A Escala de Poder em One Piece: Yonkous>Almirantes?

Yonkous x Almirantes
Yonkous x Almirantes

Escala de poder em One Piece não é um problema novo e muito menos exclusivo do mangá de Oda. Existe estas discussões em Naruto, Bleach, Fairy Tail, etc. Todo shounen, em algum momento, tem aquela luta que fica a impressão de que algo não esta casando. Isso acontece principalmente pelo fato de serem obras bastante longas e que precisam passar a sensação de evolução. Essa sensação é passada através da derrota de personagens cada vez mais fortes pelos protagonistas. Existe também os cargos, recompensas em One Piece, quantidade de Ki em Dragon Ball. Sendo que, One Piece, grande como é, não fugiria destes mesmos problemas.

É um assunto delicado, mas tentarei abordagens todas suas vertentes de discussão. Não darei uma resposta absoluta, pois a conclusão mais lógica é de que ela não existe. Todavia, ao fim do texto, está minha tier list de One Piece, com todos que considero mais poderosos!


A Escala de Poder em One Piece

Como eu deixei claro logo no início, não se trata de um problema exclusivo de One Piece. Sendo assim, já deixo claro que não é um defeito gigantesco no anime. Além disso, não desvaloriza em nada a obra ou chega ao ponto de desmoraliza-la, como ocorre em Fairy Tail em diversos momentos, por exemplo. Com isso, vamos discutir os paralelos que Oda utiliza para ditar algumas regras que ele segue na hora de deixar claro o nível dos personagens.

As Recompensas

As recompensas em One Piece não cumprem um papel único de escala de força. Os números ali colocados incorporam diversos fatores como ameaça, tamanho do bando, entre outras coisas. A questão é que isso só é válido em casos muito específicos, como quando é usado como piada ou para deixar claro alguma característica de determinado personagem. Um exemplo claríssimo é Chopper, que mesmo sendo claramente forte o suficiente pra uma recompensa de milhões, ainda possui uma recompensa ínfima. Nico Robin, ainda quando criança, já possuía uma recompensa muito maior que Arlong, por exemplo. A razão disso era o fato dela ser uma sobrevivente de Ohara.

Outro exemplo bem clássico é o salto gigantesco que Luffy tem em sua recompensa após Whole Cake. Ali, o personagem recebeu uma fama gigante por diversas mentiras contadas por Morgans. Como resultado sua recompensa escalonou de 500 milhões, para 1,5 bilhão de Berries. Foi uma desculpa que Oda utilizou para que Luffy desse um salto necessário, pois Katakuri já havia alcançado o bilhão. Sendo assim, os Yonkou, que Luffy precisaria superar, estariam níveis acima e consequentemente o protagonista precisaria estar também. Mas sair de 500 milhões para os números que conhecemos hoje seria estranho, então o autor aproveitou a brecha para este salto.

Recompensa = poder?

Com os exemplos acima, você pode dizer que recompensa não necessariamente é poder. Todavia, fica claro que são casos muito específicos e, na maior parte do tempo, recompensa acaba sendo usada por Oda pra deixar claro o nível de cada personagem. Imagina, por exemplo, que um determinado personagem é apresentado hoje em dia com uma recompensa de 100 milhões. Se fosse em Alabasta, ficaríamos impressionados e achando este personagem mais forte que Luffy. Hoje em dia, ele não seria desafio pra ninguém do bando. Isso mostra que Oda “treinou sua audiência” para interpretar recompensa = força, a não ser que ele especifique o motivo da recompensa alta/baixa.

Um exemplo bem claro desse “treinamento” foi logo no East Blue. Ali, Luffy lutou, respectivamente, com Alvida (5 milhões), Buggy (15 mi), Kuro (16 mi), Krieg (17 mi) e, por último, Arlong (20 mi). Note que cada desafio de Luffy aumentou levemente a recompensa, indicando um aumento de ameaça. Isso ocorre logo no East Blue, primeiro mar da história, e consequentemente passa a sensação de que Luffy está enfrentando pessoas mais fortes. Depois, vamos para Alabasta, onde Crocodile tinha 81 milhões. Enel não tinha recompensa e Lucci era da Marinha. Se passou muito tempo até Luffy enfrentar outro procurado desde Crocodile, sendo o seguinte, Gekko Moria. Recompensa? 320 milhões.

Doflamingo

Após Arlong (20 mi), Luffy recebeu uma recompensa de 30 mi. Após Crocodile (81 mi), uma de 100 mi. Note que a recompensa de Luffy sempre seguia a regre de ficar acima de seu desafio anterior, mas abaixo do desafio seguinte. Essa regra se mantém quando Luffy foge de Enies Lobby, onde sua recompensa sobe para 300 milhões, mas fica abaixo do desafio seguinte que é Gekko Moria. Com isso, chegamos ao timeskip com a regra funcionando perfeitamente. Todavia, Oda claramente planejava Doflamingo como o próximo desafio a Luffy e deu seu primeiro deslize: apresentou a recompensa dele antes do timeskip.

Como a recompensa de Luffy não subiu após derrotar Moria, podemos chegar a conclusão de que Oda não pretendia aumentar os valores antes do protagonista derrotar Doffy. Com isso, ele confiou em apresentar a recompensa do vilão de Dressrosa com antecedência. Porém, havia uma incoerência, que foi a participação de Luffy em Marineford, e justificou o aumento de seus valores, ultrapassando Doffy. A regra voltou a funcionar com Katakuri.

Os Yonkou

Oda surpreendeu a todos quando revelou as recompensas dos Yonkou. Neste momento, ficamos sabendo que Roger tem a maior recompensa da obra até o momento, seguido de Barba Branca, Kaidou e Big Mom. Com isso, os dois antigos dominadores dos mares são as duas grandes recompensas da obra, com uma leve diferença. Aqui, podemos concluir que há aquela diferenciação de força básica, deixando claro que Roger era levemente mais forte e Barba Branca sempre foi o número dois, apesar das lutas dos dois serem parelhas. Vemos vários paralelos nesse sentido ao longo de One Piece.

Estas leves diferenças nas recompensas são usadas por Oda para mostrar uma quase igualdade, rivalidade mesmo. Vemos isso com Big Mom e Kaidou sendo próximos um do outro, com Shanks tendo uma diferença parecida dos dois, já que são os três Yonkou mais antigos atualmente. Enquanto que Roger e Barba Branca, por terem passado a casa do 5 bi, ganham um ar de mais relevância. Teach, por ser bem mais novo nas recompensas, acaba ficando bem abaixo. Seguindo a regra das rivalidades, é possível que Barba Negra ganhe uma recompensa próxima de Shanks, como forma de fazer outro paralelo e mantendo Luffy e Buggy atrás, mas também próximos.

Os cargos

Saindo um pouco da questão das recompensas, podemos ir para os cargos. Dá pra notar outro paralelo feito por Oda ao longo da obra, que é a regra “1 pra 2”. Explico: sempre há um comandante pra dois imediatos. Aqui imediato não é o que você pensa e sim alguém que está imediatamente atrás em força. O exemplo mias prático é o bando de Luffy, que possui Luffy acima e Sanji e Zoro logo atrás, as chamadas Asas do Rei dos Piratas, por Robin. Muito esperam um terceiro comandante pra Luffy, mas em nenhum bando existe esta terceira pessoa.

Ah, mas e os comandantes de Yonkou? Bom, pra começo de conversa só vimos isso na prática com Kaidou. Com Big Mom, Katakuri estava claramente acima, como forma de valorizar o desafio de Luffy. Com Doflamingo, seus “comandantes” só enfrentaram Zoro, já que Sanji não estava presente. E qual a razão disso? Apesar de Oda colocar sempre três subordinados imediatos, ele evita que algum deles enfrente outro personagem do bando. Por que Franky não derrotou Diamond em Dressrosa? Por que Jimbe não enfrentou Jack em Wano? Além disso, mesmo em Dressrosa, Trebol estava claramente no comando.

E a Marinha?

Fazendo um paralelo com a Marinha, tínhamos Sengoku no Cargo de Almirante de Frota e uma rivalidade logo abaixo, que era Akainu e Aokiji. Ou seja, ainda que tivéssemos três Almirantes, a impressão que Oda passa é a de que Kizaru estava abaixo. Este exemplo segue com Jack em Wano, que claramente esta abaixo de Queen e King. Mas e hoje em dia? Bem, temos Akainu como Almirante de Frota e três Almirantes, certo? Bom, há indícios de que, na prática, seja Luffy x Akainu, Sanji x Kizaru e Zoro x Aramaki. Mas e Fujirota? É bem possível que, antes do fim da obra, Fujitora não esteja mais na Marinha, ou até faça como Diamond e Jack, enfrentando alguém que não seja do bando, como Kid, Law ou Sabo.

Esse “terceiro comandante”, como os exemplos que já dei anteriormente, pode ser visto já em Alabasta, onde o Mr. 3 é utilizado de forma diferente dos demais membros da Baroque Works, assim como Jack, Diamond e, provavelmente, Fujitora será também. Cabendo lá a Mr.1 e Mr. 2 enfrentar Zoro e Sanji. Mais uma vez, vemos dois inimigos acima dos demais, sendo a luta de Zoro e Sanji e o que está acima deles, sendo a luta de Luffy. O mesmo ocorre em Enies Lobby com Kaku e Jabura enfrentando Zoro e Sanji. Ali Oda trabalha uma rivalidade e suposta igualdade entre ele, os colocando acima dos demais membros da CP9. Quando há um “terceiro comandante”, ele nunca enfrenta ninguém entre os Mugiwaras, para evitar colocar outro membro do bando no mesmo patamar dos dois comandantes de Luffy.

Poder x Técnica

Agora vamos entrar em um ponto interessante e que One Piece poderia aproveitar melhor em suas lutas. Há nível de poder e há técnicas. O que seriam as técnicas? As Akuma No Mi. As frutas do universo de One Piece permitem uma abordagem nas lutas que Oda usa muito pouco pós-timeskip. Lá em Skypiea, Luffy consegue enfrentar Enel, um inimigo muito acima do seu patamar, porque ele é de borracha e Enel de eletricidade. Isso nos mostrava que a escala de poder em One Piece podia ser burlada pelas frutas. Já vimos isso quando Buggy enfrentou Zoro, por exemplo, e foi incapaz de atingi-lo com suas espadas. Nem mesmo Mihawk foi capaz de acertar o Palhaço devido a natureza de sua fruta.

Esse tipo de dificuldade pode fazer com que personagem X vença Y, que vence Z, mas, mesmo assim, Z ainda pode vencer X, dependendo de sua força. Um exemplo bem claro é que Zoro não conseguiria atingir Buggy, mas Sanji não teria dificuldades para derrotá-lo. Assim como Luffy é claramente mais poderoso que Zoro, mas o que faria para se defender de um espadachim desse nível?Este tipo de coisa faz com que paralelos sejam impossíveis, pois cada luta possui suas próprias características. Em Thriller Bark, Sanji luta com Absalom protegendo Nami, já que ele luta com os pés. Como Zoro protegeria Nami enquanto utiliza suas espadas?

Haki

Infelizmente, boa parte do que eu mencionei ali em cima foi “estragado” por Oda com a fala de Kaidou de que o que importa é o Haki. Essa fala especificamente, além de reduzir o papel do esforço de quem não possui Haki, ainda tira a possibilidade dos “counters” naturais serem sempre impossíveis de vencer. Zoro não cortaria Buggy, mas pode utilizar seu Haki do Rei pra enfrentá-lo. Isso faz com que os mais fortes sempre sejam mais fortes, independente do adversário ou das circunstâncias, o que, pra mim, reduz parte do brilho das batalhas.

É legal saber que Roger é o Rei dos Piratas e venceria a maioria dos adversários de sua época, mas não seria legal descobrir que havia alguém que ele não venceria, pois não conseguia enfrentar uma fruta específica? E, por consequência, esta fruta poderia ser facilmente combatida por algum personagem fraco, como o Usoop, por exemplo? Foi essa a sensação que tive em Marineford quando Buggy não foi afetado por Mihawk, mas, creio que, se fosse hoje em dia, com certeza aquilo não ocorreria novamente. De certa forma, Oda limitou bastante suas possibilidades com esta fala sobre Haki.

O que levar em consideração então?

Nesta caso, quando não há justificativas para o valor da recompensa, como nos casos que citei lá no início do texto, a recompensa diz sim o poder de força de cada um. Fica como exceção aqueles que possuem números muito próximos, que, normalmente, a intenção de Oda é colocar estes personagens em níveis próximos, de forma a fomentar uma rivalidade. Isso ocorre pela primeira vez em Enies Lobby com os valores dados para Kaku e Jabura. Se repete entre Zoro e Sanji, os Yonkou, King e Queen, etc.

Do ponto de vista de comandos, por mais que as vezes exista a hierarquia 1>3, ela geralmente é só teórica, sendo na prática o que for necessário para o bando. Se Luffy for enfrentar um dos três, ele estará acima dos outros dois. Se Zoro e Sanji forem enfrentá-los, eles dois estarão acima do terceiro que, enfrentará uma outra pessoa de fora. Tudo varia conforme a necessidade do arco para as lutas dos membros do bando.

Vamos fazer uma tabela pra relembrar vocês das lutas que ocorrem:

ArcoRival de LuffyRivais de Zoro e Sanji3° comandante que difere dos demaisRival dos demais
AlabastaCrocodileMr. 1 e Mr. 2Mr. 3resto da Baroque Works.
Enies LobbyRob LucciKaku e JaburaO próprio Lucci, que estava abaixo de Spandamresto da CP9
Thriller BarkLuffy enfrenta Moriah, mas acompnhado de todo seu bando.Zoro enfrenta o lendário Ryuuma, e Sanji Absalom, mas demonstra ser muito mais forte que o cachorro. Este arco foge totalmente a lógica. Absalom, Hogback e Perona estão na mesma hierarquia.Usopp enfrenta Perona, que está na mesma hierarquia de Absalom e Hogbacky, que enfrenta Chopper.
DressrosaDoflamingo.Pika, um dos comandantes, enfrenta Zoro. Sanji não está presente nas lutas finais do arco.Sem Sanji, cabe a Kyros enfrentar Diamond. Trebol seria aquele terceiro que não luta com ninguém diretamente, estando presente na luta entre Doflamingo x Luffy e Law. O resto do bando e da grande frota de Luffy enfrenta os homens de Doffy.
Whole CakeKatakuriZoro não está presente e Sanji não enfrenta nenhum comandante.Neste caso, Katakuri é líder de seus outros dois irmãos comandantes e seria o 3° que foge a regra, assim como Trebol e Lucci. Não há lutas diretas entre o bando de Big Mom e os Mugiwaras.
WanoKaidouKing e QueenJackTobiroppo

Tá e pra que a tabela?

A Tabela serve pra você notar que sempre que há três comandantes, um deles não enfrenta ninguém do bando. Em Whole Cake só Luffy enfrentou os comandantes. Em Dressrosa, na ausência de Sanji, só Zoro enfrentou um. Já em Enies Lobby, Luffy, Zoro e Sanji enfrentam os três, mas é deixado claro que Lucci é líder dos demais. Thriller Bark foge a qualquer padrão de luta do anime. E, por último e mais recente, em Wano, Zoro e Sanji enfrentam os dois mais fortes, enquanto o terceiro é derrotado por alguém fora do bando. Note que Oda poderia ter botado Jimbe para enfrentar Jack, colocando ele claramente como terceiro comandante de Luffy, mas não o fez. Assim como poderia ter usado Yamato para enfrentá-lo.

Isso tudo é pra eu fazer uma pequena previsão aqui:

ArcoAdversário de LuffyAdversário de Zoro e Sanji3° comandante que difere dos demais Rivais dos demais
MarinhaAkainuAramaki e KizaruFujitoraVice-Almirantes
Barba NegraBarba NegraShiryu para Zoro. Para Sanji, algum membro que ainda será anexado ao bando, talvez um ex-shichibukai.AokijiResto do bando.

Tudo é pelo bando?

Sim, eu acredito que toda a estrutura construída da Marinha e do bando do Barba Negra foi feita minuciosamente para casar com o bando de Luffy e algum aliado, que enfrentará Fujitora e Aokij. Mas e Yamato e Jinbe? Eles provavelmente enfrentarão os candidatos a Almirante que perderam para Fujitora e Aramaki. Oda os apresentou como uma forma de dizer que eles são mais fortes que os demais vice-almirantes (assim como Jinbe e Yamato estão acima do resto do bando), mas não estão no mesmo nível dos Almirantes (que seriam Zoro e Sanji).

Assim sendo, a escala de poder em One Piece depende, na maioria dos casos, quem o personagem irá enfrentar. Oda desenhou os adversários pensando nas adversidades que eles trarão ao membro do bando que irão enfrentar. Assim como qual será a fraqueza que ajudará o Mugiwara a derrotá-lo. Queen foi criado especificamente para enfrentar Sanji. Assim como King é o paralelo perfeito para Zoro. É bem provável que haja um trabalho parecido na hora que os dois enfrentarem os membros do Barba Negra e os Almirantes. Lembram que Kizaru parecia ser quem mais tinha intimidade com os Pacifistas? Pacifistas = Vegapunk, antigo companheiro do pai de Sanji. É bem provável que Oda utilize isso. Talvez o último membro do Barba Negra tenha algo a ver com cientistas também.

E a Escala de Poder em One Piece?

Note que Oda só se preocupa em fazer paralelos na hora em que o trio monstro irá lutar juntos. De resto, é tudo meio bagunçado. Com isso, podemos chegar a conclusão, baseado nos paralelos que Oda adora criar, que os Yonkou representam os Almirantes de Frota, assim como os Almirantes representam os comandantes de Yonkou. A questão é que isso provavelmente signifique que eles façam um paralelo com o mais forte bando Yonkou e é por isso que Kizaru enfrenta Rayleigh em Sabaody e dá de cara com Benn Beckman em Marineford. Como não há um terceiro membro dos Ruivos no mesmo patamar, podemos esperar que Mihawk seja este terceiro. Formando com Shanks e Beckman, o trio monstro deste navio. Fazendo o paralelo com Luffy, Sanji e Zoro.

Assim, eu colocaria que Barba Branca e Roger eram os mais fortes de suas época e nunca foram superados por Kaidou ou Big Mom, que eram os mais fortes de suas respectivas eras. Agora, na ausência dos dois, Shanks e Luffy passam a ser os mais fortes e Barba Negra pode ser seu “Xebec”, algo que Big Mom e Kaidou não tiveram. O fato de Akainu ter lutado diretamente contra Barba Branca pode colocá-lo no mesmo nível de um Yonkou entre os atuais, fazendo um paralelo perfeito com Luffy. Não podemos esquecer também das habilidades que são determinantes e poderiam dar em resultados diferentes.

Tabela de paralelos:

Vamos fazer um paralelo entre personagens que, teoricamente, estão na mesma categoria.

LuffyZoro e Sanji3° ???
CrocodileMr. 1 e Mr. 2Mr. 3
SpandamKaku e JaburaLucci
DoflamingoPika e DiamondTrebol
Big MomSmothie e CrackerKatakuri
KaidouKing e QueenJack
MarinhaAramaki e KizaruFujitora
ShanksBen Beckman e MihawkLucky Roux
Barba BrancaMarco e OdenJozu
RogerRayleigh e GabanOden
Barba NegraShiryu e ?????Aokij
Paralelos entre os membros de cada bando

Lembrando que o 3° na tabela não significa força e sim que ele é diferente dos outros por algum motivo. Assim como não é uma lista de quem lutou contra quem. No caso daqueles que possuíam um líder que Luffy não enfrentou (Big Mom e Spandam), o terceiro (Katakuri e Lucci), são claramente mais fortes que os outros dois. Já os que Luffy enfrentou seu líder o terceiro é mais fraco que os outros dois.

Em Conclusão

Abaixo deixaria minha Tier List dos que considero “mesmo nível”. O que isso significa? Que, baseado em Haki e poder das frutas, poderíamos obter resultados diferentes se eles se enfrentassem entre si. Assim, considero que os “Ranking S” venceriam todos os rankings abaixo, independente de Haki e Fruta. Mas, entre eles, os resultados seriam variados. Xebec poderia vencer Roger, que poderia vencer Barba Branca, que por sua vez poderia vencer Garp, que poderia vencer Xebec, por exemplo. Só estou dando exemplos, pois o anime deu a entender que Xebec era mais forte que todos eles.

Acredito que esta organização da escala de poder em One Piece é a mais lógica de se fazer. Mas não é perfeita, pois mais gente poderia estar nela!

Minhas lista dos mais fortes do anime. Baseado em tudo que falei até aqui.

Apesar de ter prejudicado a escala de poder em One Piece com a fala de Kaidou sobre Haki, Oda mantém uma estrutura bem feita ao longo de todo o anime, baseado na estrutura do bando protagonista. A conclusão que podemos tirar é que a ideia dos Yonkou é colocar eles no mesmo patamar e nunca teremos a resposta de quem é mais forte. Assim como entre os seus comandantes. Outra coisa que concluímos desta análise e que provavelmente alguém muito poderoso ainda entrará para o bando do Barba Negra. E será que Luffy ainda terá um número 3 como aliado temporário ou algo assim para fazer um paralelo com aqueles que mostrei acima? Seria este número 3 o Smoker?

Quem quiser saber quem sou, olha para o céu azul...Amante de infinitas coisas, desde animes, games, filmes, séries, música, futebol, literatura...Toda e qualquer uma dessas artes, mas, principalmente, a escrita, que torna minhas palavras imortais igual ao meu tricolor!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here