One Piece 1050 – O que vem a seguir? | Análise

ACABOOOOOU!!! One Piece 1050 lançado e com ele a confirmação da derrota de Kaidou que já era bem obvia, mas ainda restava a declaração do narrador. Bom, no capítulo anterior eu cogitei a possibilidade dos Yonkou ainda se levantarem bem fracos e serem derrubados novamente, mas esse capítulo deixou claro que isso dificilmente ocorrerá. Vamos fazer rápidos comentários sobre este capítulo, mas quero focar mesmo em falar sobre o que acho que pode vir a seguir.

One Piece 1050

Tivemos um capítulo como era de se imaginar. Na maior parte do tempo, temos pessoas reagindo a derrota de Kaidou. Sinceramente, achei as reações fracas, mas acho que muito disso tinha a ver com a confiança de todos em Luffy. Afinal, quantas vezes eles já viram o Capitão virar lutas improváveis?


Além disso, tivemos alguns comentários sobre Yasuie que não vou me alongar para o texto não virar um livro. Mas, no início do capítulo, uma informação muito importante: Kaidou e Big Mom estão próximos. Essa é uma informação importante porque vemos Momonosuke falando que a erupção era só a despida final do vilão. Com isso, dá a entender que Kaidou irá morrer ali mesmo e que não teremos nenhum grande desenrolar sobre o vulcão.

Outra fala importante que temos é a decisão de Momonosuke de não abrir as fronteiras de Wano agora. Acho a decisão correta, visto que o país ainda precisará se recuperar e reorganizar antes de se preocupar em receber pessoas de fora. No momento, abrir suas fronteiras seria somente um fator negativo, mas, lembremos, que tudo isso pode não ser tão simples, afinal, do lado de fora, ainda tem a Marinha e Rob Lucci com sua missão de capturar Nico Robin. Fica de curiosidade o porquê Zunisha diz que se sacrificará pela decisão do novo Shogun de Wano. O que ocorrerá com Zou se o elefante morrer?

O que vem a seguir de One Piece 1050?

Agora entramos na parte divertida da coisa: Teorias! A partir daqui, é tudo especulação e coisas completamente absurdas podem sair dos meus dedos, então peço desculpas de antemão, pois o futuro pode tornar este texto numa grande piada. Mas garanto que ele continuará aqui, independente de tudo haha.

Seria Guerra dos Maiorais parte 2?

Existe uma teoria muito antiga de One Piece de que após o time-skip, tudo seria uma grande repetição. Se você analisar os arcos mais relevantes do anime, é fácil fazer um paralelo entre East Blue/Arco dos tritões, Alabasta/Dressrosa, Zou/Skypiea, Water 7/Whole Cake e, por último, Thriller Bark/Wano. Vamos resumir rapidamente o motivo destas comparações. East Blue tem como último vilão e mais difícil o tritão Arlong. O primeiro arco pós time-skip é exatamente a Ilha dos Tritões. Alabasta e Dressrosa são muito parecidos também em sua estrutura, como você pode ler na minha análise do arco.

Zou e Skypiea se passam em ilhas próximas do céu. Ai temos uma pequena divergência que envolve o tamanho e importância dos arcos, mas, na minha análise de Zou, eu mencionei que aparentemente o arco foi cortado. Assim, se partirmos da premissa que Zou seria muito maior e teria Jack como seu vilão, poderia se aproximar bastante de Skypiea, visto que temos muitos segredos revelados neste arco, assim como devemos ter mais segredos relevados com o retorno de Enel.

Já sobre Water 7 ou Ennies Lobby com Whole Cake, temos uma missão de busca e resgate a um membro do bando. Claro que a estrutura é bem diferente, pois envolve um Yonkou, mas há essa semelhança. Além disso, em Water 7 Robin é resgatada e Franky entra para o bando. Em Whole Cake, Sanji é ‘resgatado’ e Jimbei entra definitivamente para o bando, apesar de ficar para trás. Por último, temos Thriller Bark que é do tamanho de um país, isolado e que menciona Kaidou e Wano pela primeira vez. Além dos samurais.

E por que tudo isso interessa?

Tudo isso interessa, pois, se seguirmos essa lógica, a partir de One Piece 1050 devemos ter uma introdução a um evento inesperado. Se você lembra de Thriller Bark, sabe que que temos acontecimentos após o final enquanto Luffy está desmaiado pós-luta. O Shichibukai Kuma aparece. Deste vez, temos alguns candidatos a futuro problema: Rob Lucci, o vulcão, Bando dos Piratas Doce ou até mesmo Barba Negra. Se seguirmos a lógica do Kuma ser um enviado do governo, Lucci é a opção mais provável.

Já os piratas da Big Mom poderiam, ainda, salvar sua mãe, algo que eu ainda acredito. Duvido muito que os dois Yonkou morram da mesma maneira, seria algo muito impactante para o futuro do anime. Outra coisa é que, enquanto o bando estava em Thriller Bark, o arco de Marineford estava sendo construído em off. Da mesma forma, no Riverie, tivemos algo aparentemente secundário sendo trabalhado. Além, claro, da separação dos Shichibukais. Algo aconteceu com Sabo, lembram? Pois é, na primeira metade do anime, tinha acontecido algo com Ace.

Assim, é provável que nosso próximo destino seja Elbaf e que, assim como foi em Sabaody, teremos alguma missão do bando com o objetivo de ajudar Sabo de alguma forma. Na primeira vez, Luffy se uniu aos piratas do Barba Branca para salvar seu irmão Ace, que era um ‘filho’ do Yonkou. Desta vez, podemos ver Luffy se aliando ao próprio pai e os revolucionários para salvar Sabo, independente do que tenha ocorrido com ele. Isto pode, no fim, desencadear a tão esperada guerra final contra o Governo Mundial. Com isso, a teoria dos paralelos dos arcos, encaixaria perfeitamente.

Introduz e desenvolve.

Se você olhar com atenção, muito do que ocorre na primeira metade do anime é só uma pequena dose do que virá depois. Arlong é só uma fagulha do problema envolvendo os tritões. Alabasta serve de introdução para o problema dos Shichibukais, que é repetido com Doflamingo, porém, desta vez, recebendo a atenção de um Almirante que visa acabar com esse sistema. Skypiea e Zou não tem a mesma ligação, então fica difícil falar, mas se partirmos direto pra Wano, vemos que Thriller Bark foi só um gostinho. Afinal, lá, vemos que Moria, que deu todo aquele trabalho, havia sido derrotado pelo poderoso Imperador. Outra, temos a primeira aparição de um Samurai de Wano enfrentando Zoro, que mostra só uma porcentagem do poder das espadas do país e seus samurais.

Tudo ganha proporções maiores após o time-skip. Então, dá pra dizer que a guerra envolvendo o Bando, os Revolucionários e a Marinha, deve ter proporções muito maiores do que a Guerra dos Maiorais. E por fim, restaria uma batalha final entre Barba Negra e Luffy pelo título de Rei dos Piratas. Neste caso, não haveria qualquer paralelo, naturalmente. Nesta teoria dos paralelos, fica difícil encaixar Shanks e até mesmo o título de maior espadachim do mundo e a previsão de Luffy destruir a Ilha dos Tritões.

Sonhos a se realizar

Outro ponto e que é muito esquecido é o tal do All Blue que Sanji sonha em conhecer. Será que o sonho de um dos membros do Trio Monstro será uma coisa pequena? Eu acredito em uma possibilidade, seguindo a lógica em que os três costumam vencer suas lutas: Sanji encontra o All Blue após a Guerra contra o Governo Mundial; Zoro se torna o maior espadachim do mundo; e, por último, Luffy é declarado o novo Rei dos Piratas ao encontrar o One Piece. Ah, e Usopp realizará seu sonho de ser um grande guerreiro do mar em Elbaf, assim como Nami naturalmente desenhará mapas de todo mundo ao chegar em Laugh Tale. Idem para Robin, que deve descobrir os segredos do Século Perdido no local.

Acredito que o bando precisará voltar em algum momento e esse retorno resolveria algumas questões: A presença de Luffy na Ilha dos tritões para que ela seja destruída – assim como toda a região que envolve o lar dos Tenryuubitos. Depois, retornar até onde Laboon está para que ele encontre Brook. Talvez o All Blue esteja por lá também, assim como Laugh Tale. Já notou que é estranho o Croco ter ficado logo na entrada da Grand Line? Assim como Shanks estar sempre no East Blue? Isso pode significar que a o One Piece fica próximo do local e que, na verdade, Shanks tenta protegê-lo, por isso está sempre na região.

A ordem dos fatores

Outra questão a ser resolvida é o impacto que o incidente em God Valley terá para a história, assim como Xebec, e isso deverá envolver Shanks. Big Mom, se realmente for salva pelos seus filhos, como eu acredito que será, ainda deve virar um problema mais a frente, mas não deve ter um arco dedicado exclusivamente a ela. Ainda temos as Armas Ancestrais e o significado dos D. Resta saber se isso tudo será esclarecido antes da Guerra final e depois chegaremos a Laugh Tale, ou se primeiro chegaremos a Laugh Tale e então isso motivará Luffy a ir até Mariejois.

Se pararmos pra pensar, o One Piece é o grande objetivo do anime, faria sentido se ele fosse a última coisa, porém, ao mesmo tempo, parece que o tesouro tem algo a ver com o significado dos D e o século perdido. Faria sentido revelar tudo isso e o anime acabar sem que essas revelações tenham algum impacto para a história? Sinceramente, acho que segredos demais foram acumulando ao longo do anime e revelar eles, de maneira que tenham algum impacto relevante na história é o maior desafio de Oda a partir de agora. As revelações, também, possuem o desafio de não apagarem uma a outra: Por exemplo, revelar o que é o século perdido, o significado dos D e logo em seguida o que é o One Piece, atropelaria tudo e resultaria em um monte de nada. Um poderia anular a importância do outro.

Em Conclusão

Bom, após One Piece 1050, entramos finalmente no fim do arco de Wano, que deve anteceder o final do mangá. O que virá a seguir, podemos teorizar aos montes, mas resta aguardar os próximos anos e confiar que Oda tem controle de sua própria história. Ainda restam muitos mistérios, poucas respostas. Wano acabou mesmo? Teremos Rob Lucci atacando? Será que o vulcão em erupção não é Akainu em Wano? Tudo isso será respondido daqui em diante. Meu palpite? One Piece se encerrará no capítulo 1400. Então temos algo próximo de uns 6 anos pela frente. Até o próximo!

Quem quiser saber quem sou, olha para o céu azul...Amante de infinitas coisas, desde animes, games, filmes, séries, música, futebol, literatura...Toda e qualquer uma dessas artes, mas, principalmente, a escrita, que torna minhas palavras imortais igual ao meu tricolor!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here