Supernatural 15×18: Deus no céu, e (só) os Winchesters na terra!

85

Um belo trabalho de edição sempre é capaz de surpreender aqueles mais curiosos. Alguns dias atrás, escrevi aqui uma matéria do que esperar para os últimos três episódios da série – errei tudo, aliás – e, nela, coloquei a prévia do episódio 18. Nesta prévia, bem editada, tudo dava a entender que o inimigo do episódio era Billie, mas ao longo dele mesmo, deu para perceber que algo estava errado em Supernatural 15×18. A Morte não apareceu em cena durante o desaparecimento e parecia trabalhoso demais ir levando um por um aleatoriamente. Afinal, por que não levou Charlie junto com sua namorada?

O início do episódio

Claramente por uma questão de escalação de ator, não vemos Chucky e por alguns minutos fica a duvida sobre o que aconteceu com o personagem. Billie diz que ele simplesmente “desapareceu”. Considerando a fúria divina que parecia que iria pairar sobre os protagonistas, me surpreende que ele tenha simplesmente ido embora. Então, Jack vai para o Vazio e simplesmente explode.

Bem, não dá pra negar que é extremamente anti-climático que o personagem tenha sobrevivido de última hora sem qualquer consequência além da perda de seus poderes. Todavia, já é de se acostumar em se tratando de Supernatural. Era de se esperar, também, que o Vazio não morresse só com aquilo, mas a explicação de que seu tamanho é muito maior justifica sua sobrevivência. Só fica a crítica em relação a falta de consequência do bom final do episódio anterior.

Supernatural 15×18 – Desespero

Já sobre o episódio em si, temos o mistério do desaparecimento das pessoas que a Morte falou que iria levar de volta ao seu lugar. Tal situação leva Sam a buscar sua namorada, falhamente, e a reunir todos seus conhecidos que vieram de outro mundo para protegê-los. Senti falta das Irmãs, principalmente Claire, que já não aparece há algum tempo. Talvez seja um problema de contar com os atores mesmo devido a pandemia.

Para o episódio, foi bem construida a maneira com que o telespectador foi levado a acreditar realmente que Billie estava por trás do acontecido. Inclusive, nota-se a ausência de figurantes, indicando o acontecido. Mas, porém e entretanto… O caos tomaria o mundo se as pessoas começassem a desaparecer de repente e, o padrão que Dean e Sam caçavam, seria facilmente quebrado. É difícil acreditar que ninguém ficou sabendo que pessoas estavam sumindo por todo o mundo e não só as potenciais vitimas da Morte.

O Adeus de Castiel

Com o final da série, é de se esperar que as despedidas começassem a ocorrer e Supernatural 15×18 trouxe a primeira delas. Confesso que esperava que Jack fosse o primeiro a partir, mas me surpreendi positivamente com a saída de Castiel, que foi bem utilizada. Pra começar, o início deste plot se dá com o ferimento da Morte por parte de Dean que é… bem conveniente, afinal é difícil engolir Billie deixando a única arma capaz de matá-la dando sopa por aí.

Mas, ignorando esta questão, o plot de Dean e Castiel se encaixa bem com o de Sam e Jack ao longo de todo episódio. O final de Castiel parece ter vindo no momento certo e teve o peso dramático que se esperava de alguém que era protagonista há pelo menos dez anos junto com os irmãos. Além disso, serviu como encerramento para o enredo da Morte – que, aparentemente, sua foice foi levada junto – e do Vazio.

Restam assim, somente Deus, os Winchesters e Jack no mundo. Em suma, não há mais distrações, não há mais para onde correr, só resta o enfrentamento e a conclusão da história. Afinal, como Chuck disse: Bem vindos ao fim!

Por fim, fique com a prévia do episódio 19:

1 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here