The Promised Neverland – Resenha dos Episódios 10 à 12 do Anime (Final)

0
75

The Promised Neverland chega ao final de sua 1ª Temporada. E que final!

 Resenha dos episódios 10 à 12.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-01

Exibição Original: 10 de Janeiro de 2019 – 29 de Março 2019
Título Original: Yakusoku no Neverland (約束のネバーランド)
Estúdio: CloverWorks   Total de Episódios: 12
Avaliação: ★★★★☆ (Ótimo)

Salve leitores do Meta Galáxia! Como estão? Tudo certo e nada resolvido? Pois bem, conforme prometido, estamos aqui para analisar os episódios 10 à 12 de The Promised Neverland, ou seja os últimos episódios da temporada. O anime até aqui já estava ótimo e dá pra adiantar que assim se manteve até o seu final. Nas resenhas anteriores, já havíamos elogiado bastante The Promised Neverland, e apontamos pequenas ressalvas. Agora sem enrolação, vamos a resenha dos três últimos episódios e uma visão da temporada como um todo também. E fica o aviso: as resenhas “terão pequenos spoilers”, então, caso você ainda não tenha visto, corre lá e assista. E depois volte aqui! (Aproveite e veja na Crunchyroll que está trazendo o anime para o Brasil. Todos os episódios estão no catálogo dela).

Resenha dos outros episódios:

The Promised Neverland – Resenha dos Episódios 1 e 2 do Anime

The Promised Neverland – Resenha dos Episódios 3 e 4 do Anime

The Promised Neverland – Resenha dos Episódios 5 e 6 do Anime

The Promised Neverland – Resenha dos Episódios 7 à 9 do Anime

 

Episódio 10

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-10-01

Com o gancho do episódio anterior, onde Norman voltou em vez de fugir devido a grande revelação do penhasco, Ray e Emma estão simplesmente inconformados. Norman explica como é a muralha e suas dimensões, e aponta talvez possíveis caminhos para fuga. Porém, o mesmo diz que já aceitou seu destino e nada do que Emma e Ray digam, vai fazê-lo mudar de ideia. Assim, agora resta apenas esperar o momento da colheita e se despedir da casa e de seus irmãos de uma vez por todas. Isso abala o trio profundamente, e cada qual acaba sentindo o golpe de uma maneira intensa e forte.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-10-02

Norman se vê perdido em lembranças de quando era mais novo e ele estava doente e Emma ficava tentando entrar no seu quarto, mas Isabella os impedia. Até que eles fizeram um telefone usando barbante e copos. A lembrança é bem importante nesse momento, pois acentua ainda mais o elo dos personagens, ainda mais entre Norman e Emma, assim entendemos um pouco mais de toda a admiração e sentimentos que Norman sente por Emma.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-10-03the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-10-04

E infelizmente chega o momento derradeiro da partida de Norman. Esse momento foi muito bem construído e conseguiu trazer o impacto que ele merecia. Norman se fazendo de forte, não deixando transparecer seus medos e anseios na despedida com os demais. Até que chegou a vez de Emma. A cena é linda e triste. Emma não desiste de salvar o amigo nem no último instante, mas de novo Norman lhe diz e enfatiza que ele não vai fugir. Ray nem vai se despedir, pois não quer ver essa cena, apenas vemos o personagem acompanhando as coisas de soslaio, mas sem envolver, porém, é nítida a dor do personagem em relação a partida do amigo.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-10-05the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-10-06
Então Norman é levado até os portões e ficamos com uma dúvida no ar: Norman realmente morreu? Porque durante o caminho, há uma conversa entre ele e Isabella que demonstra o quanto ela o admira. E pelos flashbacks que haviam aparecido no episódio anterior, ela também já havia visto o que há além do muro. Será que em um último momento, Isabella se compadeceu e salvou Norman, ou o nosso gênio foi embora mesmo?

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-10-07the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-10-08

A dor e desolação de Emma e Ray são pesadíssimos e ambos ficam sem ânimo para viver. Passa-se açgum tempo, e os dois estão apenas sobrevivendo em vez de viver, tentando lidar com a perda do melhor amigo. Porém no final do episódio Emma surge com um olhar perspicaz de quem ainda não desistiu de fugir.

Episódio 11

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-01the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-02

Continuação direta, temos então a revelação de que Emma não desistiu de fugir e que ela quer que Ray também vá com ela e todas as outras crianças. Mas agora sem Norman, como fazer um plano desses dar certo, sendo que Isabella está ciente de todas as intenções dos nossos protagonistas? Eis que Ray tem um momento de puro surto, onde ele joga combustível no seu próprio corpo com o intuito de se queimar vivo e ser uma isca para que todas as crianças fujam. Mas mesmo assim, como isso poderia dar certo? Como escapar das garras de Isabella? A sorte é que Emma, já tinha tudo desenhado.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-04the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-05

Eis então que temos uma revelação interessantíssima. Todas as outras crianças sabem do plano e do que acontece na Orfanato. Emma conta a Ray que ela e Norman haviam compartilhado o segredo com vários deles, e que eles também já suspeitavam de que algo estava errado, pois enquanto o trio principal estava fazendo suas maquinações para fugir, a câmera sempre dava a impressão de que alguém estava de canto vendo alguma coisa, de maneria daria pra deduzir que poderia nem sempre ser Isabella / Sister Krone.  Porém , isso poderia se aplicar as outras crianças ficando a par de toda a trama que se passa nos bastidores da casa. Isso pega não só Ray de surpresa, mas também os expectadores. A condução e revelação dessa informação é bem-feita e mostrada no tempo certo. Um grande acerto da adaptação. Pois toda essa informação ficou oculta em meio a perda de Norman, assim o que se mostrava eram que os personagens estavam em pedaços e que haviam desistido de tudo. Ótima cena.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-07the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-03

Mas mesmo assim, como driblar Isabella? Norman já havia planejado tudo e passado o bastão para Emma, pois Ray não poderia saber disso, para sua própria segurança e pelo seu papel de agente duplo que ele tinha que desempenhar. Então Emma e as outras crianças criam todos os elementos para a tão sonhada fuga. Que consiste em: atear fogo na casa, fingir que Ray morreu nas chamas, trancar a porta secreta de Isabella para ela não se comunicar com a Central, enquanto todo o resto já está engatilhado. E assim o plano segue.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-06the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-08

Envolvido por uma grande adrenalina, as cenas são um deleite de tensão e liberdade, por conta de ver que plano vai dando certo. O momento em que eles chegam até a muralha e Emma olha para sua imensidão e Norman “aparece” para falar com ela é muito bonito. Em contrapartida Isabella se desespera não só por conta do incêndio, mas por notar que algo está errado.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-09the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-10the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-11-111

Porém o radar (Dragon Ball) aponta que Norman e Ray estão ali. Mas, ela se depara com nada mais nada com uma orelha cortada. Ou seja, se eles destruíssem o rastreador, ela saberia na hora da fuga. Então em uma ação corajosa, ambos cortaram suas orelhas e deixaram assim os radares para trás. Tudo parece estar dando certo, mas perto da casa eis que aparece o pequeno Phil. Aí vem a pergunta: por que ele está ali e não com as outras crianças? O que deu errado no plano?

Episódio 12 (Final)

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-02

Eis que chegamos ao episódio final da temporada de The Promised Neverland. E já adianto que foi algo primoroso esse episódio, aliás não só ele, mas esses três últimos episódios foram incríveis. Dando sequência a fuga, então temos mais uma revelação, que explica o porque de Phil aparecer na última cena do episódio anterior. Logo nos é mostrado que Phil não aparecia em algumas cenas chave do anime à toa, ele realmente se fazia presente por suspeitar que alguma coisa estava fora do lugar. Apesar da pouca idade, o menino demonstra grande maturidade em conversa com Emma, que naquele momento havia perguntado como eles fariam para fugir com as crianças de 4 anos ou menos.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-03the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-04

Mas mesmo assim, com essa maturidade ele cai em prantos quando escuta toda a verdade, e assim descobre que Norman e Cony haviam falecido. O plano de Emma (apesar de ser contra sua própria vontade),  consistia em deixar essas crianças menores lá por um tempo, pois elas estariam seguras por um período devido a idade. E Phil surpreendentemente, confirma que essa é a melhor opção. Que ele e as outras crianças menores esperariam pelo resgate de Emma daqui um tempo. Pois assim eles teriam mais chances de sucesso de fuga e não os colocaria em risco durante a execução do plano. A cena em si é uma baita revelação e também muito bem executada, passando toda a emoção que era necessária ali para marcar esse momento entre os personagens. Assim dando uma importância muito grande para Phil.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-05the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-06

Na sequência desse último episódio de The Promised Nerveland, temos, mas algumas revelações quanto ao plano. Emma revela a Ray que além das crianças saberem, elas estavam mais do que preparadas para executar o plano da fuga. Ray tinha essa dúvida, já que ela havia se afastado e desistido do plano quando Norman foi embora. Assim como nós expectadores, ele tinha dúvidas se todas aquelas crianças estavam aptas para executar coisas bem complicadas e cruciais das quais decidiriam suas vidas. Logo Emma conta que enquanto ela tinha aparentemente “desistido”, aquelas crianças que aparentemente estavam apenas brincando, na verdade estavam treinando arduamente para a fuga. E isso acaba fazendo total sentido, pois no decorrer dos episódios essas cenas haviam passado, mas mal nos importamos com elas, quando na verdade a semente estava sendo plantada sem percebermos. E vemos como essas brincadeiras e passatempos se tornaram vitais para o sucesso do plano.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-07the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-08the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-09

É surpreendente como o plano vai dando certo e uma certa felicidade vai tomando conta dos personagens. Afinal aquele era um passo muito grande. Ray então se dá conta que de realmente Emma estava certa quanto a levar todas aquelas crianças, pois cada uma delas foi fundamental em alguma coisa. E mais uma vez Norman aparece e desta vez conversa com Ray. Dialogo muito bonito e emocionante, já que não houve uma despedida oficial entre eles quando Norman se foi. Mais uma vez Norman, mesmo não estando mais presente fisicamente, não deixa de acompanhar os demais personagens. Peça fundamental desde o começo do anime e um personagem extremamente marcante. Sem ele, nada disso teria sido possível. É muito bonito ver cada uma das crianças conseguindo a sua liberdade. Ray que sempre faz aquele tipo mais “badass”, acaba ajudando uma das crianças que no último instante se amedrontou por conta da distância do penhasco. Faltando apenas Emma pular para o outro lado eis que surge ela: Isabella. (Até rimou rs)

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-11the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-12the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-13

Nesse ponto do episódio chegamos a um momento deveras importante para a trama como um todo. Ao ver suas crianças fugindo, Isabella contempla a cena e se espanta com todos conseguindo pular para o outro lado. Porém, por mais que suas palavras digam para Emma não ir, sua expressão parece não condizer com isso. Existe uma contradição acontecendo. Há uma certa expressão de felicidade e não de frustração. Mas por que isso? Logo, somos apresentados ao passado de Isabella, nos mostrando toda a sua trajetória até chegar ao cargo de Mamãe. E que cenas meus amigos. É simplesmente fantástica a sua origem, mostrando todas as suas motivações.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-20.jpg

Olhando para ela no passado, muito de Isabella se assemelha com Emma. Um jovem alegre, impulsiva e que tinha alguém muito importante para si: Leslie. Essa criança se assemelhava muito ao jeito de Norman, ou seja, Isabella ao ver as suas crianças muito se identificava com elas, justamente por ter sido muito parecida com ela sem sua trajetória. Era como se ela se enxergasse mais uma vez e voltasse no tempo. Ela também perdeu seu amigo e tentou buscar uma maneira de fugir. Mas diferente das crianças de hoje, ela não conseguiu ir além do muro. Então se empenhou muito para que assim pudesse se tornar uma Mamãe e assim cuidar para que eles tivessem uma boa infância, duradoura e feliz até o momento iminente da colheita.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-14the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-15the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-16

Mas não parou por aí. Tinha tempo para mais. Nesse desenrolar do passado de Isabella, ficamos sabendo de mais uma revelação (sim, mais uma) e desta vez é uma bomba: Ray é filho de Isabella. Como esse processo de gravidez aconteceu? Não foi explorado e nem explicado, mas a relação dos dois ganhou ainda mais contornos com essa informação. Já que Ray agia como agente duplo a muito tempo antes mesmo de Norman e Emma descobrirem as coisas do orfanato. E ele tinha consciência de que Isabella era sua mãe, já que ele reteve suas memórias de bebê. Assim, uma coisa que é revelada, porém deixando gancho para outras perguntas acerca desse assunto. Quem são os adultos que deram luz a essas crianças? Como elas são geradas? Será que Leslie e Norman, estariam vivos de alguma forma? Pois suas mortes não foram mostradas, assim podendo dar a entender que possam existir outras funções para algumas das crianças. Esse momento de Isabella é simplesmente perfeito. Tocante, emocionante sem se tornar piegas. Vemos uma Isabella agora mais frágil, deixando sua dor mais exposta, porém sorrindo de felicidade ao ver suas crianças libertas e assim torcendo por elas.

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-17

the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-18the-promised-neverland-yakosoku-no-neverland-resenha-episódio-12-10

E como cena final, vemos as crianças olhando o sol nascer, o primeiro amanhecer fora dos muros do orfanato. E que futuro os aguarda hein? Como será o mundo exterior?


Considerações sobre a Temporada

The Promised Neverland (Yakusoku no Neverland) foi um ótimo anime para se acompanhar dessa temporada de janeiro / inverno de 2019. Misturando um clima de tensão, mistério, suspense e até horror, o anime conseguiu prender o expectador do início ao fim, muito devido a sua premissa, mas muito também pela execução da direção da obra, que acertou em cheio em diversas cenas, assim conseguindo transmitir os sentimentos e impacto necessários para que os expectadores pudessem sentir empatia pelos personagens. Com certeza surgiram muitos fãs desse trio principal composto por Emma, Norman e Ray, mas sobrou espaço também para os coadjuvantes como Gilda, Don e até Phil, que roubou a cena. Isabella é uma vilã sensacional, que no final nos mostrou que talvez não seja uma vilã tão má assim.

Mas além de ótimos personagens, a construção do universo de The Promised Neverland é muito rica. Várias sementes foram plantadas que ainda não obtivemos respostas. Como por exemplo, de quem seriam aqueles carimbos nos livros? Como esses livros entraram lá? Norman está mesmo morto? E claro, como funciona o mundo exterior e a relação dos humanos adultos com os demônios? São diversos tópicos que só foram mencionados, deixando uma margem gigantesca para explorar.  Claro, o anime tem um probleminha ou outro ali de as vezes parecer ser “corrido” com algumas coisas, mas a produção e o anime em si compensam isso demais. The Promised Neverland é um anime que sabe te surpreender a todo instante mas sem soar “cult” demais ou “inteligentão”. É uma obra que sabe muito bem pra onde quer ir e o que história quer contar.

The Promised Neverland chegou ao final da sua primeira temporada e o saldo é totalmente positivo. Um anime chegou com um grande hype devido ao mangá (o que pode ser um grande perigo dependendo da situação) mas que felizmente atendeu as expectativas. Uma boa notícia é que a segunda temporada já foi anunciada, então ano que vem teremos o retorno desse pessoal. Por hora, somos nós que ficamos órfãos, de um anime tão legal e intenso de acompanhar como é The Promised Neverland.

assinatura_andre

Análise Crítica
Data
Título Original
The Promised Neverland – Resenha dos Episódios 10 à 12 do Anime (Final)
Nota do Autor
41star1star1star1stargray