A Máfia dos Tigres (Tiger King, Netflix) – Resenha

Beirando o surreal, série aborda o selvagem (e bizarro) mundo dos criadores de animais exóticos.

0
120

Resenha de A Máfia dos Tigres da Netflix

A Máfia dos Tigres (Tiger King, Netflix) - Resenha - 01

A Máfia dos Tigres (Tiger King: Murder, Mayhem and Madness) é uma mini-série / documental (baseada em fatos reais) que foi lançada em março de 2020 pela NETFLIX. A série contou com 7 episódios originais com cerca de 50 minutos de duração cada. Recentemente A série acabou ganhando um episódio extra (que é bem legal, com novas entrevistas pós série), devido a tamanha repercussão. Mesmo que você ainda não tenha assistido A Máfia dos Tigres, é bem provável que você já tenha visto alguém comentando, postando algum vídeo ou meme, principalmente relacionadas ao seu protagonista: Joe Exotic.

O Ponto de Partida de A Máfia dos Tigres

Ao ficarmos zapeando pelo catálogo da Netflix (coisa que fazemos as vezes e acabamos não escolhendo nada de tanto tempo que ficamos ali rs) nos deparamos com A Máfia dos Tigres. E em uma olhada rápida e sem muita ênfase, pode dar a impressão de que estamos diante de um documentário a la Discovey Channel ou Animal Planet. Não se enganem. A Máfia dos Tigres é muito mais próxima de outra série da Netflix (aliás, uma série sensacional) que é Bandidos na TV.

A Máfia dos Tigres (Tiger King, Netflix) - Resenha - 02

Em A Máfia dos Tigres temos como protagonista Joe Schreibvogel, mas que se auto nomeou como Joe Exotic. Ele é um criador de animais selvagens / exóticos que com o passar do tempo, profissionalizou isso ao montar um parque gigantesco com essa temática: Garold Wayne Exotic Animal Memorial Park. Lá ele mantinha diversos animais selvagens, como tigres, leões, ursos e oferecia ao público uma experiência única ao fazer as pessoas interagirem com os animais.

Porém, assim como os seus animais, Joe era um ser praticamente de natureza selvagem e que logo o acabou levando a diversos caminhos inesperados com o decorrer dos anos. E assim, a partir de Joe vamos conhecer um pouco do mundo não só dele, mas dos criadores de animais selvagens e no que eles acabaram por se envolver. Principalmente quando Joe acaba por encontrar uma rival: Carole Baskin, uma ativista que luta pelos direitos dos animais.

Um Ponto Fora da Curva

Como dissemos acima, começamos com Joe nos mostrando toda sua paixão pelos animais que ele cria e pelo parque que montou. Com isso vamos conhecendo um pouco mais de sua personalidade e seu dia à dia. E assim, descobrindo que ele e esse mundo dos criadores de animais selvagens, é uma espécie de realidade a parte do restante do mundo. Joe além de criador de animais e dono do parque também tem outros investimentos, como a carreira de cantor de música country (onde ele sempre faz músicas relacionadas aos animais) e também com um canal de vídeos, falando de sua vida e das rotinas do parque.

A Máfia dos Tigres (Tiger King, Netflix) - Resenha - 04

Além dos empreendimentos, Joe faz jus ao “Exotic” uma vez que ele se veste de uma maneira extravagante, cultiva seus inconfundíveis “mullets” e anda sempre armado (apaixonado por armas e explosivos). Joe é assumidamente gay, e logo sabemos que ele é casado com um funcionário do seu parque. Depois de certo tempo,  Joe se casa de novo, assim mantendo um casamento à três, já que ele tem dois maridos. Joe é uma pessoa que sempre deixou bem clara uma coisa: ele queria muito ser famoso, queria os holofotes para si. Sempre demonstrando seu jeito excêntrico e por muitas vezes explosivo. Mas qual seria o preço de se conseguir tal fama? Os fins justificam os meios?

Um Mundo Selvagem e Bizarro

A Máfia dos Tigres (Tiger King, Netflix) - Resenha - 07

Em A Máfia dos Tigres, Joe Exotic é o personagem que mais chama a atenção, justamente pelos pontos apontados acima. E com isso vamos sendo apresentados aos poucos a outros personagens que vão nos mostrando que Joe não é o único a se portar assim, e que o mundo da criação dos animais selvagens é muito mais complexo e estranho que pensamos. Os funcionários que trabalham com Joe são um bom ponto de partida. cada um deles está ali por um motivo e tem uma relação peculiar com Joe. Ao serem apresentados aos poucos, vemos como funciona o parque, o quão trabalhoso e custoso é cuidar desses animais. E claro, o quão perigoso também. E com esses diversos pontos de vista vamos construindo uma imagem de Joe como pessoa, como chefe e como show man.

A Máfia dos Tigres (Tiger King, Netflix) - Resenha - 05

Como já citamos quando Carole Baskin entra em cena, ela compra uma briga ferrenha com Joe, acerca dos direitos dos animais (ela criou uma instituição o Big Cat Rescue), ao denunciar maus tratos e outras acusações. Ela ganha um grande destaque na série como sendo a “rival” de Joe, e assim como tinha acontecido com ele, logo vamos sabendo de sua história até chegar aquele ponto. Mais uma vez a série nos conduz por um outro ponto de vista acerca do cenário que cerca Joe, assim ganhando novos contornos e expandindo esse mundo. E ela por si só também demonstra uma vida cheia de acontecimentos polêmicos, que depois acabam por reverberar nos conflitos com Joe.

" DOC "

Por meio da briga de Joe versus Carole, vamos conhecendo novas pessoas desse meio, dentre elas outros criadores de animais selvagens. E cada um deles pode-se dizer que são bem “peculiares”. Um exemplo disso é Mahamayavi Bhagavan Antle que é conhecido pelo apelido de Doc. Ele também tem uma criação desses animais, porém diferente de Joe, ele tem uma saúde financeira bem maior. Só que ele além dos animais, possui uma espécie de “harém” com diversas mulheres, como se para entrar na sua equipe, e aquilo funcionar como um “culto / seita” elas tivessem que se envolver com ele. É como se as pessoas que entram nesse mundo passassem por uma espécie de transformação e ficassem alienadas. Além destes citados, no decorrer de A Máfia dos Tigres vão aparecendo outras pessoas que só reafirmam isso: que esse mundo parece apartado da realidade de tão bizarra que as coisas são.

Reviravoltas em A Máfia dos Tigres

A Máfia dos Tigres (Tiger King, Netflix) - Resenha - 08

Como já falamos, um dos grandes atrativos da série é que além de nos apresentar um mundo então até desconhecido para grande do público, nos possibilita analisar a situação por diversos pontos de vista, assim como aconteceu em Bandidos na TV. Por vários momentos nos perguntamos quem está falando a verdade, principalmente no confronto entre Joe e Carole. Mas A Máfia dos Tigres não se prende apenas a estes dois personagens, pois o embate deles é o ponto central da trama, mas a partir dali começam a existir diversas ramificações. E estas, vão tomando proporções cada vez mais absurdas. Principalmente quando entra em cena Jeff Lowe, personagem que viria a ser de vital importância pros rumos da história dessas pessoas.

A série vai nos levando a fatos cada vez mais estranhos e bizarros.  Os desdobramentos que vão aparecendo são muito bem construídos pela narrativa da série. Praticamente todos os personagens que vão aparecendo no decorrer dos episódios tem a sua devida importância. Fatos apresentados no início são revisitados, assim ganhando relevância e complementando a narrativa.  As proporções que as coisas vão tomando são quase inimagináveis, do tipo que só se costuma ver em filmes e outras obras de ficção. Mas aí você lembra: isso é real.

A Máfia dos Tigres (Tiger King, Netflix) - Resenha - 03

Para se ter uma ideia, as coisas se desenrolam pra todos os lados possíveis. Tem abordagem sobre politica e como isso causou um tremendo barulho na época. Conspirações e complôs, quem estaria de conluio com quem. Crimes e violência também permeiam a obra, que conta com fatos bem crus nesse sentido e que impactam o espectador.  A coisa fica muito séria em A Máfia dos Tigres. Os episódios sempre terminam com ótimos ganchos que nos deixam apreensivos. Os desdobramentos culminam em fatos inacreditáveis. É serio, chegar a ser assustador, pois é uma mistura de galhofa com crueldade.

A Máfia dos Tigres e o seu saldo final!

A Máfia dos Tigres (Tiger King, Netflix) - Resenha - 10

A Máfia dos Tigres é uma série realmente muito boa, principalmente se você aprecia essa pegada mais “documental”. A trama é rica em personagens e acontecimentos que certamente vão te deixar pensando em como aquilo pode acontecer, e até então não tínhamos conhecimento de nada disso. Pois realmente parece um mundo separado do nosso, onde as regras são outras de tão excêntricos e bizarros são os fatos que acontecem a essas pessoas. Talvez uma ressalva é que por várias vezes são muitas informações que transitam na tela em diferentes linhas do tempo, então se o espectador não prestar atenção em algumas coisas, pode perder detalhes importantes. Mas a série sabe conduzir bem sua narrativa.

Ao final da série podemos notar uma coisa: que ela por muitas (muitas mesmo) nos leva a notar o quanto os animais são deixados de lado. Quais os motivos dessas pessoas levarem as coisas as ultimas consequências? É o amor por esse animais? A Máfia dos Tigres além de entreter nos leva a refletir sobre acerca dessas pessoas, será que elas realmente amam esses animais como elas tanto gritam, ou, amam apenas os status que esses animais trazem?

assinatura_andre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here