As formas que Bleach abraça os clichês shounen

Mesmo que Bleach pareça um shounen típico com suas aventuras no ensino médio e aumento de poder, a obra-prima de Tite Kubo encontra maneiras de abraçá-lo.

Ichigo Kurosaki - Bleach

As formas que Bleach abraça os clichês shounen

O popular mangá Bleach, de autoria de Tite Kubo, rapidamente se tornou um membro icônico dos Três Grandes do mundo dos animes shounen, mas também apresentando vários clichês. Bleach, junto com suas duas contrapartes, parece abranger todos os tropos, convenções e clichês familiares do anime e mangá shounen que os fãs encontraram antes, embora isso nem sempre seja um impedimento. Embora alguns dos clichês de Bleach possam parecer banais ou absurdos, certos clichês transcenderam seu status original para se tornarem algo mais.

No enredo de Bleach, os tropos tradicionais do shounen anime cheio de ação são expandidos ou virados de cabeça para baixo de maneiras inteligentes e profundas. Isso confere ao programa uma sensação de familiaridade com seus constituintes shounen, ao mesmo tempo que introduz novas perspectivas sobre esses elementos. O show entrega mensagens e temas que mesmo One Piece e Naruto ainda não abordaram.

Ah! Antes de continuarmos, válido ressaltar que o anime está disponível pela Star+. Os fãs de Bleach também poderão conferir em nosso portal:

Vida no ensino médio

Bleach

Diversas séries de anime shounen e shoujo têm como pano de fundo o ambiente do ensino médio, um cenário familiar e reconhecível que cativa qualquer fã. No anime Bleach, inicialmente, há uma abordagem na escola frequentada por Ichigo, embora isso não se restrinja meramente às típicas aventuras escolares.

A presença dos elementos do ambiente escolar serve para destacar como Ichigo conduz uma vida dupla, sendo tanto um estudante quanto um Soul Reaper. Isso o diferencia de personagens como Naruto e Luffy, cujas vidas são mais unidimensionais. Além disso, a interseção da jornada de Ichigo como caçador de Hollows com sua vida escolar adiciona um toque de diversão, ao trazer desafios pessoais pelos quais ele deve lutar. Isso cria uma dinâmica interessante, onde Ichigo enfrenta perigos que vão além das batalhas espirituais, alcançando também sua esfera pessoal.

Meninas Gato

Yoruichi Shihōin

É curioso notar que é frequentemente recorrente em séries de anime a inclusão de personagens que assumem formas felinas cativantes. Um exemplo disso é encontrado em Fire Force com Tamaki Kotetsu, assim como em Fairy Tail com Carla, uma gata alada com habilidades mágicas, capaz de se metamorfosear em uma forma feminina humana. Bleach também não foge a esse clichê, apresentando o personagem Yoruichi Shihoin.

O que tornou esse clichê particularmente inovador e surpreendente em Bleach foi a maneira como Yoruichi foi inicialmente introduzida como um gato preto falante com uma voz masculina, sem revelar mais detalhes. Somente posteriormente é que Yoruichi desvenda sua verdadeira forma, revelando-se uma Soul Reaper de identidade feminina, o que causou surpresa tanto entre os fãs de Ichigo quanto os de “Bleach”. Mais adiante na trama, Yoruichi volta a abraçar sua conexão felina ao adotar uma nova forma de shunko, que inclui orelhas, patas e uma cauda. Isso proporcionou um novo elemento intrigante para o desenvolvimento do personagem.

Mentores

kisuke urahara

A maioria das séries de anime de ação shonen inclui pelo menos uma figura de mentor, sendo Mestre Roshi um exemplo clássico de tal personagem. Em animes mais recentes, Kisuke Urahara se tornou outro mentor de anime de ação que pode ser comparado a Kakashi Hatake e Satoru Gojo, embora obviamente tenha as diferenças importantes entre eles.

Kisuke treinou Ichigo, mas ele não é apenas um mentor. Kisuke é um cientista talentoso cujos experimentos e itens fizeram ainda mais bem do que seus métodos de treinamento, tornando-o um rival de Mayuri Kurotsuchi. Além disso, Ichigo teve outros mentores como seu pai Isshin, os Visoreds e até a própria Rukia, então não existe apenas o mentor shounen.

Esquadrões de vilões de elite

Sōsuke Aizen

Alguns antagonistas atuam de forma independente, enquanto outros se inserem em grupos reduzidos, porém poderosos. Na trama de Naruto, temos a Akatsuki; One Piece apresenta os Piratas do Barba Negra; e My Hero Academia traz à tona a Liga dos Vilões. O desafio reside em conferir a esses grupos memorabilidade e relevância dentro da narrativa, e “Bleach” cumpriu com maestria essa tarefa.

O primeiro superconjunto de antagonistas em Bleach se manifestou como os Dez Espadas, os Arrancars mais poderosos e de patente mais elevada. A despeito de sua força impressionante, o que os caracterizava era a sua essência vazia e permeada por um desespero irremediável. Dessa maneira, Bleach subverteu a noção convencional de um grupo de vilões, introduzindo antagonistas cuja força se mostrava insuficiente para contrabalançar o abismo de desesperança que os consumia, não importando o quanto se esforçassem.

Caçando Monstros

bleach

Uma série de franquias de ação shounen abordaram o conceito Monster Hunter, incluindo os sucessores espirituais de Bleach, Jujutsu e Demon Slayer, bem como Chainsaw e Fireteam. No universo Grim Reaper, é trabalho de todo ceifador de almas lutar contra almas monstruosas chamadas The Hollow, mas não se trata apenas de matar.

Hollows não são demônios – eles são as almas distorcidas dos mortos movidas pelo instinto e pela fome. Shinigami usa Zanpakuto para purificar os vazios na batalha e os envia para o Reino das Almas, que também é a diferença entre Shinigami e Demon Slayer. Somente em casos raros, após derrotar o Vazio, os espíritos malignos serão enviados para o Inferno em vez do Mundo das Almas.

Rivalidades

bleach

Até Bleach não fica imune às tramas de rivalidade, algumas das quais seguem caminhos convencionais, como o embate entre Grimmjow e Ichigo para superar um ao outro. No entanto, a rivalidade mais profunda e marcante emerge entre Ichigo e Uryu Ishida, que, coincidentemente, compartilham também o mesmo ambiente escolar. A origem dessa rivalidade de Uryu remonta ao seu status de Quincy, impulsionando-o a buscar reafirmar sua supremacia perante os Soul Reapers.

Essa rivalidade inicial serviu como reflexo da tensão histórica existente entre Soul Reapers e Quincies, porém, com o tempo, a verdadeira amizade prevaleceu e Ichigo e Uryu encontraram um terreno comum. Isso evidenciou como laços genuínos de amizade e confiança podem transcender até as mais intensas rivalidades enraizadas em diferenças tribais. Ao unir essas duas forças, a amizade triunfou sobre antigas ressentimentos e hostilidades, ilustrando o poder transformador da camaradagem. Essa rivalidade amistosa ganhou ainda mais relevância e profundidade à medida que o arco da Guerra Sangrenta dos Mil Anos se desdobrou.

Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here