Arquipélago Sabaody – Derrota Total (One Piece) | Análise

Arquipélago Sabaody
Arquipélago Sabaody

Existem arcos com cenas marcantes em One Piece. Todos lembram daquela cena com Nami em Arlong Park, onde ela cede e pede socorro à Luffy. Depois, temos o soar do sino em Skypiea. Em Water Seven e Enies Lobby uma grande quantidade destes momentos, seja na luta de Luffy e Usopp, Robin pedindo pra viver ou a despedida do Merry. Em Thriller Bark, Zoro aguenta toda a dor de seu capitão em uma cena épica. Mas, quando parecia que nada mais surpreenderia, Oda entrega antes de seu clímax da primeira metade do anime, mais cenas incríveis no Arquipélago Sabaody.

Dando mais um show de criatividade em sua Grand Line, Oda apresenta mais uma bela ilha. No mangá, o Arquipélago não fica tão legal assim, mas no anime fica belíssimo. Sabaody é bastante diferente e uma bela adição às ilhas únicas que o autor criou para seu anime. Porém, o destaque fica, é claro, para a quantidade de conteúdo que nos é apresentado. O arco possuí apenas 20 episódios no anime e 23 capítulos no manga, mas acontece muita coisa incrível.


Arquipélago Sabaody

Para começar, vamos falar de Duval. Talvez a parte mais enrolada do arco, Duval adiciona bastante comédia em Sabaody. O personagem e seu drama são bem vindos, até mesmo por introduzir Camie e recolocar Hacchi na história. Esta parte, inclusive, talvez seja a primeira grande perda de quem não lê as Histórias de Capa do anime. Camie e a aventura de Hachi até Sabaody são mostradas muito antes no manga, mas nunca no anime. Além de engraçado e mais leve, este trecho do arco mostra mais uma vez o poder do bando. Após derrotar oponentes fortes um atrás do outro, a confiança de todos está lá em cima.

Um pouco mais a frente, já em Sabaody mesmo, mais uma vez Luffy tem seu ego inflado por contantes engrandecimentos ao seu nome. A sensação de inconsequência que sempre acompanhou o personagem aumenta, porém em um contexto perigoso. Toda a abordagem dos Dragões Celestiais é incrível e Oda não precisa de muito tempo para nos passar a sensação de repúdio aos personagens. Tudo aqui é uma pequena introdução para o futuro arco da Ilha dos Tritões, mas é capaz de gerar conteúdo pra si mesmo. Não necessariamente ficando preso ao futuro.

Introduções a rodo

Acredito que talvez você já tenha ouvido falar nisso, mas caso não, vou contar. É conhecido do público geral que Oda criou Kid, Law e os outros “novatos de 100 milhões” que nos são apresentados em cima da hora. Porém, apesar disso, os personagens até que são bem introduzidos. A melhor entrada, claro, fica para Kizaru e todo seu poder, além de Rayleigh, que roubam a cena. Eu mencionei no arco de Thriller Bark, o quanto alguns arcos soam “inconvenientes”. Este arco dá muito a impressão de que não foi feito para lidar com Marineford, apesar de tudo ficar bem encaixado. Mas também fica claro o inchaço de conteúdo no Arquipélago Sabaody.

Já os novatos nos são bem apresentadas, especialmente com a rápida revelação de suas frutas, origens e recompensas. Oda não costuma dar tanta informação sobre personagens novos, o que dá a impressão de que ele sabia nitidamente o que faria com cada um deles. Por mais que, assim como a questão de Marineford, tudo soe um pouco intrusivo e sem consequência.

Derrota Total

Já sobre o que provavelmente estava nos planos originais do Oda, temos a derrota total do bando. A completa e total aniquilação de um bando que vinha de superações contra inimigos fortes. A impotência de Luffy diante sua derrota, claro, conversa diretamente com seu excesso de confiança e com tudo que vimos de Moria em Thriller Bark. Aqui vai um ponto extremamente positivo para o anime, assim como na cena do soco de Luffy no teatro, a trilha sonora e os frames utilizados são perfeitos. Naturalmente, o fator visual, auditivo e de transição de cenas dá muito mais ênfase e terror a situação. Sentimos mais cada membro do bando sumindo e o desespero de Luffy.

Com isso, o Arquipélago Sabaody encerra com uma infinidade de apresentações e preparação para o que viria no futuro. O arco parece ser a transição para o Novo Mundo, mas temos uma guerra pela frente primeiro. Antes, ainda duas paradas, a Amazon Lily e Impel Down. Mas, poucos destes arcos são capazes de trazer tanto conteúdo em tão pouco tempo. Sabaody é, sem duvidas, um dos últimos arcos que alguém deveria pular.

ANÁLISE CRÍTICA - NOTA
Nota do Arco
9.5
Quem quiser saber quem sou, olha para o céu azul...Amante de infinitas coisas, desde animes, games, filmes, séries, música, futebol, literatura...Toda e qualquer uma dessas artes, mas, principalmente, a escrita, que torna minhas palavras imortais igual ao meu tricolor!
arquipelago-sabaody-one-piece Existem arcos com cenas marcantes em One Piece. Todos lembram daquela cena com Nami em Arlong Park, onde ela cede e pede socorro à Luffy. Depois, temos o soar do sino em Skypiea. Em Water Seven e Enies Lobby uma grande quantidade destes momentos,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here