir quem são os dois demônios que salvaram Emma e as crianças. Infelizmente não tivemos notícias de Isabela ou Normam. O terceiro membro dos protagonistas está no encerramento, então deve voltar a aparecer em algum momento. Resta torcer que a história ande e nossos protagonistas não fiquem presos novamente, pois depois de tanta espera, queremos vê-los conhecendo o mundo.

ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
Nota do Episódio
9
Quem quiser saber quem sou, olha para o céu azul...Amante de infinitas coisas, desde animes, games, filmes, séries, música, futebol, literatura...Toda e qualquer uma dessas artes, mas, principalmente, a escrita, que torna minhas palavras imortais igual ao meu tricolor!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here