O mangá Cowboy Bebop é rotulado como Shoujo – isso está correto?

De acordo com a Wikipedia e outras fontes, o mangá Cowboy Bebop é um shoujo. Isso soa como desinformação, mas na verdade há alguma verdade nisso.

Cowboy Bebop

O mangá Cowboy Bebop é rotulado como Shoujo – isso está correto?

Cowboy Bebop é conhecido por muitas coisas. Se alguém fosse convidado a dizer algumas curiosidades sobre ele, provavelmente alguns fariam referência à sua trilha sonora inesquecível. Outros mencionariam como Shinichirō Watanabe iria dirigir outros grandes trabalhos como Samurai Champloo e Space Dandy. No entanto, muitas pessoas não sabem que o mangá Cowboy Bebop é rotulado como Shoujo.

De acordo com a Wikipedia em inglês, o mangá Cowboy Bebop é um shoujo. Dado o que é Cowboy Bebop, é difícil imaginar que essa série seja voltada para meninas. Isso levou muitos a acusar a Wikipedia de outro caso de publicação de informações falsas e sem respaldo. No entanto, MyAnimeList também classifica esta série como um shoujo. Talvez haja realmente algo sobre o mangá que o levaria a ser classificado como um shoujo. Chegar ao fundo desse mistério exigirá uma inspeção mais detalhada dos fatos.


Entenda o caso do mangá Cowboy Bebop:

Em primeiro lugar, é importante entender o que é um shoujo. Há um equívoco comum de que shoujo é um gênero que envolve um elemento de romance pesado e é com a narrativa sob a perspectiva da garota. No entanto, shoujo refere-se especificamente a um público-alvo de meninas adolescentes e mulheres adultas jovens; o gênero pode ser qualquer coisa, de romance a ação. Isso significa que, dependendo de como o Cowboy Bebop se apresenta, ele ainda pode ser tecnicamente classificado como um shoujo.

A verdadeira questão é que Cowboy Bebop não é apenas algo que as meninas podem desfrutar. A ação do anime, a música, a narrativa e tudo o mais que o torna ótimo tem um apelo universal. Afinal, qualquer pessoa pode apreciar Cowboy Bebop.

Na realidade, Cowboy Bebop, pelo menos o anime, seria melhor classificado como um Seinen. Para este grupo demográfico, o público-alvo são adultos; geralmente aborda temas mais maduros e situações complicadas do que a maioria dos outros animes. Embora Cowboy Bebop certamente possa ser apreciado por meninos e meninas mais jovens, seu tom e conteúdo são mais adequados para adultos.

Com isso dito, pode-se dizer que o mangá visa o público mais jovem mais do que o anime. A arte, as expressões faciais e o tom do mangá parecem mais típicos dos animes shounen ou shoujo. Se algum desses elementos tivesse sido apresentado no anime, eles teriam se sentido totalmente fora de lugar.

O estilo de arte é especialmente notável no mangá. Spike Spiegel, por exemplo, parece um pouco mais com os personagens bishōnen (“menino bonito”) normalmente vistos no shoujo. Da mesma forma, Faye Valentine parece um pouco mais com uma protagonista bishōjo (“menina bonita”) com seus olhos maiores e cabelos detalhados. Se esses personagens com esses designs tivessem sido colocados em um shoujo genuíno usando uniformes do ensino médio, eles nunca se sentiriam deslocados.

Cowboy Bebop

O que definiu o mangá Cowboy Bebop como Shoujo?

O que realmente torna este mangá um shoujo, no entanto, é a revista onde teve sua publicação. Originalmente publicado na Monthly Asuka Fantasy DX. Embora esta revista publicasse qualquer coisa de ficção científica a fantasia, era principalmente uma revista de mangá shoujo. Cowboy Bebop é considerado um shoujo no sentido definitivo porque teve sua publicação nesta revista.

Claro, esta não seria a primeira vez que um anime seinen teve seu mangá publicado em um mangá shōjo. Darker Than Black, por exemplo, é outro anime seinen cujo mangá contou com publicação na Monthly Asuka. Só porque uma história é publicada em uma revista com um público-alvo não significa que ela não possa atrair um público mais amplo.

Quanto a saber se o mangá Cowboy Bebop pode realmente ser shoujo para os leitores, isso ainda está em debate. A série, em geral, tem apelo universal suficiente para que possa ser comercializada para praticamente qualquer demografia mais velha. Se o mangá apelar para mulheres adolescentes e jovens adultas, tudo bem também.

Conte para a gente: o que você acha dessa questão? Você acha que fas sentido Cowboy Bebop ser uma obra shoujo? Além disso, você é fã de Cowboy Bebop?

A série em anime e a adaptação em live-action estão disponíveis pela Netflix.

Para saber mais sobre as obras shoujo, então confira em nosso portal: O que é Shoujo? E quais seus principais títulos?

Para conhecer sobre as outras demografias:

Nós também temos um Top 15 animes Shoujo e um Top 15 animes Seinen! Confira!

Goiana. Arqueóloga, focada em Educação Patrimonial. Redatora. Escritora. Apaixonada pela Cultura Brasileira e pela Cultura Geek. Cosplayer nas horas vagas gótica e gamer. Aqui no Meta Galáxia, colaboro com matérias sobre o universo geek: notícias, entrevistas com cosplayers, listas de filmes e animes, análises de animes e jogos, curiosidades e muito mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here