Resenha do clássico Elvira: A Rainha das Trevas (1988)

Elvira: A Rainha das Trevas (1988) é um filme verdadeiramente cativante e único em seu gênero.

Elvira: A Rainha das Trevas

Resenha do clássico Elvira: A Rainha das Trevas (1988)

Uma obra que se tornou um clássico do cinema é Elvira: A Rainha das Trevas, uma comédia trash de humor negro e estrelado por Cassandra Peterson no papel de Elvira, famosa personagem gótica dos Estados Unidos. Para quem ainda não conhece a obra ou a personagem, pode se questionar se compensa assistir mesmo ou sobre o que se trata exatamente. E venho aqui lhe convidar para conferir nossa resenha do clássico Elvira: A Rainha das Trevas (1988)! Realmente compensa? Além disso, onde assistir?! Saiba tudo aqui!

Elvira A Rainha das Trevas

Ficha técnica

  • Ano de lançamento: 1988
  • Título original: Elvira, Mistress of the Dark
  • Gêneros: Terror/Comédia
  • Duração: 1h 36m
  • Classificação indicativa:14
  • Direção: James Signorelli
  • Roteiro: Sam Egan, Cassandra Peterson

Elenco

  • Cassandra Peterson – Elvira / Tia Morgana Talbot
  • W. Morgan Sheppard – Tio-avô Vincent Talbot
  • Daniel Greene – Bob Redding
  • Susan Kellermann – Patty
  • Edie McClurg – Sra. Chastity Pariah
  • Robert Benedetti – Sr. Calvin Cobb
  • Kurt Fuller – Sr. Glotter
  • Jeff Conaway – Travis
  • William Duell – Lesley Meeker
  • Pat Crawford Brown – Sra. Meeker
  • Ellen Dunning – Robin Meeker
  • Ira Heiden – Bo
  • Tress MacNeille – Âncora mulher / Tia Morgana Talbot (voz)
  • Frank Welker – Algonquin (voz)

Sinopse:

Ao chegar a uma pequena cidade onde ele herdou uma mansão, uma mulher luta contra um tio e as pessoas da cidade que querem que seja queimada na fogueira.

IMDb

Trailer:

Enredo

Elvira: A Rainha das Trevas desenrola-se na trama da vida da protagonista homônima, uma apresentadora de um programa de terror de baixo orçamento. Em um momento crucial, quando seu programa está prestes a ser descontinuado, Elvira se depara com uma reviravolta surpreendente: herda uma velha mansão em Fallwell, Massachusetts, de uma tia distante, Morgana, cuja existência ela desconhecia por completo.

O enredo toma um rumo inusitado quando Elvira, que inicialmente sonhava em vender a mansão e se mudar para Las Vegas, se depara com dois desafios significativos. O primeiro é a reação dos adultos da pequena cidade, composta por apenas 1313 habitantes, que ficam chocados com sua vestimenta ousada e comportamento peculiar. Incansável em sua autenticidade gótica e sensual, Elvira recusa-se a comprometer seu estilo, enfrentando a oposição liderada por Chastity Pariah e desafiando as normas locais.

O segundo obstáculo surge na figura de Vincent Talbot, um dos tios de Elvira, que, apesar de não herdar nada da tia Morgana, almeja obter um “livro de receitas” deixado para Elvira. Este livro confere poderes mágicos extraordinários, desencadeando uma disputa entre Elvira e Vincent. Este último busca utilizar os conhecimentos místicos do livro para realizar feitiçarias de proporções magníficas.

O filme, repleto de humor do início ao fim, oferece mais do que apenas entretenimento. De maneira sutil, lança críticas perspicazes contra o preconceito e o machismo, reforçando mensagens de autenticidade e empoderamento feminino. Não é surpreendente que Elvira: A Rainha das Trevas tenha se tornado um clássico atemporal do cinema, uma obra que transcende as décadas e continua a encantar audiências com sua mistura única de comédia, horror e crítica social.

Assista Elvira: A Rainha das Trevas (1988) completo no YouTube

Extra: Especial “Não cancele o Halloween!”

Esse extra aqui é por quesito curiosidade. Afinal, a Elvira realmente virou um ícone da cultura pop! A atriz Cassandra Peterson se vestiu novamente como a personagem sexy em diversos trabalhos ao longo de sua carreira. Entre clips musicais com o astro pop RuPaul e com a banda gótica The 69 Eyes, Cassandra Peterson lançou o seu próprio vídeo “Não cancele o Halloween!”, postado em seu canal no Youtube durante a pandemia de COVID-19. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA alertou que as tradições do Halloween “não são aconselhadas” no primeiro ano de pandemia.

Obrigada por ler até aqui! Você sabia que o portal Meta Galáxia possui muitas resenhas e análises? As nossas últimas resenhas foram Resenha de Oppenheimer (2023), drama histórico protagonizado por Cillian MurphyResenha de Barbie (2023), filme protagonizado por Margot Robbie e Ryan Gosling e Resenha: Compensou assistir Super Mario Bros O Filme (2023)?? Se procura por mais filmes legais, confira em nosso portal: Marte Um: ResenhaBroker – Uma Segunda Chance: Resenha e Crítica Duna 2021 – É bom e vale a pena assistir?? Além disso, você também pode ler a nossa matéria: Critérios – Como fazemos Críticas e Análises.

ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
Elvira: A Rainha das Trevas
Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕
resenha-do-classico-elvira-a-rainha-das-trevas-1988Elvira: A Rainha das Trevas (1988) é um filme verdadeiramente cativante e único em seu gênero. A performance de Cassandra Peterson como Elvira é espetacular, combinando humor afiado com uma presença magnética na tela. A trama é hilariante, cheia de reviravoltas e situações absurdas que mantêm o espectador entretido do início ao fim. Além disso, a estética gótica e os trajes deslumbrantes de Elvira acrescentam um charme especial ao filme. Este clássico cult é uma mistura perfeita de comédia, horror e sensualidade, e continua a ser uma obra icônica que conquista corações de fãs em todo o mundo há décadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here